Gato Bambino: careca e com pernas curtas

· agosto 28, 2018
Devido a sua falta de pelos, é especialmente importante cuidar de sua higiene para prevenir doenças. É um felino com uma personalidade brincalhona e carinhosa.

O que resulta do cruzamento de um gatinho careca com outro de pernas curtas? A resposta é o gato bambino, um animal sem pelos e com os membros mais curtos que a maioria dos seus congêneres. E esse felino é tão adorável e carinhoso que, como o nome indica, lembra um bebê ou uma criança pequena.

Um animal sem pelos e com pernas curtas

Quando os criadores americanos Pat e Stephanie Osborne cruzaram, em 2005, a raça Munchkin, com pernas curtas, com o gato sem pelos Sphynx, certamente não pensaram no animal, mas em si mesmos.

E essa afirmação é válida para todos aqueles humanos que tiram proveito da genética, já que raramente mutações ocorrem de maneira natural, para criar raças de gatos, cães ou de qualquer outra espécie.

Porque, de outra forma, ficaria difícil entender um gato sem pelos com os problemas de pele que costumam sofrer, além do frio extra que passam. E, como se não bastasse, têm pernas curtas, embora as patas traseiras usualmente sejam um pouco mais longas que as patas dianteiras.

Apesar disso, o gato bambino já é uma realidade aceita pelas associações felinas, pelo menos como raça experimental. E bem-vindo em todas as casas que querem tê-lo como um animal de estimação amado e bem cuidado.

gato bambino

O gato bambino é um pequeno bichano sem pelos com pernas curtas que certamente irá conquistar o coração de toda a família, por sua natureza divertida e carinhosa.

Características do gato bambino

Geralmente classificado como um gato anão, o bambino compartilha suas pernas curtas também com outras raças, como Dwelf, Minskin e Lambkin. Ele também se destaca por sua aparência careca, embora tenha uma camada imperceptível de pelos, que é macio ao toque, como a camurça. E sua pele, em geral, é rosa e com rugas.

Mas também tem as seguintes características:

  • De pequeno a médio porte, com um peso que oscila entre 2 e 4 quilos (machos) e entre 2 e 3 quilos (fêmeas).
  • Corpo musculoso com aparência robusta, peito largo e abdômen arredondado.
  • Cabeça mais longa que larga, em forma de cunha.
  • Olhos grandes, redondos e expressivos.
  • Sobrancelhas e bigodes muito curtos ou ausentes.
  • Orelhas grandes e eretas, como se estivessem em alerta, com pontas moderadamente pontudas.
  • Pescoço grosso e forte.
  • Cauda fina, longa e flexível, com extremidade pontiaguda que pode apresentar uma mecha de pelos.

Um bichano energético, brincalhão e fofinho

Sem dúvida, o bambino exige uma família humana que o ame e possa dar muita atenção a ele. Como para todos os gatos que costumam ficar dentro de casa, você tem que pensar em jogos e brincadeiras para mantê-los entretidos.

Sociável, divertido e carinhoso, ele se dá bem com crianças, idosos e com outros animais de estimação em casa. E como muitas vezes acontece com muitos seres de baixa estatura, têm uma grande personalidade.

gato bambino raça

Felizmente, tudo parece indicar que suas pernas curtas não limitam seus movimentos para correr ou pular por toda a casa. Embora ele também goste de ser pego nos braços, abraçado e de dormir no colo de seus humanos.

Cuidados especiais com os gatos sem pelos

Como todo gatinho carecao bambino exige que você o banhe regularmente, para manter sua pele limpa, hidratada e macia. É que as raças com pouco ou nenhum pelos geralmente liberam muito sebo da pele.

Se a higiene não é usual, além de ficar pegajosa ao toque, o animal pode apresentar problemas dermatológicos. Por esse motivo, se você não acostumá-lo ao banho desde filhote, pode recorrer a toalhas úmidas, de acordo com as instruções do veterinário.

Além disso, você terá que tomar cuidado especial com a limpeza de seus olhos e ouvidos. E, claro, não o exponha ao sol ou ao frio e alimente-o com uma dieta adequada às suas características. Parece que a natureza insiste em colocar pelos e os humanos insistem em querer removê-los.

É considerado um animal saudável, com expectativa de vida entre 12 e 14 anos. E, no momento, suas pernas curtas não parecem causar problemas na coluna vertebral. De qualquer forma, sendo uma raça recente, ainda não é possível afirmar – de forma confiável – se existe a possibilidade de que esse bichano venha a desenvolver doenças associadas à raça.