Como é a visão das moscas?

A visão de moscas é mais fascinante do que parece. Se você já se perguntou por que elas sempre conseguem escapar, aqui encontrará as respostas.
Como é a visão das moscas?

Última atualização: 04 Junho, 2021

Toda vez que uma pessoa tenta capturar um desses insetos, inevitavelmente surge a seguinte pergunta: como é a visão das moscas? É natural se questionar sobre isso, já que a agilidade das moscas é muito superior a de um humano. No entanto, essa capacidade de se esquivar da morte tem a ver com questões mais profundas.

Neste artigo, você vai descobrir alguns fatos sobre esses invertebrados e, o que é mais interessante, como funciona seu sistema visual. Não deixe de ler com atenção, porque a visão das moscas é mais surpreendente do que parece.

Características das moscas

As moscas fazem parte da família Muscidae. Seu corpo é dividido em tagmas (ou segmentos corporais): cabeça, tórax e abdômen. Já seu órgão oral é formado por uma série de apêndices, que variam de acordo com a alimentação de cada espécie.

Como bons insetos, as moscas têm 6 patas inseridas no tórax, com suas respectivas almofadas, que servem para aderir a qualquer superfície em qualquer ângulo.

Além disso, esses invertebrados possuem filamentos sensíveis em toda a superfície do corpo, o que lhes permite cheirar e saborear as áreas por onde passam. Na verdade, quando as moscas andam sobre algum alimento, elas estão experimentando, para ver se gostam.

Embora algumas espécies sejam ovovivíparas, as fêmeas normalmente colocam seus ovos perto ou dentro de matéria orgânica em decomposição. As moscas passam por 4 estágios de desenvolvimento: ovo, larva, pupa e adulto.

Esses invertebrados são interessantes em muitos aspectos, mas a visão é claramente um de seus pontos fortes. Nas seções a seguir, você poderá se aprofundar junto com a gente nesse assunto.

A visão das moscas e outros segredos.

Tipos de olhos nas moscas

Se você já viu uma imagem ampliada dos olhos de uma mosca, é fácil perceber que eles são fragmentados. Mais especificamente, podemos dizer que esses insetos possuem dois olhos compostos por unidades receptivas (chamadas de omatídeos) de formato hexagonal. Cada unidade possui uma lente (córnea) e uma camada de células fotorreceptoras, os bastonetes.

Em algumas espécies, também estão associados à visão os ocelos (olhos simples na região dorsal da cabeça), responsáveis apenas por perceber diferentes intensidades luminosas. As moscas não têm pupilas, por isso não conseguem regular a quantidade de luz que chega à retina.

Existem 2 tipos de olhos compostos de acordo com as necessidades de visão das moscas. São os seguintes:

  • De aposição: cada omatídeo fixa fragmentos de uma imagem, que posteriormente serão integradas ao cérebro da mosca. A resolução da visão aumenta com o tamanho do animal.
  • De sobreposição: em geral, aqui cada omatídeo captura imagens totais do ambiente, que se sobrepõem quando são integradas.

Como é a visão das moscas?

Embora possa parecer que sim quando nos aproximamos delas pelas costas, as moscas não têm uma amplitude visual de 360 graus, mas estão perto disso. Por outro lado, em relação à nitidez e à diferenciação de cores e formas, a visão desses insetos é pouco desenvolvida.

Como seu alimento normalmente está morto ou simplesmente é imóvel, as moscas não precisam desenvolver a percepção do movimento.

Contudo, o que é realmente chocante é a sua percepção do tempo: segundo estudos, a captação dos intervalos de tempo pode estar relacionada ao tamanho do animal e à sua taxa metabólica. As moscas, comparadas aos humanos nesse sentido, veriam o tempo passar muito mais lentamente.

O ritmo de fusão de cintilação na visão das moscas

Para entender como é possível que o tempo passe mais lentamente para as moscas, é necessário saber que a percepção subjetiva do tempo depende em grande medida da quantidade de imagens estáticas que chegam ao cérebro. Ou seja, quanto mais imagens esse órgão tiver para integrar, mais longo será o filme, por assim dizer.

Quanto menor o animal, mais flashes de imagens a retina captura por segundo. Especificamente, os humanos registram 60 flashes por segundo, enquanto as moscas registram incríveis 250, até 400 em algumas espécies.

As moscas são animais ovovivíparos dependendo do tipo de reprodução.

As moscas, tão odiadas por zumbirem em nossos ouvidos, fazem os humanos se aprofundarem em assuntos tão importantes quanto a passagem do tempo. Esses insetos são a demonstração viva de que as respostas não estão apenas nas estrelas e nos grandes corpos, mas que o que nos parece insignificante, no final, pode ser digno de consideração.

Pode interessar a você...

Por que há mais moscas no verão?
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Por que há mais moscas no verão?

Além da antipatia natural por sua presença, surge a pergunta: por que há mais moscas no verão do que no inverno? Entenda e saiba como eliminá-las.



  • Metabolic rate and body size are linked with perception of temporal information. (2013, 1 octubre). ScienceDirect. https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0003347213003060
  • Bialek, W. & van Steveninck, R. R. (2005). Features and dimensions: Motion estimation in fly vision. arXiv preprint q-bio/0505003.
  • Borst, A. (2009). Drosophila’s view on insect vision. Current biology, 19(1), R36-R47.