As 11 melhores raças de cães pastores

O pastoreio é uma atividade milenar na qual o cão tem desempenhado um papel fundamental. Conheça as melhores raças.
As 11 melhores raças de cães pastores
Sebastian Ramirez Ocampo

Escrito e verificado por veterinário e zootécnico Sebastian Ramirez Ocampo.

Última atualização: 29 junho, 2023

Se falamos de pastores, os caninos talvez sejam a espécie animal com melhor desempenho nesse trabalho, até mesmo acima do homem. De acordo com a Federação Cinológica Internacional (FCI) e o American Kennel Club, existem atualmente mais de 60 raças de cães pastores em todo o mundo, cada uma com capacidades excepcionais.

Embora sua área principal seja o trabalho, muitas pessoas ao redor do mundo optaram por ter cães pastores como animais de companhia. Se esse é o seu caso, você sabe que esses animais ousados e enérgicos precisam de tempo, espaço e atenção para manter um adequado bem-estar físico e mental. Se não souber disso, convidamos você a conhecer as principais raças de pastores existentes, e quem sabe descobrir uma que se adeque ao que procura.

1. Border collies

Um cachorro correndo.

Considerado o cão mais inteligente do planeta, o border collie é sem dúvida a raça de cão pastor mais popular que existe. Com peso médio de 15 quilos e porte aproximado de 50 centímetros, esse animal se destaca pela grande agilidade, rapidez e astúcia nos trabalhos de pastoreio.

Originário do Reino Unido, foi especialmente desenvolvido para o controle de rebanhos de ovelhas nesse território. No entanto, também foi usado com sucesso para cuidar de outros animais de fazenda, como vacas.

Apesar de ter um bom temperamento e uma excelente capacidade de aprendizado, não é recomendado como animal de companhia para quem tem pouco tempo e espaço. Como tem muita energia, se não estiver constantemente ativo, pode desenvolver problemas de comportamento.

2. Pastor-australiano

Embora seu nome indique o contrário, esses cães são realmente nativos dos Estados Unidos. No entanto, foi no sul do país onde foram utilizados em maior medida para o cuidado e a gestão de rebanhos ovinos. Com tamanho médio de 50 centímetros e peso entre 20 e 26 quilos, os pastores-australianos têm sido usados da mesma forma para controlar outros tipos de animais, como búfalos, patos e até coelhos.

Devido ao seu carácter afável e grande capacidade de socialização, são ideais para famílias que tenham crianças em casa. No entanto, é importante destacar que eles também precisam de muita atividade física e estímulos mentais.

pastores

3. Pastor-alemão

Principalmente reconhecido por ser usado em forças policiais, o pastor-alemão foi originalmente usado por pastores bávaros para cuidar de seus rebanhos. Apresenta-se muito bem como cão de guarda, além de possuir um olfato bastante desenvolvido. Atualmente, existem cerca de 4 variações da raça, todas com tamanho médio de 60 centímetros e peso entre 20 a 40 quilos.

Apresenta-se como um excelente animal de companhia devido ao seu carácter calmo e protetor. Quanto ao trabalho de pastoreio, não é recomendado para cuidar de animais emplumados, pois pode atacá-los.

4. Pastor-belga

Desenvolvida na Bélgica em 1981, essa raça atualmente tem quatro variedades reconhecidas pela FCI: o Malinois, o Groendael, o Lakenois e o Tervurean. Destacam-se principalmente pela ótima recepção aos treinos, além de serem bastante enérgicos e resistentes. Na verdade, esses pastores, como o alemão, são usados como cães de serviço pelas forças militares e policiais em diferentes países.

Por outro lado, seu trabalho no pasto inclui o cuidado e orientação de rebanhos de ovelhas, vacas e búfalos. Da mesma forma, eles se comportam muito bem como animais de estimação, pois possuem um temperamento equilibrado e afetuoso.

5. Pastor-romeno-dos-cárpatos

Originário da Romênia, é um pastor pouco conhecido, mas amplamente utilizado para pastoreio em diversos países europeus. Possui grande capacidade física e um caráter bastante temperado e protetor. É usado principalmente em fazendas de ovelhas para o cuidado e manejo dos animais. Na idade adulta pesa entre 35 e 50 quilos e requer muito espaço para sua recreação.

