Galinha araucana: reprodução, alimentação e cuidado

Além de ser uma galinha facilmente encontrada nas fazendas, a galinha araucana é uma espécie com aparência única e pê ovos de uma cor pouco comum.
Galinha araucana: reprodução, alimentação e cuidado

Última atualização: 02 Julho, 2021

A galinha araucana é uma ave muito curiosa, graças à sua plumagem particular. Essa espécie saiu de fazendas para ser considerada, em alguns casos, como um animal de companhia ou de estimação. São seres que possuem um caráter sensível e relativamente próximo e, portanto, cada vez mais são criados para fins não comerciais.

Embora suas origens tenham diferentes versões e existam alguns mitos sobre seus ovos, essa espécie possui outros aspectos interessantes que às vezes passam despercebidos. Alguns deles são os cuidados e as predisposições genéticas a que a galinha araucana está exposta se os cruzamentos adequados não forem feitos.

Origem da galinha araucana

A galinha araucana vem das tribos que povoaram os territórios do Chile e da Argentina. Os povos que habitavam os territórios mencionados, mais conhecidos como indígenas mapuche, criavam essa espécie. Essas galinhas tinham um valor nutricional bastante alto e, além disso, eram consideradas benéficas para o bem-estar humano.

É uma ave muito antiga, da qual há registros que remontam a 1500 d.C. Embora existam várias versões e discussões a respeito da real origem da galinha araucana, acredita-se que essa espécie seja uma mistura de outras duas raças de galinhas. Finalmente, graças à análise do DNA mitocondrial, foi comprovado que os ossos dessas galinhas já estavam no Chile muito antes da chegada dos espanhóis.

 

A cabeça de uma galinha araucana.

Habitat da galinha araucana

O território que originalmente a galinha araucana habitava eram as regiões ocupadas pelos povos indígenas mapuche. No entanto, sua expansão teve início na segunda década do século XX na Europa e na América do Norte. Diferentes versões estipulam que isso se deveu à sua introdução em novas terras por piratas ou mercadores, que vendiam seus distintos ovos.

Essa espécie é independente, por isso precisa de ampla liberdade para se sentir feliz e satisfeita. Por esse motivo, a galinha araucana precisa de um espaço ou habitat bastante grande para se movimentar e, quando está incubando, deve se sentir tranquila. Ter um terreno com boa relva é fundamental para essa espécie.

Características da galinha araucana

Essa espécie é uma ave de pequeno a médio porte, com peso corporal aproximado de 2,7 kg nos galos e 2,2 kg nas galinhas. Pode-se citar que, embora existam diferenças entre os exemplares, o tamanho será sempre o mesmo. Além disso, a galinha araucana não tem cauda, devido a mutações genômicas.

Algumas características do dimorfismo sexual das galinhas araucanas são o tamanho maior e a crista pronunciada dos machos.

Por outro lado, ela possui longas penas na área do queixo e das orelhas, por isso sua aparência é frequentemente comparada a objetos como brincos ou características físicas como uma barba. Quanto às variedades de cores, a galinha araucana apresenta tons de branco, vermelho ou preto, que dependem da genética do animal, dando lugar a muitos padrões mapuches ou pintados.

Reprodução da galinha araucana

A reprodução da galinha araucana é sexual, portanto a cópula entre o galo e a galinha é necessária para que ocorra a fecundação e, dessa forma, os ovos sejam férteis. Assim, se a cópula não ocorrer, os ovos não terão o embrião em seu interior e, portanto, nenhum filhote sairá deles.

Os ovos da galinha araucana

Além da sua aparência física, a característica mais relevante na identificação dessa ave são os seus curiosos ovos, que costumam apresentar uma cor azul. Esse tom é obtido graças à presença de uma enzima secretada no oviduto, canal onde são gerados os ovos dentro da galinha. O pigmento é conhecido como biliverdina e permite a variação do tom de azul entre um ovo e outro.

Os hábitos alimentares, os fenômenos meteorológicos e outros fatores também predispõem as diferentes colorações dos ovos, que variam do verde ao verde-água e azul. Quanto maior o número de posturas, menos intensa é a cor do ovo, devido à menor concentração de biliverdina.

Os ovos azuis são mais nutritivos?

Existe um mito de que os ovos de cor azul são mais nutritivos, mas a verdade é que não se pode afirmar que isso seja real. Ovos brancos, marrons e azuis têm os mesmos nutrientes. A única diferença é que a gema dos exóticos ovos azuis é maior e mais dura.

Alimentação de galinha araucana

Essa ave é onívora e sua dieta se baseia principalmente em grãos ou sementes, frutas, vegetais e grama. Por outro lado, a galinha araucana também consome animais, como insetos, artrópodes e vertebrados muito pequenos. Os espécimes selvagens costumam bicar o solo em busca de minhocas e grãos.

Além de uma boa alimentação, é fundamental que a ave tenha várias áreas de hidratação.

Já os que vivem em fazendas precisam de uma alimentação balanceada para seu bem-estar. Quando uma galinha araucana é alimentada apenas com grãos, aumentam as chances de a ave apresentar deficiências de proteínas, que geralmente são obtidas graças aos insetos ingeridos no ambiente natural.

Saúde e cuidados da galinha araucana

Independentemente de você ter uma galinha araucana como animal de fazenda ou de estimação, é importante entender suas necessidades específicas. Embora seja verdade que essas aves não precisam de cuidados diferentes das outras galinhas, é importante que elas tenham um espaço relativamente maior do que o de outras espécies. Esse espaço deve ser ao ar livre, com boa recepção de luz natural e boa circulação de ar.

As galinhas araucanas geralmente tomam banhos de areia, então você deve considerar uma caixa de areia ou área de lama dentro do espaço global.

Em relação à saúde, uma galinha araucana não apresenta complicações importantes. No entanto, deve-se evitar a cópula entre 2 exemplares que possuem argolas sob a orelha, pois elas possuem um gene que garante a mortalidade dos embriões antes que eles saiam do ovo. Da mesma forma, galinhas araucanas com costeletas devem passar por aparas frequentes da plumagem para evitar conjuntivite.

 

Uma galinha araucana em um fundo branco.

Como você pôde ver, a galinha araucana é uma ave única com características físicas que permitem sua fácil identificação. Além disso, é fácil reconhecer seus ovos, graças à sua coloração. Como as outras espécies da família Phasianidae, seus ovos têm muitos nutrientes e benefícios para o ser humano, portanto, garantir seu cuidado adequado deve ser um aspecto primordial nas fazendas e em casa.

Pode interessar a você...
Tipos e tamanhos de galinhas
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Tipos e tamanhos de galinhas

Atualmente, observamos uma grande diversidade em termos de tipos e tamanhos de galinhas, domésticas ou silvestres. Conheça algumas, aqui!