Como adestrar um gato para dormir à noite?

Adestrar um gato para dormir à noite é quase impossível, mas isso não significa que ele não possa ser treinado para deixar você dormir em paz. Aprenda como fazer isso aqui.
Como adestrar um gato para dormir à noite?

Última atualização: 21 janeiro, 2022

Os gatos domésticos têm hábitos noturnos e crepusculares. Muitos deles passam o dia tirando longos cochilos e, quando o sol se põe e todos estão dormindo, eles se tornam ativos e procuram seus tutores. Por isso, em tempos de insônia, muitos se perguntam se será possível adestrar um gato para dormir à noite.

Embora não seja possível mudar a natureza desses felinos, é possível fazer com que eles deixem seus humanos em paz enquanto descansam. Se você é um daqueles tutores que cochilam entre os miados e as caças de pés sob as cobertas, este é o seu espaço.

Adaptações dos gatos à vida noturna

Os gatos apresentam um ritmo circadiano inverso ao dos humanos, ou seja, a secreção de corticosteroides ocorre à noite. Ao contrário, a liberação de melatonina (responsável por regular o sono) é desencadeada pela luz solar, causando sonolência no animal. Isso é algo impossível de mudar, pois é o funcionamento normal do corpo do felino.

Esse ritmo sono-vigília não é a única coisa que difere dos animais diurnos, já que o gato tem outras adaptações para viver no escuro. Aqui estão as mais importantes:

  • Visão crepuscular: o gato é capaz de enxergar em condições de pouca luz. Isso se deve ao fato de seu olho possuir um número maior de bastonetes (células que captam a luz do ambiente) e uma membrana chamada tapetum lucidum, que atua como um espelho para “reciclar” a luz que escapa do olho.
  • Orelha fina: ao caçar no escuro, a detecção de uma presa não pode depender do sentido da visão. Os gatos são capazes de ouvir até o menor deslize, pois seu sistema auditivo capta até 50 mil hertz de frequência. Para se ter uma ideia de como é fino, o humano atinge apenas 20 mil hertz.
  • Passo silencioso: certamente você nunca ouviu os passos de um gato. Isso se deve às almofadas que os gatos têm nas patas e à forma como se movem, pois caminham suavemente para não fazer barulho na abordagem da presa.

Como você pode ver, a vida diurna não é feita para os felinos, pois há muita luz e muito barulho nas horas de maior movimento do dia. No entanto, nas seções a seguir você encontrará informações úteis para que o seu gato se divirta enquanto você dorme.

Um gato que dorme à noite.

Como adestrar um gato para dormir à noite?

A maioria das chamadas de atenção do seu felino doméstico à noite se deve à falta de entretenimento e à fome. No entanto, não existe uma fórmula mágica ou interruptor que permita a um gato dormir à noite. O que você pode fazer é seguir as etapas abaixo.

Brinque com seu gato durante o dia

A melhor maneira de o seu felino dormir um pouco à noite é cansá-lo durante o dia. Sempre que puder, brinque com ele, pois assim ele se exercitará e gastará energia, e vocês fortalecerão o vínculo (você também se divertirá, é claro).

Os brinquedos do tipo vara de pesca são ideais, pois permitem ao felino pular e caçar com intensidade, sem ferir você involuntariamente.

Mesmo que você se divirta muito brincando com seu felino, lembre-se de respeitar seus períodos de descanso. Os gatos dormem de 12 a 16 horas por dia em cochilos intermitentes, e privá-los do sono não é um método ético para deixá-los ativos durante o dia.

Condicionamento básico

Um aspecto essencial para poder dormir em paz será separar o seu quarto das brincadeiras e da comida, já que são as 2 principais razões pelas quais os gatos procuram os tutores à noite. Para fazer isso, você pode tomar várias medidas:

  • Feche a porta antes de dormir: você pode ter que suportar muitos miados e acessos de raiva até o gato se acostumar com a nova situação, mas seja paciente.
  • Não reforce seus pedidos de atenção: sempre que responder às suas brincadeiras ou aos seus pedidos de comida, você estabelecerá o comportamento de procurar você à noite.
  • Não associe o seu quarto às necessidades do animal: deixe brinquedos, alimentadores, caixas de areia e tudo o que tiver a ver com o seu felino fora do quarto. Até que ele se acostume com a nova rotina, não responda aos seus pedidos de atenção quando ele vier procurá-lo em seu quarto.

Assim, e aos poucos, o gato vai aprendendo que existem áreas onde você descansa e precisa de tranquilidade. É um condicionamento fácil de alcançar se em sua casa existir um ambiente de calma e respeito mútuo.

Enriquecimento noturno

Outra forma de adestrar um gato para que deixe você em paz à noite é proporcionar a ele diversão suficiente durante esse período. Dessa forma, mesmo que não durma, ele também não precisará que você se mantenha ativo. Aqui estão algumas dicas:

  • Monte uma plataforma na janela: uma prateleira, rede para gatos ou qualquer superfície que permita que o animal olhe através do vidro. A rua é uma fonte inesgotável de estímulos que manterá o seu felino ocupado.
  • Deixe os brinquedos pela casa: se os tiver ao alcance, o gato poderá brincar quando quiser e não precisará procurar você para se divertir.
  • Se o seu felino regula bem as suas refeições, mantenha sempre a tigela cheia: se segue uma dieta especial, você pode optar por colocá-la antes de se deitar para que o animal não passar fome à noite.
  • Esconda guloseimas e comida pela casa: a procura por alimentos é uma das atividades que mais consome recursos energéticos dos animais.
A cama do seu gato não é tão importante quanto o local de descanso.

Adestrar um gato para dormir à noite, como você pode ver, não é saudável para ele e nem mesmo é algo que pode ser mudado naturalmente. Por isso, aqui fazemos um apelo à guarda responsável e à conscientização: é possível acolher um animal em casa e conviver com ele de forma ética, mesmo que secrete melatonina durante o dia e fique ativo à noite.

This might interest you...
Por que os gatos dormem mais de dia do que à noite?
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Por que os gatos dormem mais de dia do que à noite?

Você sabia que um gato adulto dorme entre 12 e 15 horas por dia, enquanto um filhote necessita de 20 horas diárias de descanso?



  • Sarah Zielinski, The Secret Lives of Feral Cats, Free-roaming, unowned kitties live differently from our beloved pets, SMITHSONIAN – Disponible en: https://www.smithsonianmag.com/science-nature/the-secret-lives-of-feral-cats-179790776/
  • Lesiuk, T. P., & Braekevelt, C. R. (1983). Fine structure of the canine tapetum lucidum. Journal of anatomy136(Pt 1), 157.
  • LEYVA, H., ADDIEGO, L., & STABENFELDT, G. (1984). The effect of different photoperiods on plasma concentrations of melatonin, prolactin, and cortisol in the domestic cat. Endocrinology115(5), 1729-1736.