Cães grandes, vivendo com um gigante

Há variedade em raças de cães grandes, todas incríveis e atraentes. No entanto, reúnem aspectos importantes considerar antes de decidir viver com um em casa. Descubra-os aqui.
Cães grandes, vivendo com um gigante

Última atualização: 19 julho, 2022

Os cães são animais de estimação adoráveis em suas muitas variedades, cada um com características encantadoras. No entanto, de acordo com seu tamanho, alguns aspectos se destacam de outros. Então, como suas necessidades podem mudar? A questão é que não é o mesmo cuidar de um poodle ou de um são bernardo. Você sabe o que significa conviver com algumas raças de cães grandes?

Os cães gigantes ou grandes sempre chamam a atenção. Embora tenham aspectos muito diferentes, eles apresentam certas características comuns que os definem. Se você quer conhecê-los e aprender os requisitos dessas criaturas, este espaço é para você. Além disso, também apresentamos detalhes de algumas das raças grandes mais populares, não deixe de ler nada.

Características das raças de cães grandes

Agora, sem mais delongas, apresentamos a você os aspectos que definem cães grandes ou gigantes:

  • Tamanho: o primeiro seria, sem dúvida, sua proporção. Um cachorro grande tem um peso que varia de 25 a 50 quilos ou até uma massa maior, uma figura que pode intimidar algumas pessoas.
  • São fortes: como esperado, esses animais de estimação têm grande força e robustez, de acordo com os centímetros de seu tamanho. Possuem corpos musculosos e poderosos, um verdadeiro poder canino.
  • Pelagem variável: quando se trata das características de sua pele e pelos, não há uniformidade, pois há muita variabilidade nas raças de cães de grande porte. Alguns têm pelo curto, outros são bastante peludos. As cores também são heterogêneas.
  • Menos longevos: um aspecto negativo é que a expectativa de vida dos caninos maiores é menor, ao contrário do que acontece com os pequenos. Assim, as raças gigantes mal vivem entre 5 e 8 anos, enquanto as grandes vão de 8 a 10, um tempo curto em termos caninos.
  • Têm um caráter protetor: em geral, os cães maiores têm um temperamento defensivo, são bastante leais e próximos de seus tutores. Embora seja necessário ter disciplina e firmeza para dominá-los.
  • Crescimento: os cães grandes ou gigantes também crescem mais rápido do que os cães de raças menores, um desenvolvimento alinhado ao seu tamanho. Isso está relacionado à sua curta vida útil.
Um cão de terra nova no chão.

Algumas raças de cães grandes com as quais você vai adorar viver

Cães enormes são muito chamativos e interessantes, embora também possam ser intimidantes. Agora mencionamos algumas raças de cães grandes e gigantes populares no mundo.

Terra Nova

Um cão que pode pesar até 80 quilos e medir 80 centímetros de altura na cernelha. Popular em tarefas de resgate aquático. Esta atividade é realizada sem nenhum problema, sua dupla camada de pelo o isola em águas frias. Demonstra ter um temperamento amável, carinhoso e protetor em casa.

São Bernardo

Outra das raças de cães grandes e peludos, com uma aparência forte e elegante. Mede entre 65 e 90 centímetros, um dos maiores gigantes do mundo. Geralmente branco com manchas marrons, embora existam outras variedades. Um animal de estimação muito pacífico, amigável, carinhoso e leal. Destaca-se por sua natureza protetora.

Grande dinamarquês

Também chamado de dogue alemão, é a maior raça de cães do mundo. Com um tamanho que não excede 90 centímetros nos machos (de acordo com a Federação Cinológica Internacional) e um peso aproximado de 65 a 80 quilos. Um cão nativo da Alemanha, de pelo curto, com um comportamento forte, musculoso e elegante ao mesmo tempo. É muito sociável quando é treinado desde filhote, senão pode ser bastante desconfiado.

Recomendações antes de viver com cães grandes

Antes de pensar em adotar um cão dessas dimensões, é necessário levar em consideração se reunimos as condições para satisfazer suas necessidades. Entre os principais aspectos a serem considerados na convivência com um cachorro grande ou gigante, temos os seguintes:

  • Espaço: a primeira coisa a avaliar é o ambiente disponível para criar o cão. Como vimos, esses cães crescem muito rapidamente e atingem um tamanho considerável, portanto, você deve ter uma área adequada à sua proporção. Algumas das raças com essas características não são ideais para áreas urbanas, pois precisam de habitats mais abertos. Portanto, não é recomendado que morem em flats ou apartamentos.
  • Tempo disponível para eles: qualquer animal de estimação merece cuidados e atenção, mas em geral, as raças de cães grandes são muito ativas. Você vai precisar drenar toda essa energia com rotinas diárias de caminhadas e exercícios se não quiser comportamentos indesejados. Assim, além de sua saúde psicológica, você também contribui para seu bem-estar físico.
  • Alimentação: outro aspecto importante é o custo de manter um cão grande e gigante, pois esses animais consomem mais alimentos do que os de raças menores ou médias. Desta forma, as despesas são maiores. Um cão com grande atividade física precisa de uma alimentação equilibrada e saudável, rica em proteínas e minerais. Em geral, podem comer entre mil e 2 mil gramas, divididas em duas porções por dia, ou seja, de manhã e à tarde.
  • Educação: cães grandes merecem treinamento adequado, alguns tendem a ser um pouco teimosos. A socialização desde a fase inicial também é crucial.
  • Atenção à sua saúde: todos os cães devem fazer check-ups preventivos e regulares, mas com raças maiores podemos ter que estar mais atentos. Em particular, algumas condições comuns neles, como doenças do desenvolvimento e musculoesqueléticas. Eles também são propensos a formar alguns tumores e sofrer de torção intestinal.

Então você está pronto para viver com cães grandes ou gigantes em casa?

Cão São Bernardo: cuidados

Como vimos, não é a mesma coisa criar um cão de raça pequena, média ou grande. Em particular, os maiores exigem muito espaço, custos de manutenção e muita dedicação. Por isso, embora sejam todos incríveis, o ideal é não escolher um se não estiverem reunidas as condições mínimas necessárias para criá-lo e educá-lo.

Lembre-se de que estes são seres vivos. A coisa certa é fazer o que puder para mantê-los felizes e saudáveis. Eles vão agradecer. Caso não tenha os requisitos adequados na sua casa, você pode optar por outras alternativas mais adequadas ao seu estilo de vida e à sua economia. No final das contas, todos os cães são encantadores e sempre haverá um ideal para você.

Pode interessar a você...
Por que os cães grandes não vivem tanto quanto os pequenos?
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Por que os cães grandes não vivem tanto quanto os pequenos?

Uma possível explicação para o fato de os cães grandes não viverem tanto quanto os menores é o seu crescimento acelerado. Leia mais!