Características da temida cobra coral

Última atualização: 21 Fevereiro, 2019

Típicas dos trópicos, as espécies de cobra coral têm em comum seu forte veneno e suas cores marcantes. Venha conhecê-las!

As cobras coral são um grupo venenoso cujo habitat são os trópicos. Elas são caracterizadas por suas cores, principalmente vermelho, preto e amarelo. Falaremos sobre algumas espécies de cobra coral neste artigo.

Quantas cobras de coral existem?

Cobras coral são divididas em dois grupos principais: as da Europa (16 espécies e dois gêneros, calliophis e sinomicrurus) e as do continente americano (73 espécies e três gêneros, Micrurus, Leptomicrurus e Micruroides). Entre elas, podemos destacar:

1. Cobra coral oriental

Ela só pode ser encontrada no nordeste do México e no sudeste dos Estados Unidos. Em muitos casos, é confundida com a cobra escarlate, que é inofensiva. Além disso, prefere áreas de selva tropical, florestas e pântanos.

A cobra coral oriental – foto que abre este artigo – mede cerca de 80 centímetros e o padrão de suas escamas é composto de anéis vermelhos e pretos, separados por anéis amarelos estreitos. Ela se alimenta de lagartos e pequenas cobras, e seu veneno é letal em 20% dos casos.

2. Cobra coral amazônica

É outra das cobras coral que pertence à família Micrurus. No entanto, ela é maior que a anterior: mede cerca de 1,2 metro de comprimento.

Os anéis são principalmente pretos e largos, com alguns intercalados em vermelho e prata (o último mais fino).

Há quatro subespécies da cobra coral amazônica, que vivem na América do Sul. Podem ser encontradas no Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Peru, Argentina e Venezuela.

3. Cobra coral da América Central

É também uma cobra coral da Europa, já que sua área de distribuição vai do sul do México até o norte da Colômbia.

É um animal noturno e crepuscular, muito venenoso (a toxina que inocula pode ser mortal para humanos). No entanto, não é agressiva.

Embora existam espécimes com mais de um metro de comprimento, a maioria chega a 65 centímetros.

O padrão de cores pode ser bicolor ou tricolor, com faixas vermelhas, pretas e amarelas. Alimenta-se de lagartos, invertebrados e anfíbios. Além disso, durante o dia se esconde em tocas ou sob troncos e folhas.

4. Cobra coral malaia azul

Agora nos voltamos para as cobras coral do Velho Mundo. Neste caso, do sudeste da Ásia (Tailândia, Cingapura, Birmânia, Malásia e Indonésia).

A cobra coral malaia azul é de tamanho médio – pode atingir 1,8 metro de comprimento. Em termos de cores, a cabeça, o ventre e a cauda são vermelhos, enquanto que o resto varia entre azul e preto. Seu veneno destrói o tecido muscular e pode ser mortal para os seres humanos.

5. Cobra coral MacClelland

A última das cobras coral nessa lista também é nativa da Ásia, mas seu alcance é maior: Índia, China, Birmânia, Tailândia, Vietnã, Hong Kong, Taiwan e Japão.

Seus hábitos são noturnos e ela passa muitas horas do dia escondida sob as folhas. Embora seja venenosa, é bastante dócil e não costuma atacar, a menos que se sinta ameaçada.

A cobra coral MacClelland é pequena – cerca de 60 centímetros – e seu corpo é fino, marrom e avermelhado, com linhas pretas e ventre branco.

É um animal noturno que se alimenta de lagartos e pequenos répteis. Se uma pessoa é mordida por essa cobra, pode morrer de insuficiência cardíaca imediata.

Pode interessar a você...
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
As cobras mais venenosas do Mundo: saiba aqui

As cobras mais venenosas do mundo são animais realmente perigosos, mas devemos saber que existem poucas espécies que possuem veneno em seu corpo.