Como evitar que o meu cão se sinta sozinho?

Os cães podem lidar com a solidão pior do que a gente imagina. Por isso, é importante agir caso o animal apresente sinais de mal-estar, agressividade e nervosismo, ou comece a latir e a uivar na hora que sairmos de casa. Esses comportamentos indicam que alguma coisa não anda bem.

Nós sabemos como é. Deixar o nosso amigo de quatro patas sozinho em casa pode ser uma experiência muito difícil, não só para ele, mas também para nós. É por isso que trazemos uma série de conselhos para facilitar a separação de ambos, evitando assim desastres ao chegar em sua casa.

A solidão nos animais de estimação

Os animais, assim como os humanos, podem se sentir solitários se passarem um determinado tempo sem a companhia de alguém. É um problema muito comum que surge graças ao estilo de vida moderno.

Sem dúvida, nosso cão não gosta de passar várias horas do dia completamente sozinho, situação que poderá levá-lo a um quadro depressivo por não poder passar um tempo com a gente. Mas não se desespere, pois existem soluções muito simples e criativas.

Mas é importante prestar muita atenção diante de qualquer sinal de que o nosso animal de estimação está com algum problema relacionado à sua saúde mental. Assim como acontece com os humanos, quando os cães se sentem sozinhos, eles gostam de chamar atenção quando chegamos em casa, como uma forma de dizer que tem um problema e que você precisa dar mais atenção para ele.

Filhote de cachorro fazendo xixi no lugar errado

Você não deve ficar chateado se o seu cãozinho fizer xixi logo que você chegar em casa ou se você encontrar a casa toda bagunçada. São formas de chamar a sua atenção.

A ansiedade por solidão

Antes de falar dos conselhos, devemos reconhecer os sintomas que o nosso companheiro pode apresentar. A ansiedade nos cães se apresenta de diversas formas que podem ser identificadas com facilidade.

Um dos principais sintomas dessa doença é o latido constante e os uivos toda vez que você sai de casa. O animal se sentirá muito agressivo ou nervoso e, em poucas palavras, encontrará uma forma de te dizer que não quer que você saia de casa.

Filhote de cachorro bocejando

Outros comportamentos, como lamber os móveis, a falta de apetite e a paralisação ou a demonstração de medo são sinais claros desse mal-estar. Sem dúvida, o seu cão gosta muito de você, mas não é por causa disso que você deve se submeter diante dessas situações. O melhor é tentar resolver a situação da melhor forma possível.

Mas é preciso levar em consideração que, se os comportamentos se tornarem repetitivos, o melhor a ser feito é consultar o veterinário para que ele diga como manter o bem-estar do seu animal. 

Conselhos para deixar o seu cão sozinho

  • Uma das técnicas mais recorrentes para evitar que o seu cão não se sinta sozinho constantemente é deixar para ele alguns brinquedos. Pode ser qualquer brinquedo! O único problema é que cedo ou tarde o seu cão ficará entediado, por isso, o ideal é variar o objeto todos os dias. 
  • Também é uma boa ideia dar comida ao seu bichinho antes de sair. Ele ficará com a barriga cheia o dia todo e se sentirá satisfeito. Se você acha que isso não é suficiente para o seu cão, tem a opção de esconder algumas guloseimas e prêmios pela casa para que se divirta e não sinta tanta ansiedade.
  • Um bom passeio antes de sair de casa: os nossos amigos de quatro patas adoram isso, principalmente se fizermos um longo passeio onde o levamos para se exercitar e brincar com bola ou de frisbee. Se seguirmos essa dica, estaremos drenando a energia do nosso animal de estimação. 
  • Se você é daqueles que não gosta de deixá-lo sozinho em casa é melhor começar a pensar em ter outro animal de estimação em casa. O seu cão irá adorar a ideia e terá com quem brincar durante o seu período de ausência. Como os cães são animais sociáveis, ter um amigo ao seu lado irá tranquilizá-lo e fará com que ele se sinta mais confortável.

O que você não deve fazer ao deixá-lo sozinho em casa

  • Não deixe o seu cãozinho trancado. Ficar em um cômodo sozinho e privado de liberdade irá fazer muito mal à sua saúde mental. Ele verá essa ação como um castigo por mau comportamento, mas lembre-se de que estamos tentando evitar que ele se sinta mal.
  • Evite mimá-lo em excesso. Isso só irá fazer com que ele se torne dependente de você e fará com que a separação de ambos seja ainda mais problemática. Ensine-o a ser independente para que consiga ficar durante um tempo sem você.
  • Evite o drama entre vocês. Nós entendemos que os nossos animais de estimação fazem parte da nossa família, mas você está mimando-o em excesso, como dissemos anteriormente. O ideal é tratá-lo com afeto, sem indiferença ou generosidade demais. Por exemplo, ao chegar em casa você pode falar com ele, mas não o encha de carinho.
Recomendados para você