Como funciona a fonte de água para gatos?

· abril 17, 2019
A fonte de água para gatos se tornou cada vez mais popular porque os felinos preferem a água em movimento

Os gatos têm preferência por água em movimento. É por isso que os veterinários recomendam a fonte de água para gatos para garantir que eles bebam a quantidade suficiente de líquidos em um dia.

A água parada hospeda inúmeras bactérias que podem ser letais. Esta é a razão pela qual os gatos são naturalmente atraídos pela água em movimento e, em quase todos os casos, bebem uma quantidade maior quando recebem água corrente.

Por que a fonte de água para gatos é tão importante?

Simplesmente porque beber uma quantidade adequada de água é vital para a saúde do seu animal de estimação, e a fonte de água para gatos quase sempre garante que ele beba mais água.

A maioria das pessoas não pensa na água como um nutriente, mas nenhum dos nutrientes que um gato ingere chegará onde deveria chegar sem a água. Então, em um sentido muito real, a ingestão de água pelos gatos é a base de toda a sua nutrição.

A água também transporta oxigênio através da corrente sanguínea e das células, hidrata os pulmões, regula a temperatura do corpo e ajuda a eliminar produtos residuais metabólicos através dos rins e do trato gastrointestinal. A ingestão de água dos gatos – quando é suficiente – contribui para uma pele elástica e um pelo brilhante. Sinais de boa saúde.

Por que a fonte de água para gatos é tão importante?

Os gatos se sentem atraídos pela água em movimento

Um impulso de sede diminuído que alguns gatos parecem mostrar pode ser devido ao fato de que eles vêm, do ponto de vista evolucionário, de um ambiente desértico. Na maioria das vezes, eles são apresentados a fontes de água pouco atrativas, ou seja, água parada em um recipiente.

Se o gato for alimentado com alimentos úmidos, a necessidade da ingestão de água será bastante reduzida, mas nunca será dispensável, e uma fonte atraente de água é ainda mais recomendada para que a ingestão do fluido vital seja suficiente. Se a dieta principal de um gato se baseia em comida seca, uma fonte é ainda mais importante.

Saiba mais sobre as necessidades de água dos gatos

Existem várias doenças renais e do trato urinário às quais os gatos são propensos e que estão associadas à ingestão insuficiente de água. Uma das doenças mais graves à qual os gatos e outros animais de estimação estão sujeitos é chamada de obstrução uretral.

Muitos gatos estão propensos a uma obstrução em sua uretra, o tubo que transporta a urina da bexiga, o que pode levar a uma condição muito grave, muitas vezes acarretando a morte.

Se não houver água suficiente disponível, ou se não houver fontes de água atraentes, o gato pode não beber o suficiente. Isso faz com que a uma urina se torne muito concentrada e é a partir daí que essa doença tende a se desenvolver.

A ingestão da quantidade suficiente de água pode impedir que isso aconteça, e este é o principal papel desempenhado por uma fonte de água para gatos.

Componentes e funcionamento da fonte de água para gatos

Bomba

Todas as fontes carregam uma bomba elétrica. Esse elemento gera o movimento constante da água e é responsável por mantê-la melhor por mais tempo, já que facilita a sua oxigenação.

Componentes e funcionamento da fonte de água para gatos

Filtro

São geralmente de carvão ativado, usado tanto para a purificação pública quanto doméstica. Esse elemento será responsável por filtrar as impurezas da água, como pelos, vestígios de poeira ou matéria orgânica que tenha entrado em contato com a água.

Difusores

Cada fonte tem um mecanismo diferente, o que nos permite escolher a maneira como queremos que a água se espalhe. Elas vêm em forma de gota, cachoeira, borbulhantes, etc. Isso dependerá do que o seu gato mais gosta.

Fonte de água para gatos: tipos

  • De plástico. A bomba é silenciosa, mas o barulho da água na plataforma de aterragem produz um som de plástico barato. A limpeza é difícil e, por ser feita de plástico, pode abrigar bactérias. Elas não são conhecidas por seu longo prazo de utilidade.
  • De aço inox. Esta é uma opção razoável. São relativamente fáceis de limpar, não arranham nem abrigam bactérias.
  • De cerâmica. Produz um tobogã que enche a tigela. É um dos modelos mais atraentes do mercado. O único aspecto negativo possível é que, quando são fabricadas na China, não há como saber se foi usado chumbo no esmalte.

https://www.cathealth.com/cat-care/nutrition/2376-should-you-get-your-cat-a-water-fountain