Como eliminar os bichos-de-conta de casa?

Os bichos-de-conta são completamente inofensivos, mas nem todo mundo os quer em casa. Aqui vamos mostrar como eliminá-los de forma simples.
Como eliminar os bichos-de-conta de casa?

Última atualização: 26 Dezembro, 2021

Se você mora em uma casa baixa em área rural e possui um quintal, certamente em algum momento já teve a oportunidade de admirar os bichos-de-conta, ou tatuzinhos-de-jardim, mais conhecidos na comunidade científica como isópodes. Esses invertebrados são bastante curiosos, pois têm vários formatos e cores, e alguns se enrolam em forma de bola quando se sentem ameaçados.

Por mais divertidos que sejam os isópodes, é normal que você não queira que eles andem por aí em sua casa, principalmente considerando sua alta taxa reprodutiva e sua resistência em condições adequadas. Veja como se livrar dos bichos-de-conta em casa sem ter que matá-los. Lembre-se de que eles realizam um trabalho vital no ecossistema, portanto, não acabe com suas vidas.

O que são os bichos-de-conta?

Como dissemos nas linhas anteriores, o termo bichos-de-conta é aplicado a uma ordem de invertebrados. O táxon específico é Isopoda e se trata de um grupo de crustáceos. Embora vivam em terra, esses animais não são insetos e têm mais em comum com um caranguejo do que com uma barata, por exemplo. Das 10 mil espécies de isópodes que existem, cerca de 5 mil são terrestres.

Os representantes comumente chamados de “bichos-de-conta” pertencem à subordem Oniscidea, com cerca de 3,7 mil espécies descritas hoje de um total estimado de 7 mil. Apresentam uma morfologia bastante simples: são segmentados e achatados dorsoventralmente, possuem 7 pares de patas, um par de antenas e um marsúpio, onde as fêmeas guardam seus ovos.

Os isópodes não recebem seu nome comum em vão, pois requerem umidades relativas bastante altas (mínimo de 70-80%) para realizar suas funções vitais. Os pleópodes são responsáveis por realizar as trocas gasosas nesse ambiente, mas devem estar úmidos para uma respiração adequada. Sem umidade, os bichos-de-conta morrem.

Os isópodes se alimentam de matéria orgânica em decomposição, sejam folhas, madeira, papel, vegetais, frutas, ovos e até mesmo restos de animais vivos. Eles desempenham um papel essencial no ecossistema em que vivem, pois são considerados excelentes decompositores que reciclam todos os elementos mortos no solo.

Um bicho-da-conta.

O bicho-de-conta típico (Armadillidium vulgare)

Sem dúvida, a espécie de isópodes mais associada ao ambiente doméstico é o Armadillidium vulgare. É nativa do ecossistema mediterrâneo, embora tenha sido introduzida em praticamente todos os continentes do mundo, sendo especialmente comum nas zonas temperadas. Uma umidade de 50-60% é suficiente para não ressecar, resistindo a temperaturas de -2 a 36° C.

Os exemplares dessa espécie atingem a maturidade sexual no período de 1 ano, e cada fêmea é capaz de dar origem de 6 a 300 filhotes em um único episódio reprodutivo. Suas populações crescem exponencialmente e constantemente enquanto houver matéria orgânica em decomposição suficiente da qual se alimentar.

Como eliminar os bichos-de-conta?

Agora que você sabe o que são os bichos-de-conta (também conhecidos como tatuzinho-de-jardim em algumas regiões), estamos prontos para mostrar como eliminá-los. Lembre-se: não acabe com a vida deles a menos que seja inevitável. Esses invertebrados desempenham um papel essencial no ecossistema, então matá-los (quase) nunca é uma opção.

1. Reduza a umidade da casa

Como dissemos nas linhas anteriores, alguns isópodes requerem uma umidade mínima de 60% para sobreviver, embora eles se saiam melhor em faixas mais altas (70-80%). Se sua casa ou a área infestada for muito úmida, o melhor a fazer é abrir janelas, móveis e armários para diminuir o percentual absoluto desse parâmetro.

