Diferenças entre lebres e coelhos

janeiro 4, 2019
Apesar de suas grandes semelhanças, a verdade é que esses mamíferos diferem não apenas quanto à sua morfologia, mas também em termos de comportamento e caráter. Além disso, um dos dois é mais fácil de domesticar que o outro.

Você pode pensar que eles são iguais, mas existem várias diferenças entre lebres e coelhos. Gostaria de saber quais são? Neste artigo, nós lhes contaremos as características de cada espécie e em que aspectos elas se diferenciam.

Características de lebres e coelhos

Com mais de 30 espécies em todo o mundo, as lebres são mamíferos da família Leporidae, que se caracterizam por: orelhas longas, velocidade de corrida e capacidade de se reproduzir continuamente.

Além disso, os animais jovens podem se alimentar sozinhos desde o nascimento.

Os coelhos também pertencem à mesma família. Porém, seu corpo é coberto com pelagem de grossa e lanosa e têm dentes incisivos que crescem constantemente.

Por isso, eles precisam desgastar seus dentes em alimentos sólidos e muitas vezes vivem em pares ou sozinhos, dentro de tocas que podem ser bastante complexas.

Diferenças entre lebres e coelhos

Depois de fazer as apresentações relevantes, o próximo passo é descrever as diferenças entre lebres e coelhos:

  1. Tamanho

Para começar, as lebres são maiores do que coelhos, e isso inclui as orelhas e pernas, que são mais longas. 

Os membros das lebres lhes permitem correr longas distâncias em um curto espaço de tempo. Já os coelhos usam as patas traseiras para dar ‘impulso’ no chão, se estão com raiva ou precisam se defender.

Menina com coelhinho

  1. Mecanismo de defesa

Lebres e coelhos são devorados por quase os mesmos predadores (principalmente carnívoros e aves de rapina), mas se defendem contra o perigo de forma completamente diferente.

As lebres fogem em alta velocidade, aproveitando-se de suas longas pernas para cansar o adversário.

Quanto ao coelho, ele tem dois métodos para evitar o perigo: pode cavar rapidamente um buraco no chão e se esconder ou, ainda, permanecer estático para passar despercebido.

  1. Gravidez e reprodução

A “gravidez” das lebres é mais longa que a dos coelhos: dura 42 dias, ao invés de 30. Os descendentes dos primeiros já estão totalmente desenvolvidos no nascimento, nascem com pelos e de olhos abertos.

O oposto acontece com os coelhos, que saem do ventre de sua mãe sem conseguir andar nem regular a temperatura.

  1. Casa

Embora ambas as espécies vivam em tocas, a verdade é que os coelhos têm maiores habilidades como engenheiros, construtores e arquitetos.

Eles cavam galerias subterrâneas dignas de admiração, onde têm seus filhotes, abrigam-se dos perigos e dormem durante o dia.

Por outro lado, as lebres parecem ser mais “preguiçosas”, uma vez que fazem apenas pequenos montes de terra onde as fêmeas dão à luz aos seus filhotes ou descansam.

  1. Sociabilidade

Enquanto as lebres são animais bastante solitários, que só se ‘juntam’ quando é hora de acasalar ou nos primeiros dias após a fêmea dar à luz.

Já os coelhos muitas vezes vivem em grupos ou colônias com maior ou menor número de indivíduos, de acordo com a abundância de comida. Nestes grupos, há um macho dominante, que deve lutar para alcançar o seu posto.

lebres

  1. Os dois podem ser um animal de estimação?

Os coelhos são geralmente escolhidos como animais de estimação em muitas casas, devido ao seu comportamento silencioso, seu pequeno tamanho, sua ternura e docilidade.

Embora as lebres possam ser domesticadas, a verdade é que seus instintos selvagens são muito mais fortes.

Além disso, é mais difícil conseguir uma lebre em uma loja de animais, ao invés de um coelho. Por outro lado, para ter uma lebre em casa, devemos ter uma grande área que permita que ela corra à vontade.

Por outro lado, se escolhermos um coelho, há espécies anãs que se adaptam melhor a terrários ou jaulas.

Finalmente, devemos notar que não há nenhuma diferença entre lebres e coelhos em relação à pelagem ou alimentação.

Ambas as espécies podem ter cores variadas e se alimentam de frutas, legumes, folhas e plantas.