Corvo como animal de estimação: completa loucura?

· agosto 6, 2018
Talvez o grande tamanho e necessidade de espaço para voar sejam os maiores empecilhos para tê-los em casa, mas caso sejam domesticados desde pequenos, se transformam em animais muito amáveis.

Para uns, um animal ligado ao demônio. Para outros, uma simples ave. Mas também existem os que adotam os corvos como seus melhores amigos. O certo é que o corvo como animal de estimação ou de companhia não é algo novo: data de muitos séculos atrás.

Mas como manter uma ave desse tipo? A resposta pode ser mais simples do você pensa. De fato, suas necessidades são tão básicas como as de qualquer papagaio ou cacatua no mundo.

Um animal peculiar

Os corvos são animais migratórios de natureza necrófaga. Ou seja, se alimentam de presas ou restos de outros animais. Além disso, são pássaros onívoros, portante também ingerem plantas ou outros alimentos sem grandes prolemas.

Um detalhe muito importante é que os corvos são animais muito territoriais. Não toleram a presença de outros animais de qualquer espécie ou que não pertencem ao seu bando. No momento em que detectam a presença de alguém fora de sua família, começam a agredi-lo e machucá-lo.

Quando estão em liberdade, sua dieta principal consiste em ovos de aves menores que eles e sementes de qualquer tipo. Como esses alimentos não estão disponíveis todos os dias, os corvos possuem uma grande capacidade para caçar animais pequenos.

Além disso, são animais muito sociáveis e com um coeficiente intelectual maior que de muitas espécies. Sua inteligência é tamanha que podem reconhecer rostos humanos com pouco esforço. Por isso, muitas pessoas os consideram amigos ideais, sabendo como tratá-los e respeitá-los corretamente.

corvo como animal de estimação

É difícil ter um corvo como animal de estimação?

Se você tentar domesticar um corvo que já tenha estado em liberdade, é muito provável que o animal o reconheça e permita que se aproxime. Mas isso não significa que você teve sucesso. O pássaro só tolerará sua presença e se aproximará de você porque o enxerga como fonte de alimento.

Porém, se criamos nosso corvo desde filhotinho, o resultado será muito diferente. Como sabemos, os animais que nos reconhecem desde pequenos nutrem um carinho por nós. O que significa que depositarão toda sua confiança em nós.

Graças a sua capacidade de reconhecer rostos humanos, o animal não terá nenhum problema em reconhecer os membros de sua família. Principalmente aqueles que o alimentam diariamente.

Ao contrário do resto das aves domésticas, o corvo de estimação não deve ser preso em gaiolas durante muito tempo. As asas do animal costumam quebrar com facilidade se não forem usadas regularmente. Se uma gaiola é indispensável, o melhor são aquelas quadradas e com espaço suficiente para o animal se exercitar.

Um detalhe: os corvos são capazes de abrir as próprias gaiolas e sair por conta própria. Isso significa que não é um animal para lugares pequenos. Chega a alcançar até 70 centímetros de altura em suas maiores espécies, com uma envergadura de até 1,5 metro.

Vantagens do corvo como animal de estimação

Se você conseguiu criar um corvo como animal de estimação, terá muitas vantagens em relação a outras aves. Os corvos são animais caçadores, ajudando a manter a casa livre de insetos.

Uma característica muito particular dos corvos é que repetem mais palavras que os papagaiosTêm uma grande capacidade de aprendizado de palavras humanas e chegam a associar os significados de algumas delas em certos casos.

corvo como animal de estimação

Um pensamento muito comum é que esses animais são ariscos e violentos: é verdade, mas apenas quando são selvagens. Os corvos domesticados são exatamente o contrário: são muito carinhos e afetuosos com os membros da família. Alguns exemplares são mais brincalhões que outros, mas isso não costuma ser tão comum.

A alimentação de um corvo não é complicada. Podem comer tanto animais como grãos diversos. Existem diversos exemplos que mostram como esses animais podem se comportar se são criados com carinho.

Aspectos negativos

Tanta afetividade não sai de graça. Os corvos são muito ciumentos, por mais incrível que pareça. Os domesticados, similar aos selvagens, não toleram outros animais em seu ambiente, pois são territoriais. Se você tem um ou mais bichos de estimação, pense nisso antes de criar um corvo.

Os corvos chegam a ser animais muito curiosos, graças a sua inteligência. E parece que um dos vários mitos sobre eles é verdade. Adoram objetos brilhantes, fazendo com que seja comum que eles peguem e escondam o que não lhes pertence.

Apesar disso, temos certeza de que você estará preparado para ter um corvo como animal de estimação. Se você tiver paciência e muita boa vontade, essa ave poderá se tornar um amigo para a vida toda.