Caiman: um predador silencioso, saiba mais aqui

· julho 12, 2018
Este réptil agressivo, da família dos crocodilos, habita principalmente entre a Flórida e o Sul da América do Sul. Sua dieta é baseada em peixes, pequenos mamíferos e, até mesmo, outros répteis.

O caiman é uma das espécies de animais que geralmente despertam muita curiosidade. Talvez isso se deva à ferocidade ou ao fato de pertencerem à família dos crocodilos, que apareceram na Terra há mais de 83 milhões de anos. A verdade é que esses animais poderosos têm características únicas e especiais. Definitivamente, vale a pena saber mais sobre eles.

O poderoso caiman da América

O caiman é uma variedade de crocodilos pertencente à família dos aligatorídeos. É uma das espécies que mais interesse desperta no ser humano. Eles são poderosos e muito ferozes. Além disso, possuem características extraordinárias, que merecem ser conhecidas.

O caiman é uma subespécie de crocodilo que só vive no continente americano. Geralmente, está distribuído do Estado da Flórida, nos Estados Unidos, até o Sul da América do Sul.

Atualmente, sabe-se da existência de seis espécies pertencentes à família dos jacarés. Três destas espécies estão extintas: caiman wannlangstoni, caiman brevirostris e caiman venezuelensis.

Por outro lado, as três espécies restantes desses répteis são aquelas conhecidas como jacaré-de-óculos, que vive da América Central à Venezuela. As outras duas variedades de caimans podem ser encontradas em toda a América do Sul: jacaré-do-pantanal e jacaré-de-papo-amarelo. Esses últimos também são conhecidos localmente pelo nome genérico de jacaré.

As características do caiman

O caiman mais comum

A espécie de caiman mais comum na América é o famoso jacaré-de-óculos. Esta variedade tem geralmente entre 1,5 e 2,5 metros de comprimento. No entanto, jacarés dessa espécie com até cinco metros de comprimento foram descobertos em lagos. Quanto ao peso, podem variar entre 7 e 62 quilos.

Diferenças entre jacaré e crocodilo

Predadores carnívoros

Os caimans, como os crocodilos, são predadores carnívoros. Nesse sentido, sua dieta é baseada principalmente em pequenos mamíferos, peixes e até mesmo em outros répteis. Em algumas ocasiões, os homens também podem ser atacados. Evidentemente, isso geralmente acontece quando o animal se sente ameaçado de alguma forma.

É importante notar que o jacaré é uma espécie que geralmente ataca pequenos mamíferos. Afinal, não gosta de ter que trabalhar muito para alcançar seu objetivo. É por essa razão que, se atacar um ser humano, é provavelmente devido à invasão do seu espaço. Se o animal se sentir ameaçado, ele atacará.

O poderoso e fascinante jacaré

As principais diferenças entre o crocodilo e o jacaré

Muitas pessoas confundem o crocodilo e o jacaré. Apesar de pertencerem à mesma família, possuem características que os diferenciam. A principal é o tamanho: o crocodilo é geralmente bem maior que o jacaré. O focinho é a outra característica que mais os diferencia. Nesse sentido, a forma do focinho do crocodilo é em forma de U, enquanto a do crocodilo é pontiaguda ou em forma de V.

A reprodução dos jacarés

A reprodução dos jacarés ocorre na estação chuvosa. A fêmea constrói o ninho, no qual põe entre 15 e 50 ovos. Os ovos são incubados por 12 semanas até que, finalmente, os filhotes quebram a casca. Quando isso acontece, os pais protegem e levam as crias para uma área mais segura, onde também serão ensinadas a nadar e caçar. Esse processo de aprendizagem dura algumas semanas.

Expectativa de vida do jacaré

A expectativa de vida dos jacarés

A expectativa de vida de um jacaré que vive em liberdade é de 30 a 40 anos. Quando estão em cativeiro, essa expectativa de vida pode ser prolongada, desde que tenham ambiente e alimentação adequados.

O aumento da expectativa de vida é, principalmente, devido ao fato de que o animal pode contar com um ambiente controlado e com cuidados de saúde, através de veterinários.

O jacaré é uma das espécies de animais mais fascinantes e antigas que existem no planeta. Essas criaturas ferozes, que se desenvolveram tanto na água como na terra, possuem características únicas e continuam a despertar o interesse do homem.