Kakapo: alimentação e reprodução

novembro 3, 2019
Os kakapos são aves muito curiosas nativas da Nova Zelândia. Infelizmente, elas estão em risco de extinção. Apenas 40 exemplares foram vistos na natureza.

Kakapo é o nome de uma espécie de ave muito bonita, que atualmente está em perigo de extinção. O kakapo pertence à família dos papagaios e vive em duas das ilhas da Nova Zelândia.

É um pássaro robusto e de aparência grande, cuja estrutura física é a de um pássaro que não voa.

Antes de século XIX, essas aves tinham uma população enorme em diferentes áreas da Nova Zelândia. No entanto, devido a vários fatores, os kakapos estão quase extintos. No final do século XX, morreu o último kakapo que não se encontrava em áreas protegidas.

A ave kakapo é protegida em áreas de preservação perto do Pacífico Sul. Nessas áreas, o kakapo conta com cuidados especiais em relação à sua sobrevivência em liberdade.

No entanto, apesar dos esforços de pesquisadores e cientistas, a população de kakapos continua em declínio. Atualmente, apenas 40 exemplares foram registrados, um número muito baixo.

Essa ave tem hábitos noturnos. Além disso, a forma do seu corpo e seu comportamento podem se assemelhar aos de uma coruja. O kakapo tem uma cor bonita e olhos muito grandes que lhe conferem uma aparência única.

Na idade adulta, esses pássaros podem pesar entre três e quatro quilos. Por ser um pássaro que não voa, assim como as galinhas, eles passam a maior parte de sua vida no chão ou em árvores com galhos baixos.

Extinção do kakapo e medidas de conservação

Os kakapos são pássaros que não se movem muito rápido e não podem voar. Por esse motivo, são presas fáceis para os seus predadores.

Quando a Nova Zelândia começou a se tornar um destino comercial e produtivo, várias comunidades foram formadas perto dos habitats naturais do kakapo.

Extinção do kakapo e medidas de conservação 

Muitas famílias estrangeiras que se estabeleceram na Nova Zelândia trouxeram animais de estimação que não eram nativos das ilhasOs cães, em particular, rapidamente se tornaram um dos predadores mais ferozes do kakapo.

No entanto, os kakapos também foram caçados por gatos, gambás, doninhas e ratos. Embora predadores menores não consigam matar um kakapo adulto, eles podem matar os filhotes. Esses pássaros fazem seus ninhos no chão e os ovos são vulneráveis ​​a qualquer ameaça.

Naturalmente, este pássaro também foi consumido pelos seres humanos como alimento. Devido ao seu tamanho grande e caça fácil, era uma das comidas favoritas dos colonos. Essa prática afetou bastante a população total de kakapos e seus números diminuíram sem encontrar um equilíbrio.

Com o objetivo de proteger as espécies, os especialistas se concentraram em duas medidas fundamentais: proteção dos habitats naturais e realocação de reservas. A Nova Zelândia se esforçou para tomar medidas adequadas para conservar muitos dos animais ameaçados de extinção.

Entre esses animais está, é claro, o kakapo. Os cientistas determinaram alguns dos habitats naturais desta ave. Depois de localizar um habitat, procuraram proteger esta área e deixá-la em condições ideais.

Por outro lado, há a realocação de reservas. É claro que nem todos os habitats naturais podem ser protegidos. A atividade humana, às vezes, precisa fazer uso dessas áreas geográficas.

Portanto, especialistas fizeram esforços para converter áreas geográficas designadas em reservas ideais para animais em extinção.

Kakapo, uma ave da Nova Zelândia

Reprodução

Os kakapos são incrivelmente delicados em relação à reprodução e aos filhotes. Tecnicamente, o kakapo é uma espécie que se reproduz nas estações de verão e outono. No entanto, isso não acontece todos os anos.

Um kakapo só se reproduz em anos em que há muitas frutas e quando a temperatura está correta. Nos últimos anos, observou-se que os kakapos só acasalam quando certos tipos de árvores nativas dão frutos.

Essas árvores florescem e dão frutos em um período de dois a quatro anos. Essas condições tornam sua reprodução cada vez mais esporádica. Além disso, cada fêmea pode pôr de um a três ovos, mas esse número está se tornando cada vez menor.

Para dois kakapos acasalarem, um macho deve atrair a atenção das fêmeas. Após a fertilização, os machos se afastam do processo: um kakapo macho não participa do processo de desenvolvimento da prole, de modo que eles não ajudam a incubar e nem a criar os filhotes.

Alimentação do kakapo

Os kakapos são animais coletores de alimentos que podem ser encontrados perto do chão. Sua alimentação é composta principalmente por nozes e sementes, complementada por frutas e alguns insetos.

Além disso, os kakapos se alimentam de vários tipos de vegetação. Sua dieta inclui folhas, brotos e flores, além de alguns tipos de cascas e raízes. Também foi registrado que os kakapos podem comer rizomas e bulbos.

Obviamente, a alimentação dessas aves depende da estação e do ambiente. Em algumas ocasiões, devido às condições climáticas, os kakapos são forçados a fazer longas viagens em busca de comida.