Na cultura popular, existem histórias de que o pastor-romeno-dos-cárpatos é capaz de enfrentar um urso para defender seu rebanho. Da mesma forma, ele é protetor e leal à sua família humana.

6. Pastor-do-cáucaso

Talvez um dos maiores pastores existentes, esses cães podem atingir até 70 centímetros de altura e 50 quilos de peso. Originalmente da Europa Oriental, esse pastor é muito popular entre as fazendas de países como Rússia, Azerbaijão, Armênia e Geórgia. Excelente raça que protege seu rebanho e sua família, o pastor-do-cáucaso pode tomar atitudes agressivas contra qualquer invasor do que considera sua propriedade.

7. Boiadeiro-australiano

Resultante do cruzamento entre várias raças de cães domésticos e o cão selvagem conhecido como dingo, esse pastor ganhou uma certa notoriedade nas casas de milhões de pessoas nos últimos anos. A sua origem remonta à Austrália, local onde os cães pastores do passado não funcionavam devidamente para o trabalho pecuário. Por esta razão, vários criadores decidiram cruzar estas espécies de animais, desenvolvendo esta nova raça.

Destaca-se principalmente por sua pelagem, que apresenta tons de azul, preto, avermelhado e branco. Na idade adulta atingem aproximadamente 50 centímetros, enquanto o peso pode chegar a 16 quilos em condições normais. É um dos cães pastores mais populares, devido ao seu bom temperamento e tamanho médio, adapta-se perfeitamente a qualquer família.

pastores

8. Grande Boiadeiro Suíço

Parentes dos grandes São Bernardos, esses pastores são nativos dos Alpes suíços, onde são usados como pastores de gado. Atingem grandes dimensões na idade adulta, já que um espécime pode atingir 70 quilos de peso e 70 centímetros de altura. Possuem um temperamento muito equilibrado, embora requeiram muitos estímulos físicos e mentais para evitar o desenvolvimento de problemas de comportamento.

9. Pastor-maiorquino

Originalmente da Espanha, especificamente das Ilhas Baleares em Maiorca, essa raça de pastor é usada para manejar ovelhas, vacas, porcos e até cavalos. Devido à sua constituição física, é ideal para o trabalho agrícola diário, pois atinge 50 quilos de peso e 75 centímetros de altura. Caracteriza-se por ser totalmente preto, além de ser um animal que se desempenha bem como guardião da família. Seu temperamento é afável e calmo, embora não hesite em atacar qualquer invasor.

10. Pastor-catalão

Como o maiorquino, essa raça é descendente de espanhóis. Caracteriza-se por ter uma pelagem abundante e lisa, com tons castanhos, pretos e avermelhados. É de tamanho médio, pois chega a 50 centímetros de altura e 20 quilos de peso. Por ser dócil, ousado e obediente, é utilizado principalmente para o cuidado e manejo de rebanhos de ovelhas. Da mesma forma, comporta-se muito bem como animal de estimação, já que não costuma ser agressivo com as pessoas.

11. Pastor Basco

Desenvolvida no território do País Basco na Espanha, essa raça de pastor se destaca por sua grande inteligência, obediência e capacidade de aprendizado. É usado para pastorear ovelhas e vacas, embora também seja muito popular como animal de companhia. É um cão de porte médio que chega a pesar 18 quilos e 60 centímetros de altura.

pastores

Apesar de terem sido desenvolvidos para o trabalho no campo, os cães pastores monopolizaram progressivamente os lares de milhões de pessoas em todo o mundo. Isso porque, como vimos nas linhas anteriores, são animais extremamente inteligentes, leais e protetores. Se você ainda não tem um animal de estimação em casa, um pastor será sempre uma excelente escolha para ser a sua companhia. Lembre-se de que você deve dar a ele todo o tempo e espaço que ele precisar, porque senão a convivência se tornará difícil.


Todas as fontes citadas foram minuciosamente revisadas por nossa equipe para garantir sua qualidade, confiabilidade, atualidade e validade. A bibliografia deste artigo foi considerada confiável e precisa academicamente ou cientificamente.



Este texto é fornecido apenas para fins informativos e não substitui a consulta com um profissional. Em caso de dúvida, consulte o seu especialista.