Doenças que podem ser transmitidas pelos gatos

· abril 2, 2019
Os gatos podem nos dar amor e nos fazer companhia, mas também podem disseminar doenças e infecções que não devem ser negligenciadas.

Os gatos podem ser infectados por diversas doenças através de mordidas e arranhões, entre outras formas.

Sabemos que existem várias doenças que os gatos podem pegar. Saber quais delas podem ser transmitidas aos seres humanos é essencial para evitá-las e agir rapidamente no caso de uma infecção.

O nome geral para doenças que são transmitidas de animais para pessoas que têm contato próximo com eles ou com suas fezes é chamado de zoonose.

De fato, existem poucas doenças que atingem os animais e que podem se espalhar para os humanos. Entretanto, isso não significa que elas não sejam doenças perigosas e com as quais devemos tomar cuidado.

Doenças como a AIDS felina, cinomose, gripe, resfriados e ancilostomídeos não podem ser transmitidas de animais de estimação para as pessoas.

No entanto, outras, como, por exemplo, toxoplasmose, toxocaríase ou doença da arranhadura do gato, etc, podem afetar os seres humanos.

Doenças do gato com as quais você deve ter cuidado

A maioria das doenças que as pessoas contraem atualmente decorrem de mordidas, arranhões ou contato direto com o animal ou suas fezes.

As mordidas e arranhões podem transmitir germes da boca do gato para a pele e isso pode causar uma infecção, que pode ser grave.

Em geral, a limpeza imediata da área lesada com água e sabão minimizará o risco de infecção, mas se ocorrer inchaço e inflamação, é melhor consultar um médico. Os principais tipos de infecções que podem ser transmitidas pelos gatos para as pessoas são:

Raiva

Gato bocejando

Esta infecção viral fatal, também chamada de hidrofobia, afeta o cérebro e a medula espinhal e causa irritação e inflamação.

O que normalmente acontece é que eles foram infectados por um animal, normalmente selvagem, portadores do vírus em sua saliva. Este vírus se espalha principalmente por meio de picadas.

Esta doença, embora encontrada mais frequentemente em cães do que em gatos, também pode se espalhar quando gatos infectados mordem seres humanos. Uma vez que os sintomas aparecem, a raiva é sempre fatal para os animais e seres humanos.

Os sintomas da raiva podem levar entre 20 e 60 dias para se manifestarem. Os sintomas variam de pessoa para pessoa, mas um em cada cinco indivíduos com raiva desenvolve um tipo de paralisia.

Os sintomas geralmente aparecem como gripe, dor de garganta, dor de cabeça, febre, náusea e vômito. Depressão, inquietação e insônia também costumam marcar o início dos sintomas da raiva.

Você também pode se interessar: Os efeitos do sol na pele do seu gato

Salmonella

As bactérias Salmonella são encontradas no intestino e fezes de humanos e animais, bem como em muitos produtos alimentares, especialmente carne crua. A bactéria Salmonella pode causar intoxicação alimentar, que por sua vez leva a diarreia e vômitos.

As pessoas podem ser infectadas com Salmonella por contato direto com seus animais de estimação ou suas fezes. A lavagem adequada das mãos é essencial depois de tocar nos animais de estimação, limpar as gaiolas dos animais ou entrar em contato com as fezes.

Os sintomas da intoxicação por salmonela são dores de cabeça, febre, diarreia e cólicas abdominais.

Micose

Micose é uma doença de pele causada por um fungo, que se instala na camada morta da pele, cabelos e unhas. Ela também é conhecida como dermatofitose.

Causa lesões circulares sob a pele e pode ser facilmente transmitida entre animais de estimação e pessoas através do toque.

O sinal mais comum de micose é uma erupção dolorosa e coceira. Às vezes, a erupção pode se tornar escamosa e bolhas podem se formar. A micose geralmente pode afetar os pés, virilha, couro cabeludo e unhas.

Há também uma forma de micose chamada micose corporal, que pode se desenvolver em qualquer parte da pele.

Toxoplasmose

A toxoplasmose é uma infecção causada por um parasita unicelular, o Toxoplasma gondii, que só pode se reproduzir nas células que revestem os intestinos dos gatos.