Se você não pode reduzir a umidade relativa dessa forma, sempre pode adquirir um desumidificador. Essas máquinas condensam a água vaporizada presente no ar e a armazenam em um tanque, fazendo com que o ambiente seque aos poucos. Assim que a umidade cair, os isópodes devem deixar a área.

2. Procure por madeira podre e outro tipo de matéria orgânica

Talvez você não tenha percebido, mas se houver bichos-de-conta em um ambiente, procure algo que esteja apodrecendo. Provavelmente, uma tábua de madeira está se decompondo devido à umidade excessiva em alguma área do ambiente. Portanto, você deve localizá-la e removê-la o mais rápido possível.

Você também pode armazenar frutas, folhas e outros itens secos na despensa. Livre-se de toda essa matéria orgânica o mais rápido possível, pois ela é o substrato para o crescimento dos isópodes mesmo que não esteja apodrecendo (e de muitos outros invertebrados, como as baratas).

3. Cubra as áreas úmidas com terra diatomácea

Diatomita, popularmente conhecida como terra diatomácea, é uma rocha composta por microfósseis de diatomáceas (algas microscópicas). Além de muitos outros usos, esse material é utilizado como pesticida natural, pois suas partículas causam danos ao trato digestivo dos invertebrados e causam sua morte por diversos mecanismos.

Esse elemento é muito útil para eliminar os bichos-de-conta de casa sem matá-los, já que sua principal tarefa será absorver a umidade do ambiente. Se você quiser evitar que os isópodes a comam, coloque-a em uma jarra de vidro e espere que eles saiam do ambiente quando secar. Lembre-se de que a grande maioria dos oniscídeos não é capaz de escalar superfícies planas.

4. Aplique uma solução de alho nas áreas mais úmidas da casa

O concentrado de alho demonstrou, em várias ocasiões, ter algum efeito inseticida. Embora triturar algumas porções desse vegetal e diluir o líquido em água não vá matar os isópodes, com certeza sua aplicação com spray será o suficiente para fazê-los sair do local.

Infelizmente, esse método criará um odor desagradável. Aproveite para abrir as janelas.

5. Deixe a luz entrar

Os bichos-de-conta são fotofóbicos por definição, ou seja, fogem da luz a todo custo. Portanto, eles só se proliferam em ambientes escuros onde a umidade é constantemente armazenada. Enquanto faz a limpeza, aproveite para abrir todas as gavetas do cômodo e deixar a luz do sol entrar ao longo do dia em todos os cantos. Os isópodes vão deixar o local em dois segundos.

Isópodes em um terrário.

Como você pode ver, eliminar os bichos-de-conta de casa é muito simples e não é necessário matá-los em quase nenhum caso. No entanto, se a infestação em sua casa for muito intensa, recomendamos que você recorra a um controlador de pragas profissional para receber a assistência apropriada.

Pode interessar a você...
10 curiosidades sobre os piolhos-de-cobra
Meus Animais
Leia em Meus Animais
10 curiosidades sobre os piolhos-de-cobra

As curiosidades sobre os piolhos-de-cobra vão muito além de seus corpos alongados e suas cores. Conheça mais sobre eles junto com a gente.



  • What is an isopod? Ocean Explorer. Recogido a 30 de noviembre en https://oceanexplorer.noaa.gov/facts/isopod.html
  • Armadillidium vulgare, ADW. Recogido a 30 de noviembre en https://animaldiversity.org/accounts/Armadillidium_vulgare/
  • Plata-Rueda, A., Martínez, L. C., Dos Santos, M. H., Fernandes, F. L., Wilcken, C. F., Soares, M. A., … & Zanuncio, J. C. (2017). Insecticidal activity of garlic essential oil and their constituents against the mealworm beetle, Tenebrio molitor Linnaeus (Coleoptera: Tenebrionidae). Scientific reports, 7(1), 1-11.