Como se tornar um guarda florestal

· novembro 11, 2018
Antes de pensar nisso, devemos ver se temos vocação, já que o desempenho da tarefa pode ser mais árduo do que imaginamos. Além disso, é essencial ter um treinamento específico.

Um guarda florestal tem muitas responsabilidades dentro de uma área natural específica. Além de cuidar da flora e fauna, monitora a visitação, evita incêndios e pesquisa a biodiversidade. Se você quer saber como se tornar um guarda, continue lendo este artigo.

Tornando-se um guarda florestal: isso é realmente para mim?

De acordo com a definição, um guarda florestal é uma pessoa que é responsável pela proteção e preservação de todos os aspectos de áreas selvagens, históricas ou culturais. 

Além disso, eles fornecem atividades de interpretação e recreação para todas as idades e são um elo entre as comunidades locais e os visitantes.

Antes de tomar a decisão de ser um guarda florestal, você deve considerar quais são as obrigações e tarefas.

Alguns dedicam-se à ciência e pesquisa: colecionam amostras de plantas, ossos, matéria fecal ou qualquer outro elemento que permita analisar uma ou várias espécies do lugar.

Outros estão focados na educação, por isso recebem visitantes e explicam sobre o ecossistema, formações geológicas, geografia e ecologia.

Função dos guardas florestais

Podemos também encontrar guardas que servem para prevenir os incêndios florestais ou combatê-los. Além disso, em caso de áreas remotas, por exemplo, também combatem a caça furtiva.

guarda florestal

Durante o desenvolvimento de suas funções, eles podem se locomover em barcos, a cavalo, em veículos de tração nas quatro rodas e, claro, a pé.

No entanto, nem tudo é ‘ação e aventura’ na vida de um guarda florestal, já que este também deve cuidar do administrativo, da venda de ingressos ou outros aspectos.

Também precisa acompanhar a manutenção das comodidades para os visitantes e até mesmo limpar as áreas de acesso comum.

Por sua vez, ao se tornar um guarda florestal, a pessoa trabalha em condições desfavoráveis: precisa suportar frio, calor, neve, chuva

Pode ser uma tarefa muito difícil, mas ao mesmo tempo recompensadora e maravilhosa.

Nem todo mundo sabe sobre o trabalho de quem cuida de um parque nacional ou de uma reserva natural.

Para que esses locais mantenham seu status de “paraísos” e sejam apreciados por todos, alguém deve se encarregar da manutenção.

Um guarda florestal dedica-se de corpo e alma à proteção da área, ele não se importa de passar noites sem dormir quando se trata de apagar um incêndio ou observar o comportamento de um animal em perigo de extinção.

reserva ambiental

Dicas para se tornar um guarda florestal

O trabalho de um guarda florestal é baseado no amor e no respeito pela natureza.

Além disso, ele ver ser um líder carismático e estar ciente de que terá que trabalhar durante os feriados e finais de semana.

Algumas recomendações para se tornar um guarda florestal são:

  1. Estar familiarizado com os parques do país

O sistema de parques nacionais é semelhante em todo o mundo, embora a legislação mude de acordo com o país ou província / Estado.

É muito importante ter conhecimento das leis e regras que giram em torno dessa tarefa.

  1. Estudar (e graduar-se)

Apenas ser um “admirador da natureza” não é suficiente para se tornar um guarda florestal. É necessário estar qualificado para esta tarefa complexa e valiosa.

Em algumas universidades de outros países a carreira de guarda florestal é oferecida e, posteriormente, pode ser complementada com alguma especialização: por exemplo, ecologia, conservação, administração pública, etc.

  1. Procure contatos no parque desejado

Nem sempre é fácil conseguir um emprego de guarda na área ou no parque que queremos.

Se gostamos da floresta ou da montanha, pode haver posições disponíveis em áreas costeiras ou de selva.

A princípio, podemos ter que aceitar trabalhos em áreas mais remotas ou das quais não gostamos tanto. É possível que tenhamos até mesmo que realizar atividades mais monótonas.

Mas tudo isso serve para gerar experiência e depois aplicá-la em posições mais interessantes.

Se, por exemplo, você tem um parque perto de sua casa e deseja trabalhar nele, a melhor coisa a fazer é entrar em contato com as pessoas responsáveis ​​pelo local.

Quando eles conhecerem você e analisarem seu currículo, talvez consigam uma vaga, nem que seja como estagiário ou auxiliar.