Os 5 animais com menor expectativa de vida do mundo

A vida de alguns animais é realmente muito curta. As efeméridas são invertebrados notórios por esse motivo, já que seu estado adulto sobrevive apenas algumas horas ou dias.
Os 5 animais com menor expectativa de vida do mundo

Última atualização: 17 Maio, 2021

A expectativa de vida é um dos aspectos mais variáveis entre as espécies. Enquanto alguns animais como o tubarão-da-groenlândia podem ter mais de 300 anos, outros têm uma vida muito menos longa.

A expectativa de vida em condições naturais é relativamente difícil de medir, pois requer um monitoramento muito constante do animal ou o uso de técnicas moleculares. Em cativeiro é muito mais simples, mas as condições são muito diferentes das enfrentadas na natureza e, consequentemente, a expectativa de vida também sofre alterações.

Embora animais maiores geralmente vivam mais, nem sempre é isso que acontece. Outros fatores também podem influenciar a longevidade, como o sexo, a casta ou o grupo (táxon) ao qual a espécie pertence. Dito isso, muitos dos animais com menor expectativa de vida são invertebrados. Aqui você poderá aprender mais sobre eles.

Alguns dos animais com menor expectativa de vida do mundo

Para alguns animais, a ideia de ter uma existência curta, mas intensa, é a única opção. Nas linhas a seguir, contaremos algumas características das 5 espécies que se destacam por sua longevidade reduzida.

1. Killifish turquesa (Nothobranchius furzeri)

Esse pequeno peixe, que pode chegar a medir 6,5 centímetros, tem uma expectativa de vida extraordinariamente curta. Habita naturalmente piscinas temporárias africanas, que secam todos os anos. Portanto, esse peixe sofre uma enorme pressão evolutiva para se desenvolver muito rapidamente e botar ovos, que resistirão até a chegada de novas águas.

Consequentemente, o killifish turquesa tem uma das vidas mais curtas de todos os vertebrados, senão a mais curta. Em cativeiro, é registrada uma expectativa de vida que varia entre 3 e 12 meses.

Essa vida tão breve oferece uma rara oportunidade de estudar cientificamente o envelhecimento, que normalmente ocorre ao longo de anos ou décadas em outros animais.

 

Os peixes turquesa são um dos animais menos longevos do mundo.

2. A espécie Dolania americana

As efeméridas são uma ordem de insetos de vida curta. Elas vivem tão pouco que até mesmo seu nome reflete esse fato. Entre todas as efeméridas, a espécie Dolania americana tem uma das expectativas de vida mais curtas.

Algumas pessoas acreditam que as efeméridas vivem apenas algumas horas ou dias, mas isso não é completamente verdade. Esses insetos passam a maior parte de suas vidas como larvas aquáticas, submersas em rios. Essa fase pode durar em torno de um ano, dependendo da espécie.

Quando as efeméridas estão prontas, elas se transformam em adultos por metamorfose. Todos os adultos emergem à superfície ao mesmo tempo, vivem no máximo alguns dias e morrem após a reprodução.

A espécie Dolania americana é um caso muito especial. Embora sua fase larval dure mais de um ano, os adultos vivem apenas cerca de 5 minutos. Nesse período, eles têm que encontrar um parceiro, se reproduzir e colocar seus ovos na água.

 

As efeméridas são um dos animais com menor expectativa de vida do mundo.

3. Caenorhabditis elegans

Esse minúsculo nematoide, que parece um verme transparente, tem apenas 1 milímetro de comprimento e se alimenta de microrganismos. Seu tempo de vida varia de acordo com as condições ambientais, como a temperatura ou os níveis de oxigênio, mas geralmente dura entre 12 e 18 dias.

Curiosamente, C. elegans foi um dos animais mais importantes para os humanos no século passado. Ele foi utilizado como modelo animal durante décadas, o que permitiu grandes avanços na genética, na biologia e no estudo de inúmeras doenças.

 

Um nematóide de vida muito curta.

4. O mosquito Culex pipiens

Esses insetos voadores, bem conhecidos pelos hábitos hematófagos das fêmeas, são outros dos animais com menor expectativa de vida. No entanto, diferentemente dos animais mencionados até agora, sua sobrevivência depende do sexo.

Após a eclosão, os mosquitos passam os primeiros 5 dias de sua vida como larvas aquáticas. Depois disso, eles se transformam em pupas, que demoram entre 2 ou 3 dias para gerar um mosquito adulto. Até esse ponto, não há mudanças perceptíveis entre machos e fêmeas.

Contudo, na fase adulta são observadas diferenças na expectativa de vida. Os machos vivem cerca de uma semana, enquanto as fêmeas atingem um mês de vida. Ambos os intervalos são muito curtos.

O mosquito Culex pipiens é um dos animais com menor expectativa de vida

5. Lepidodermella squamata

Esse invertebrado, que mede apenas 0,19 milímetros, habita águas doces em todo o mundo. É um gastrotríquio, isto é, pertence a um filo de animais minúsculos, de aspecto peludo, imperceptíveis e amplamente desconhecidos pelos humanos.

Todos os gastrotríquios têm uma vida extraordinariamente curta. E a espécie Lepidodermella squamata não é uma exceção, pois vive apenas cerca de uma ou duas semanas.

Por que esses animais vivem tão pouco tempo?

O estudo da longevidade e da senescência são campos extremamente complexos para os quais ainda não existem muitas respostas claras. Contudo, alguns fatores que podem interferir no envelhecimento e na morte de animais, inclusive humanos, já são conhecidos.

Curiosamente, um dos mais importantes pode ser o oxigênio. Essa molécula, da qual a grande maioria dos seres vivos precisa para sobreviver, também tem efeitos secundários problemáticos.

O oxigênio é usado em muitas reações metabólicas que os organismos realizam, tais como a respiração. Essas reações são imprescindíveis, mas também produzem resíduos chamados espécies reativas de oxigênio (ERO).

As espécies reativas de oxigênio atacam o organismo e produzem efeitos adversos, cujo acúmulo pode ser simplesmente o envelhecimento animal. No entanto, também existem outros fatores que desempenham um papel importante no envelhecimento dos tecidos.

Alguns animais pequenos, especialmente os endotérmicos, têm um metabolismo muito mais acelerado do que seus parentes maiores. Portanto, eles podem ser mais rapidamente afetados pelas espécies reativas de oxigênio.

 

Como foi possível observar, a expectativa de vida de alguns animais é realmente muito curta. Embora em muitos casos não se saiba por que suas vidas são tão curtas, muitos dos animais menos longevos são muito bem-sucedidos. A expectativa de vida reduzida pode ser uma estratégia adaptativa e benéfica para alguns animais.

Pode interessar a você...
Macolor macularis, o peixe mais longevo
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Macolor macularis, o peixe mais longevo

Recentemente, foi descrito que o peixe mais longevo é o Macolor macularis, um habitante do mar Índico no noroeste da Austrália.