Muda de penas nos papagaios e estado da plumagem

· abril 26, 2018

A muda de penas nos papagaios e o estado de sua plumagem são os grandes indicadores da saúde desses pássaros e de muitas outras espécies de aves. Pode-se dizer que, através das penas podemos detectar doenças e, portanto, é aconselhável prestar atenção a muda de penas, se a cor está correta e, também, em seu estado geral, porque podemos prevenir doenças ou corrigir erros na alimentação dos papagaios.

A muda de penas nos papagaios normais

Normalmente, as aves realizam uma troca cíclica de suas penas, conhecida como muda. Este processo é fisiológico, e nele há uma queda gradual das penas antigas, que são renovadas pelo novo crescimento. Habitualmente, a muda de penas nos papagaios ocorre completamente a cada um ou dois anos e é especialmente pronunciada na primavera e no outono.

Casal de papagaios

A muda de penas em papagaios, quando ideal, nunca deixa lesões de pele ou áreas descobertas. No entanto, quando as penas caem, as penas em crescimento podem ser vistas, algo que deve ser abundante. As novas penas terão a cor do resto da plumagem da ave; e só veremos alteração na cor na primeira muda de penas de algumas espécies, como nos periquitos e calopsitas, que adquirem sua cor final após a primeira muda de penas.

A muda de penas nos papagaios, quando ideal, nunca deixa lesões de pele ou áreas descobertas. No entanto, quando as penas caem, as que estão em crescimento já podem ser vistas.

Faixas de estresse e despigmentação

Uma das principais anomalias da muda de penas nos pássaros são as faixas de estresse, algumas marcas que aparecem como uma faixa escura, praticamente preta, com um certo caráter translúcido. Como os anéis de crescimento de uma árvore, a distância entre essas faixas nos fornece informações sobre processos de estresse crônico ou, ainda, sobre problemas de deficiência de nutrientes.

Embora possam ser confundidas com faixas de estresse, as penas podem sofrer de despigmentação, que também terá uma aparência escura, mas se espalhará por uma grande parte da pena e não terá a forma de faixa. Neste caso, não está associada ao estresse, mas sim a uma dieta pobre ou a uma luz solar insuficiente. Levando em conta estes problemas crônicos, devemos entrar em contato com um veterinário de animais exóticos para trocar a dieta de nossa ave.

Uma das principais anomalias da muda de penas nos pássaros são as faixas de estresse, algumas marcas que aparecem como uma faixa escura, praticamente preta, com um certo caráter translúcido.

Outros problemas na plumagem

Existem patologias de natureza infecciosa que afetam a plumagem, como a doença do bico e das penasEsta doença é causada por um vírus e, além de sintomas gerais como diarreia, letargia e vômitos, pode afetar a plumagem. Queda de penas, despigmentação ou até mesmo cores anormais são alguns dos seus sintomas.

Papagaios saudáveis

Por outro lado, as penas quebradas se dão devido ao manuseio inadequado, às brigas entre papagaios alojados no mesmo recinto ou, ainda, ao uso de pequenas gaiolas que não permitem que os animais se movam livremente.

O aparecimento de áreas calvas também é frequente em papagaios e, na verdade, bicar a si mesmo é um dos processos mais perigosos em aves. O estresse e a depressão são uma das principais causas da queda das penas, embora possa ser uma consequência da tentativa de atrair a atenção, pela presença de ácaros ou outros processos.

Nesse sentido, a variedade de causas do problema é enorme; assim, esse comportamento de automutilação geralmente se deve a vários fatores e, em muitos casos, requer a intervenção de um veterinário especializado na etologia desses animais, ou um treinador de psitacídeos.

Em geral, os animais que estão em uma boa instalação, acompanhados por outros papagaios e que são bem alimentados, geralmente não desenvolvem problemas na plumagem. Garantir isso nos permitirá ter papagaios saudáveis ​​e felizes.