Conheça o condor dos Andes, um pássaro majestoso

· agosto 1, 2018
É um grande raptor de caça, cujo voo é espetacular, mas que está em perigo de extinção. Ele é capaz de engolir 5 quilos de carne em um único dia, e pode passar até 5 semanas sem comer nada.

Ele vive na Cordilheira dos Andes e é um pássaro verdadeiramente majestoso em pleno voo. Neste artigo, contaremos tudo sobre o condor dos Andes, originário da América do Sul e símbolo nacional de vários países da região.

Características do Condor dos Andes

É a maior ave voadora do planeta – apenas superada pelos albatrozes real e viajante em termos de envergadura:  pode atingir 1,42 metro de altura e os machos pesam 15 quilos. Quando desdobra suas asas, atinge 3,30 metros. É por isso que é tão impressionante vê-lo voar!

A cabeça do condor não tem penas, mas nos machos cresce uma crista ou protuberância semelhante à dos galosUma das peculiaridades desse pássaro é que ele muda de tom de acordo com o humor: ele pode passar de mais para menos avermelhado.

Ambos os sexos têm bicos curvados com bordas afiadas, pernas com unhas levemente curvadas, que lhes permitem agarrar a carniça, e que também servem para caminhar entre rochas e montanhas.

condor dos Andes

A plumagem nos adultos é negra, com uma parte branca na parte de trás das asas e no pescoço. Os olhos são avermelhados e o rosto não tem penas, mas algumas “rugas” são acentuadas com a idade do espécime. Outra curiosidade do condor é que eles quase não fazem sons, devido à atrofia na siringe, órgão vocal das aves.

Habitat do condor dos Andes

Como o próprio nome sugere, o condor dos Andes vive nas proximidades da cordilheira dos Andes, da Venezuela à Terra do Fogo, na Argentina. Um dos maiores territórios habitados por esta ave é o Canhão de Colca, no Sul do Peru.

A área de maior difusão desta espécie é a Patagônia e o Pampa argentino, bem como na região andina que este país compartilha com o Chile.

É uma das aves que pode voar em altitudes mais elevadas: para isso aproveita as correntes térmicas ascendentes de ar quente. Pode atingir 6,5 mil metros de altura e planar quilômetros, sem praticamente mover suas asas estendidas. Isso seu reduz o consumo de energia e, assim, ele pode ir mais longe.

Comportamento do condor dos Andes

Quanto a sua alimentação, é uma ave de carniceira com todas as letras: uma vez que detecta um animal morto, sobrevoa o cadáver por cerca de dois dias. Primeiro come as partes moles, depois usa seu bico forte e rasga o corpo. O condor pode comer até cinco quilos de carne em um único dia e depois passar cinco semanas sem comer.

condor dos Andes

Vive em grupos que estão localizados nas partes mais altas das montanhas e penhascos, protegidos do vento, chuva e predadores. Nestes abrigos, muito difíceis de serem encontrados, jovens e adultos de ambos os sexos dormem juntos.

No que diz respeito à reprodução, é uma espécie monogâmica – como a maioria das aves de rapina – que, quando encontra um parceiro, aos três anos de idade, o mantém por toda a vida.

As cavernas ou paredes de pedra servem como um ninho e em cada estação a fêmea põe um único ovo, que ambos os pais chocam por quase dois meses. Uma vez que o filhote nasce, ele é alimentado com carne regurgitada. Aos seis meses, as crias tentam dar seus primeiros passos fora do ninho.

Até um ano e meio o filhote continua a viver com seus pais e depois disputa um lugar na carniça com os outros jovens do grupo.

O condor dos Andes, às vezes confundido com o abutreé considerado uma espécie quase ameaçada, devido às baixas taxas de reprodução. Existem projetos de conservação para criá-los em cativeiro, embora ainda não se possa falar de sucesso, porque o processo pode levar vários anos.

Finalmente, é interessante notar que o condor é uma ave cheia de misticismo e simbolismo: os Incas acreditaram que ele era imortal e todas as tribos andinas afirmavam que era responsável pelo nascer do sol todas as manhãs. Ele aparece nos brasões da Bolívia, Colômbia, Chile e Equador e é o logotipo de uma companhia aérea Argentina.