Os hábitos reprodutivos da baleia azul

· abril 9, 2019
Neste artigo contamos tudo que você precisa saber sobre os hábitos reprodutivos da baleia azul, o maior animal do mundo.

A baleia azul é um mamífero marinho que pertence à família dos cetáceos. Entre suas peculiaridades de maior destaque devemos saber que os hábitos reprodutivos da baleia azul são extraordinários, motivo pelo qual falaremos sobre eles neste artigo.

Trata-se de um animal que alcança a maturidade sexual entre os cinco e sete anos de idade. O período de gestação da baleia dura cerca de 10 meses, e a fêmea dá à luz a apenas um filhote. Além disso, deve-se levar em consideração que este período está relacionado ao ciclo de alimentação e migração da espécie.

Além disso, a baleia azul frequenta as águas de todo o mundo, embora prefira águas frias, especialmente durante a temporada de alimentação. Raramente é encontrada em águas quentes, exceto durante a temporada de reprodução.

Hábitos reprodutivos da baleia azul

Durante a reprodução, o macho e a fêmea se envolvem em um ritual cuidadoso, já que giram, se comunicam, mergulham e voltam à superfície várias vezes, até que finalmente o macho introduz seu pênis dentro da vulva da fêmea.

A gestação costuma durar entre 10 e 12 meses, um período relativamente curto para um animal deste tamanho. Como regra geral, cada gravidez é de apenas um recém-nascido, mas é possível que nasçam gêmeos.

Baleia azul com filhote

Quando o bebê da baleia azul nasce, durante os sete primeiros meses ele se alimenta exclusivamente de leite materno. Pode beber cerca de 200kg e ganhar até 90kg por dia. Assim que ocorre o desmame, a baleia jovem segue o ciclo migratório de sua espécie.

As fêmeas entram no cio várias vezes por ano. É durante este período que ela buscará um companheiro que considere o mais forte, já que isso poderia proporcionar ao seu filhote a melhor oportunidade de sobreviver.

Uma vez terminada a temporada de acasalamento, as baleias voltarão a suas regiões de alimentação e continuarão uma vida de alimentação ou caça até que os filhotes estejam prontos para nascer.

Órgãos reprodutivos

Os órgãos reprodutivos das baleias ficam dentro de seus corpos. O acasalamento ocorre em águas quentes ou mornas.

As fêmeas podem ter um filhote por ano ao longo de sua vida, cuja duração costuma ser de 50 anos. Neste sentido, é preciso levar em consideração que a baleia fêmea pode ter um total de 40 filhotes durante toda a sua vida, embora isso raramente aconteça.

Baleia azul

Infelizmente, nem todos os filhotes sobrevivem e as fêmeas nem sempre são capazes de conceber ao longo de suas vidas. O sucesso reprodutivo de uma fêmea depende das suas qualidades físicas, alimentos disponíveis, condições ambientais e presença de predadores.

Por outro lado, os machos podem ter vários filhotes por ano caso tenham a oportunidade de acasalar com várias fêmeas. Eles não costumam cuidar de seus bebês, por isso são as fêmeas que lhes oferecem a atenção necessária, ou até outros membros da família.

Nascimento da baleia azul

O filhote da baleia azul pode vir ao mundo em uma posição em que nasça primeiro a cabeça ou a cauda. Quando nasce, ele precisa ir à superfície rapidamente para tomar ar pela primeira vez e evitar se afogar, para depois voltar a ficar com sua mãe.

Durante os primeiros meses de vida, os recém-nascidos crescem de três a quatro centímetros por dia. Podem medir sete metros de comprimento ao nascer e pesar de duas a três toneladas. Os pulmões não contêm ar, motivo pelo qual o recém-nascido não flutua.

Quando à lactação, os bebês costumam mamar uma ou dias vezes por dia nos mamilos da fêmea. O leite é rico e cremoso, e a amamentação costuma ocorrer por oito meses, e não depende do tamanho da baleia. Este período é um privilégio para a transmissão de informação entre mãe e filho.

Finalmente, devemos levar em conta que os hábitos reprodutivos da baleia azul seguem um conjunto específico de ações e comportamentos fascinantes.