Curiosidades e hábitos da raposa-cinzenta

Ao pensar em uma raposa, as palavras astúcia e cautela rapidamente vêm à mente. E esses adjetivos descrevem perfeitamente a raposa-cinzenta.

Última atualização: 25 Dezembro, 2020

Ao longo da história, a raposa-cinzenta tem sido um animal extremamente valorizado pela indústria de peles. A tonalidade marcante da sua pelagem é uma de suas características distintivas.

Além da exploração humana para fins estéticos, as raposas sempre desempenharam um papel importante em fábulas e histórias. Você conhece os hábitos das raposas? A seguir, vamos comentar essa e outras curiosidades sobre a raposa-cinzenta, um animal enigmático e inteligente.

A raposa-cinzenta

A raposa-cinzenta recebe o nome científico de Urocyon cinereoargenteus. Seu próprio nome indica a sua característica mais marcante: a cor cinza ou prata da sua pelagem.

Relação com os cães

Às vezes, a raposa pode ser confundida com um cachorro pequeno. Isso se deve ao fato de que esse mamífero quadrúpede se assemelha muito aos canídeos, já que ambos pertencem à família Canidae.

No entanto, enquanto os cães pertencem ao gênero Canis, as raposas são divididas em gêneros distintos. Por exemplo, a raposa-vermelha é conhecida como Vulpes vulpes, enquanto a raposa-cinzenta faz parte do gênero Urocyon.

Anatomia

Em relação ao corpo, esse animal é pequeno e alongado, e possui uma cauda longa e espessa. Sua morfologia inclui patas relativamente curtas em relação ao resto do corpo.

Seu focinho é pontudo e curto, seguido por olhos grandes e orelhas de tamanho considerável em comparação com o resto de suas proporções. Graças às garras em suas patas, é conhecida por ser um magnífico escalador de árvores.

O pelo da raposa-cinzenta

Por outro lado, seu pelo pode ser de diferentes tonalidades, dependendo da espécie à qual o animal pertence. No caso da raposa-cinzenta, seu pelo mostra a coloração que lhe dá seu nome. No entanto, esse animal costuma apresentar uma mistura de tons diferentes distribuídos em distintas partes do corpo:

  • Principalmente, a cor cinza se estende pela área das costas.
  • Já a área do ventre é de tonalidade marrom-avermelhada.
  • Por outro lado, as patas, a parte posterior das orelhas e os lados do pescoço apresentam uma tonalidade amarelada.
  • Ao longo do abdômen – até a garganta e a nuca – existem áreas brancas.
  • Por fim, sua cauda longa e esponjosa tem uma faixa preta de cima para baixo.

Aparentemente, não há dimorfismo sexual que possa ser distinguido a olho nuA única característica diferencial entre machos e fêmeas que pode ser discutida é que os machos são, em média, maiores.

Alimentação

Ao classificar a espécie de acordo com sua dieta, esse mamífero é identificado como um animal onívoro. Portanto, podemos determinar que a sua dieta pode ser bastante variada.

Principalmente, as presas comuns do seu dia a dia são pequenos vertebrados. Entre eles, os mais encontrados são coelhos, esquilos ou ratos. Da mesma forma, também se alimenta de outras presas, como insetos ou pássaros. Por outro lado, por ser onívoro, pode se alimentar de diversos tipos de vegetais, como bagas e outras frutas.

Habitat da raposa-cinzenta

Quanto ao seu habitat, a raposa-cinzenta é encontrada preferencialmente em locais com vegetação alta. Isso inclui florestas e áreas com riachos, uma vez que os indivíduos escolhem territórios que tenham nascentes de água nas proximidades.

Portanto, essa espécie pode ser encontrada em regiões arborizadas da região sul dos Estados Unidos. Também está presente na América Central e do Sul, podendo ser encontrada até na Venezuela.

Comportamento

Foi observado que a raposa-cinzenta é um animal noturno. Isso implica que geralmente não é vista durante o dia, pois permanece em sua toca até o anoitecer.

Quanto às tocas, costumam ser encontradas sob pedras ou em buracos em construções abandonadas. Por outro lado, a raposa-cinzenta é uma grande alpinista, uma característica que a ajuda a escapar dos seus predadores, como os coiotes, os pumas ou as águias-reais.

Estado de conservação

Seu estado de conservação não é grave, já que foi catalogada na seção “Pouco Preocupante” da Lista Vermelha de espécies. De acordo com essa categoria estabelecida pela União Internacional para Conservação da Natureza (UICN), suas populações na natureza estão estáveis.

Isso acontece porque os indivíduos na natureza normalmente não estão expostos aos fatores de risco mais comuns para essa espécie. Mesmo assim, alguns parâmetros que podem diminuir seus números populacionais são os seguintes:

  • Perda, fragmentação ou degradação do seu habitat: normalmente, os humanos são os responsáveis ​​por esses eventos. Eles tendem a transformar essas áreas em zonas industriais, agrícolas ou urbanas.
  • Doenças virais: as raposas-prateadas sofreram baixas significativas devido a vírus como a cinomose, parvovírus canino ou vírus da raiva.

Como vimos, a raposa-cinzenta é um animal que se adapta bem às mudanças. Esse traço oferece uma grande vantagem evolutiva sobre outros congêneres ou espécies que não o apresentam, uma vez que as mudanças climáticas favorecem a permanência das espécies mais generalistas.

A biodiversidade mundial é composta por uma infinidade de espécies, todas elas relevantes para o seu bem-estar. Nosso dever e responsabilidade é proteger a natureza, bem como as suas diferentes espécies e ecossistemas. 

Pode interessar a você...
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
A raposa polar: características, alimentação e habitat

Como o nome sugere, a raposa polar vive nas latitudes mais setentrionais do nosso planeta. É um exemplo de perfeita adaptação ao seu habitat.