9 curiosidades sobre o gato noturno

O comportamento dos gatos noturnos originou-se principalmente de seu instinto de caça. No entanto, como a caça não é mais necessária para eles atualmente, é percebido como um comportamento estranho e irritante por alguns tutores.
9 curiosidades sobre o gato noturno

Última atualização: 14 junho, 2022

Se você tem gatos, é provável que tenha tido problemas para fazê-los adormecer à noite. Isso está ligado à sua predileção pela vida noturna, o que os faz preferir realizar suas atividades no escuro e não durante o dia.

Esse comportamento está intimamente relacionado à sua natureza selvagem, por isso às vezes é difícil tentar resolvê-lo. É claro que o processo de domesticação deu a esses animais a capacidade de se adaptar ao horário dos humanos, embora isso também dependa muito de cada espécime. Se você quer saber algumas curiosidades sobre o comportamento de um gato noturno, continue a leitura.

Dados peculiares do gato noturno

Apesar de os gatos fazerem parte da vida humana há muito tempo, eles ainda mantêm certos instintos e características que lembram seus ancestrais selvagens. Portanto, não é de surpreender que seus padrões de sono possam ter certos conflitos. Conheça as curiosidades mais peculiares de um gato noturno.

1. Não são tão noturnos quanto parece

Os felinos domésticos provêm de uma linhagem que se caracterizava por ser crepuscular. Ou seja, eles ficavam ativos principalmente nas horas antes do amanhecer e do anoitecer. Essa versatilidade é o que permite que eles fiquem acordados parte do dia e convivam com seus tutores, embora também seja o que os deixa mais ativos à noite.

2. Aproveitaram a escuridão para caçar suas presas

Uma das razões pelas quais os ancestrais dos gatos eram crepusculares é porque a escuridão permitia que eles pegassem facilmente suas presas. Dessa forma, eles usavam a iluminação ruim a seu favor e melhoravam a taxa de sucesso de sua caçada.

3. Podem modificar seus horários

Como mencionado acima, nem todos os gatos tendem a apresentar comportamentos noturnos, pois alguns se adaptaram a conviver com os horários de seus tutores. Isso só é possível porque na natureza os gatos domésticos também se adaptaram ao padrão de atividade de suas presas. Graças a isso, um gato noturno ainda pode ser educado para melhorar seus hábitos e evitar noites sem dormir.

4. Estão adaptados à noite

Embora possam adaptar seu padrão de atividade a quase qualquer momento, a biologia dos gatos apresenta ótimas adaptações para uma vida noturna. Por exemplo, seus olhos têm uma série de células (tapetum lucidum) que refletem a luz e permitem que eles enxerguem melhor no escuro. Na verdade, essa é a razão pela qual seus olhos brilham se um feixe de luz é direcionado diretamente para seus olhos.

Por que os olhos dos gatos brilham no escuro?

5. Existem gatos selvagens que são noturnos

Devido à irresponsabilidade de alguns tutores, em várias partes do mundo têm se formado populações de gatos selvagens noturnos que vivem sozinhos na natureza. Esses espécimes são filhotes de gatos domésticos abandonados, então não são completamente selvagens. No entanto, são o mais próximo que se pode chegar de uma linhagem de vida “selvagem”.

6. Os gatos dormem 16 horas por dia

Um dos aspectos mais importantes do ciclo do sono felino é que esses animais dormem em média cerca de 16 horas por dia. Claro, eles não adormecem continuamente como os humanos, mas em pequenos períodos de cerca de 4 horas, distribuídos ao longo do dia. De fato, graças a esse padrão de sono, os gatos podem facilmente mudar seus horários.

7. Seu comportamento noturno nem sempre se deve aos seus hábitos

Algo que é essencial saber é que os hábitos de um gato noturno nem sempre são causados por um problema de comportamento. Em alguns casos, dores, desconfortos e diversas doenças podem fazer com que o felino não durma bem. Portanto, antes de tentar modificar seu comportamento, leve-o a um veterinário para descartar qualquer problema de saúde.

Exemplo das 6 doenças hereditárias em gatos.

8. Manterá seus hábitos desde que lhe tragam benefícios

Um gato noturno pode encontrar certos benefícios na manutenção de seus hábitos. Por exemplo, se cada vez que se levantar, seus tutores o mimarem ou derem alguma recompensa para que não faça barulho, o gato começará a repetir a ação para continuar obtendo os benefícios. Isso significa que, se você quiser eliminar o comportamento dele, terá que começar a ignorar suas ações para que ele entenda que não está ganhando nada com isso.

9. Podem ser muito exigentes

Se você já teve gatos antes, certamente percebeu que alguns podem ser bastante exigentes. Portanto, eles podem evitar dormir à noite porque sua cama é desconfortável ou muito quente (ou muito fria). Além disso, se eles não gostarem da área onde costumam descansar, provavelmente a evitarão e não mudarão de ideia até que você faça mudanças.

Os gatos são um dos animais de estimação mais peculiares que podem ser mantidos em casa, pois seu temperamento e caráter os tornam únicos em todos os sentidos da palavra. No entanto, se todos os aspectos de seu bem-estar não forem atendidos, é provável que ele se torne um gato noturno e cause estragos em casa.

Pode interessar a você...
Por que os gatos dormem mais de dia do que à noite?
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Por que os gatos dormem mais de dia do que à noite?

Você sabia que um gato adulto dorme entre 12 e 15 horas por dia, enquanto um filhote necessita de 20 horas diárias de descanso?



  • CATS PROTECTION (2015). Essential Guide: Understanding your cat’s behaviour. Recuperado el 3 de mayo de 2022, disponible en: https://www.cats.org.uk/media/1020/eg09_understanding_your_cats_behaviour.pdf
  • Ursin, R., Moses, J., Paul, N., & Johnson, L. C. (1983). REM-NREM cycle in the cat may be sleep-dependent. Sleep, 6(1), 1-9.
  • Díaz, A. (2018) Gatos Ferales: ¿Qué son y cómo ayudarlos?. (Tesis de Grado, Universidad Autónoma Metropolintana).
  • Cruz-Reyes, A. (2009). Fauna feral, fauna nociva y zoonosis. Biodiversidad del ecosistema del Pedregal de San Angel. Sección: restauración, conservación y manejo, 453-461.