Dragões barbudos: você já ouviu falar deles?

· fevereiro 17, 2019
Você gosta de répteis? Conheça todas as vantagens de ter um dragão barbudo e como você deve cuidar dele. 

Os dragões barbudos são pequenos e simpáticos lagartos que ganharam grande popularidade como animais de estimação nas últimas décadas. Atualmente, esses répteis são os representantes mais reconhecidos do gênero dos Pogonas. A seguir, falaremos mais sobre o dragão barbudo, suas características físicas e comportamento.

Dragão-barbudo: taxonomia e características físicas

Em geral, usamos o termo “dragão barbudo” para nos referirmos a várias espécies do gênero dos PogonasA espécie mais popular como animal de estimação na maioria dos países é o Pogona vitticeps

Portanto, vamos nos concentrar nas características deste representante dos dragões barbudos.

Trata-se de pequenos lagartos, que geralmente medem entre 50 cm e 60 cm na idade adulta. O peso corporal médio dessas espécies é de cerca de 400 a 450 gramas.

Sua cabeça é de forma triangular e tem numerosas escamas espinhosas em volta, que também cobrem todo o corpo.

Quando o animal se sente ameaçado ou assustado, infla as escamas da cabeça e estas assumem uma cor preta. 

Esta é uma das suas habilidades mais notáveis, embora não seja um bom sinal. Um dragão barbudo que se sente confortável em sua casa não precisa adotar esse mecanismo defensivo.

dragão barbudo

Dimorfismo sexual

Os dragões barbudos têm um óbvio dimorfismo sexual, o que torna mais fácil diferenciar os machos das fêmeas. Os machos são os únicos espécimes que mostram poros femorais dentro de seus feixes.

Ambos os sexos podem ter diferentes tonalidades em seu corpo, sendo as mais comuns o verde, avermelhado, cinza, marrom e laranja.

Além disso, devemos enfatizar que a cor do dragão barbudo pode variar de acordo com a temperatura de seu entorno e seu “humor”.

Personalidade e comportamento dos dragões barbudos

O sucesso destes pequenos répteis como animais de estimação, deve-se não apenas à sua beleza peculiar, mas também ao seu caráter adorável.

Dragões barbudos são geralmente muito dóceis e equilibrados, destacando a alta sociabilidade de seu temperamento.

Por todas estas razões, é geralmente uma das espécies mais recomendadas para os cuidadores iniciantes.

Devido à sua docilidade e tamanho pequeno, eles são mais fáceis de manusear e cuidar do que os répteis de grande porte e temperamento complexo, como as iguanas.

Outra vantagem de adotar um dragão barbudo como animal de estimação é que a população deste réptil é considerada estável na natureza. Isto é, dragões barbudos não estão entre as espécies ameaçadas de extinção.

Devemos sempre lembrar a importância de uma adoção responsável. Não é recomendado adquirir animais de qualquer espécie de indivíduos sem certificação ou pela Internet.

Idealmente, procure por fornecedores aprovados, criadouros ou centros de resgate de animais exóticos, ao adotar seu réptil.

Habitat natural

Os dragões barbudos são espécies nativas do sudoeste da Austrália, mais precisamente das savanas e desertos desta região. Eles também podem ser encontrados naturalmente nos estados de Nova Gales do Sul, na Austrália.

Ao adotar um dragão barbudo como animal de estimação, será essencial fornecer um ambiente propício para o seu desenvolvimento físico e cognitivo.

Estes pequenos répteis sentem-se confortáveis ​​em substratos terrosos ou arenosos e gostam de ter ramos e pequenos troncos secos, bem como pedras, à sua disposição.

Teremos que prestar especial atenção à temperatura e umidade do seu terrário e seus arredores. 

Como estão acostumados a climas quentes e secos, as temperaturas médias de seu ambiente devem estar entre 30 ºC e 36 ºC durante o dia, e 21 °C ou 23 ºC à noite. Por sua vez, a umidade nunca deve estar acima de 50%.

Alimentação e saúde do dragão barbudo

alimentação do dragão barbudo

Na natureza, os dragões barbudos são animais onívoros que geralmente mantêm uma dieta variada. A variedade de alimentos consumidos em sua dieta geralmente varia de acordo com a disponibilidade de comida em seu habitat e a época do ano.

Portanto, será muito importante oferecer uma nutrição completa e equilibrada ao seu dragão barbudo, com base em suas necessidades nutricionais.

Junto com frutas e legumes, precisaremos incluir pequenos animais, como insetos e caracóis, em sua dieta. Em lojas especializadas em répteis, podemos encontrar uma boa variedade desses alimentos.

Outro cuidado essencial será levar seu lagarto ao veterinário regularmente. Esses pequenos lagartos são especialmente vulneráveis ​​a ectoparasitas, especialmente ácaros. Portanto, a limpeza do seu terrário e da casa deve ser muito cuidadosa.

Collar, D. C., Schulte, J. A., O’meara, B. C., & Losos, J. B. (2010). Habitat use affects morphological diversification in dragon lizards. Journal of Evolutionary Biology. https://doi.org/10.1111/j.1420-9101.2010.01971.x