Diferenças entre os gatos carey e calicó

Os termos carey e calicó têm sido usados de forma intercambiável, como se fossem sinônimos, para se referir ao padrão tricolor dos gatos. No entanto, isso não é totalmente correto. Aprenda a diferenciá-los aqui.
Diferenças entre os gatos carey e calicó
Georgelin Espinoza Medina

Escrito e verificado por a bióloga Georgelin Espinoza Medina.

Última atualização: 16 novembro, 2022

Existe uma grande variedade de colorações de pelagem em gatinhos. Há os de tons claros e escuros, e com e sem manchas, que geram diferentes padrões. Um dos mais marcantes são aqueles que possuem diversas cores em sua pelagem, como os gatos carey e calicó, com desenhos característicos e interessantes. No entanto, você sabe como diferenciá-los?

Esses gatos não pertencem a uma raça específica e muitos deles são mestiços, mas têm uma bela pelagem de várias cores, que um especialista pode distinguir muito bem. Assim, neste artigo vamos apresentar as características e diferenças entre ambos os tipos, não as perca.

Cor da pelagem em gatos

Gato malhado deitado na janela

A cor da pelagem dos gatos é regulada por seus genes e suas interações, ou seja, pelo DNA em suas células. Essas estruturas são as que controlam a presença de pigmentos e sua distribuição no corpo.

Existem dois pigmentos que determinam as cores nos gatinhos, o preto (eumelanina) e o laranja (feomelanina), presentes em diferentes genes. No entanto, existem outros genes que interagem com eles para produzir os diferentes tons e padrões de manchas e listras. Por exemplo, o de diluição, que torna as cores mais claras, ou o que gera manchas brancas, entre outros.

A tonalidade branca nos gatos também se deve a outro gene que gera despigmentação no pelo.

Como é um gato carey?

A palavra carey significa uma mistura de laranja e preto. Ao se referir ao laranja, refere-se a diferentes tonalidades, que vão do creme ao laranja-escuro (ou vermelho), passando pelo amarelo. Por sua vez, o preto inclui cinza, azul, marrom e, claro, preto.

A pelagem desses gatinhos (na verdade, gatinhas, pois a maioria é do sexo feminino), pode ser curta ou longa, com tonalidade escura ou clara. Em geral, possuem uma personalidade forte e demonstram seu carinho, principalmente com seus tutores, já que são animais muito sociáveis e apegados a eles. Além disso, ao longo da história, têm sido um ícone de boa sorte.

O nome desses gatos se deve ao fato de que o padrão de cor de sua pelagem se assemelha ao das tartarugas marinhas que recebem esse nome, a tartaruga-de-pente ou tartaruga-carey.

Como é um gato calicó?

Os calicós também são chamados de tricolor ou carey e branco, graças ao fato de que suas cores incluem não apenas laranja e preto, mas também branco. Essas cores podem vir em grandes ou pequenas manchas. Alguns têm muito branco, outros o têm em proporções menores.

Em certas culturas, estes gatos são um símbolo de harmonia, devido à mistura de cores que apresentam. Assim, tê-los em casa é sinal de tolerância entre os membros do grupo familiar.

Como distinguir gatos carey e calicó?

Como vimos, a única diferença entre uma carey e calicó é a presença ou ausência de branco em sua pelagem. Por um lado, o carey não tem esta cor e só tem laranja e preto. Por outro lado, há o calicó, com o verdadeiro padrão tricolor, já que as manchas brancas em seu corpo são adicionadas.

Dessa forma, você já sabe que os termos carey e calicó não podem ser usados de forma intercambiável, pois não são gatos com o mesmo padrão de cor no pelo.

Por que os gatos carey e calicó são fêmeas?

A maioria dos gatos carey e calicó são fêmeas, e isso tem uma explicação científica relacionada aos cromossomos sexuais dos gatinhos. As fêmeas têm um par de cromossomos sexuais do tipo X, ou seja, são XX, enquanto os machos têm um X e um Y, o que significa que são XY.

O gene que denota a cor laranja está localizado no cromossomo X, então os machos, como têm um único X, só podem ser laranja ou não, um caso diferente para as fêmeas, que expressam as cores laranja e preta ao mesmo tempo.

Além disso, esses gatos têm padrões de cores únicos. Portanto, dois indivíduos não podem ser exatamente iguais. Isso se deve aos mesmos cromossomos sexuais, pois nas fêmeas, ao apresentar dois X, um deles é inativado aleatoriamente em cada célula, produzindo, assim, as manchas distintas.

Gatos machos de carey e calicó

Gatos bico-de-pente para adoção

Embora seja normal que esses gatos sejam do sexo feminino, há uma pequena probabilidade de que ocorram indivíduos do sexo masculino (na verdade, bastante pequena, pois são muito raros). Isso geralmente se deve a uma anormalidade cromossômica, na qual os gatinhos teriam um cromossomo X extra, ou seja, seriam XXY. Além disso, a maioria desses filhotes é estéril, fato associado ao seu cromossomo extra, como ocorre em outras espécies de mamíferos.

Como você pode ver, a única diferença entre os gatos carey e calicó é a presença ou ausência de branco em sua pele. Sejam eles de um tipo ou de outro, esses gatinhos são verdadeiramente encantadores e bonitos. Eles também representam um símbolo mágico ao longo da história, por isso tê-los em casa atrai boa sorte e harmonia.


Todas as fontes citadas foram minuciosamente revisadas por nossa equipe para garantir sua qualidade, confiabilidade, atualidade e validade. A bibliografia deste artigo foi considerada confiável e precisa academicamente ou cientificamente.


  • Centerwall, W., & Benirschke, K. (1973). Male tortoiseshell and calico (T-C) cats. Journal of heredity, 64(5), 272–278.
  • Fabregat, N. (2013). Gatos carey. Don gatos, 17, 11-15.
  • Pedersen, A., Berg, L., Almstrup, K., Thomsen, P. (2014). A Tortoiseshell Male Cat: Chromosome Analysis and Histologic Examination of the Testis. Cytogenetic and Genome Research, 142, 107-111.
  • Segura-Correa, J., Magana-Monforte, J., Santos-Ricalde, R., & Ek-Mex, E. (2020). Variedades de coloración en pelaje de mininos como respuesta a la expresión genética. Bioagrociencias, 13(2), 13-19.

Este texto é fornecido apenas para fins informativos e não substitui a consulta com um profissional. Em caso de dúvida, consulte o seu especialista.