Enquanto a maioria dos animais de estimação podem ser portadores desta doença, somente os gatos eliminam os ovos que causam esta infecção.

Eles a contraem comendo roedores ou insetos, ou até mesmo entrando em contato com outros gatos infectados ou com suas fezes.

A toxoplasmose é transmitida aos seres humanos quando eles não lavam as mãos após entrarem em contato com as fezes de gatos.

Além disso, pode se espalhar ao comer frutas e legumes não lavados cultivados em solo contaminado por fezes de gatos. Comer carne crua ou mal passada também expõe as pessoas à forma inativa do parasita.

Se uma pessoa adquiriu toxoplasmose após o nascimento, quase nunca há sintomas. Em bebês, sintomas leves podem aparecer logo após o nascimento, mas quase sempre anos depois.

Os sintomas variam muito, dependendo do tipo de toxoplasmose com a qual a pessoa foi infectada.

Possíveis sintomas incluem febre, uma sensação geral de mal-estar e inchaço dos gânglios linfáticos. Entretanto, se o sistema imunológico de uma pessoa estiver comprometido de alguma forma, a toxoplasmose pode causar infecções cerebrais potencialmente fatais.

Você também pode se interessar: Algumas doenças das cobras

Doença do arranhão de gato

Arranhão de gato

A doença da arranhadura do gato é uma infecção que ocorre na área em que há um arranhão de gato. Ela é causada pela bactéria Bartonella henselae.

Gatinhos, cujas garras são especialmente afiadas, muitas vezes transmitem essa infecção, mesmo através de um pequeno arranhão.

Este tipo de bactéria infecta as paredes dos vasos sanguíneos em humanos, enquanto os gatos não apresentam sintomas.

Quando esta doença aparece, uma bolha vermelha pode se desenvolver em torno do arranhão. Alguns sintomas comuns da doença da arranhadura do gato são inchaço dos gânglios linfáticos, febre e dores de cabeça, bem como diminuição do apetite, em alguns casos.

Na maioria das pessoas, esses sintomas desaparecerão, mas pode levar de dois a cinco meses para isso. Um exame de sangue pode revelar anticorpos contra as bactérias que causam essa infecção.

Analgésicos, drenagem de linfonodos e, às vezes, antibióticos, são métodos para combater essa doença. E a maioria das pessoas se recupera completamente.

Infecção por Campylobacter

Esta bactéria causa infecções intestinais e pode ser facilmente transmitida de gatos para seres humanos.

Isso acontece quando as pessoas não lavam as mãos adequadamente após entrarem em contato com fezes de animais, especialmente quando eles estão com diarreia.

Essas bactérias também são encontradas em carnes e aves mal cozidas, água não tratada e leite não pasteurizado. Portanto, as fezes dos animais não são a única fonte dessas bactérias que causam infecções.

Alguns dos sintomas da infecção por Campylobacter são cólicas abdominais e dor, diarreia, que às vezes é sangrenta, náusea e vômito, além de febre.

Toxocaríase

A toxocaríase ou síndrome de migração larval visceral é uma infecção causada por vermes nematoides parasitas.

Uma vez que o homem não é o hospedeiro definitivo do verme, as larvas são incapazes de amadurecer nele, o que faz com que elas migrem erraticamente por todo o corpo, causando reações inflamatórias.

O tipo de verme encontrado em gatos é chamado Toxocara cati. A infestação de humanos por vermes intestinais é comum, especialmente em países em desenvolvimento, onde o saneamento é frequentemente deficiente e o acesso a água potável é limitado.

As causas da infecção pelo verme intestinal seguem o padrão da maioria das infestações do tipo. Os ovos do verme são descarregados nas fezes de um animal ou humano e podem ser ingeridos diretamente se as mãos contaminadas tocarem a boca.

Os ovos são incubados no intestino e larvas são liberadas. Essas larvas podem penetrar na parede intestinal, entrar na corrente sanguínea e se espalhar por todo o corpo.

Os sintomas variam de acordo com a idade da pessoa, a intensidade da exposição e a sensibilidade às larvas. Estes sintomas são variados e incluem pneumonia, tosse, febre, erupção cutânea e aumento do fígado.