O canto doce e melancólico do cardeal-amarelo

março 21, 2019
O cardeal-amarelo é uma daquelas aves que não passam despercebidas, o que se tornou um problema para este pequeno pássaro.

Todos os problemas do cardeal-amarelo se devem ao seu belo canto e suas cores marcantes. Este é um dos mais procurados e apreciados pássaros pelo ser humano, embora hoje em dia seja ilegal mantê-los em gaiolas.

O número de exemplares vem diminuindo sem parar nas últimas décadas, o que deixou essa pequena ave em uma posição encurralada, até que seja considerada uma espécie em perigo real. Ver um deles em liberdade é um grande espetáculo, mas é cada vez mais difícil encontrá-los.

Elegante e presunçoso

Os encantos do cardeal-amarelo vão muito além do seu canto doce e melodioso. Infelizmente, seus 20 centímetros de comprimento o tornam um pássaro ideal para ser exibido em uma gaiola e um dos mais procurados em todo o mundo. Confira seu canto:

A plumagem dos machos é amarela, com um certo toque esverdeado e pinceladas enegrecidas, mas o que mais chama a atenção em seu visual é a impressionante crista negra.

As fêmeas, como na maioria das aves, possuem coloração menos viva do que os machos, com tons acinzentados e pretos, embora de tamanho semelhante e com o mesmo bico forte, com formato cônico.

A sua tão característica crista se eleva ou se abaixa de acordo com seu humor, e esta também é usada para atrair as fêmeas.

Enquanto voa, a mantém em uma posição baixa para melhorar a aerodinâmica, da mesma maneira que quando se sente ameaçado; este é um indicador claro do seu estado de espírito.

Cardeal-amarelo

Habitat do cardeal-amarelo

Até algumas décadas atrás, era fácil encontrar o cardeal-amarelo em grandes áreas do Brasil, Uruguai, Paraguai e Argentina.

Mas com o descontrole de sua captura em massa, sua população foi reduzida a pequenas áreas do sul do Brasil, norte da Argentina e parte do Uruguai.

As áreas que este pequeno pássaro mais gosta são florestas abertas e savanas. Sua busca incansável por comida faz com que ele se aventure muito no chão, embora o mais comum seja encontrá-lo empoleirado em árvores e arbustos, sempre alerta em busca de algo para levar ao estômago.

Alimentação e reprodução

Embora tenham uma dieta muito variada, a maior parte de sua alimentação é composta de sementes, insetos e larvas.

É uma ave muito oportunista, como a maioria dos pequenos pássaros, e muitas vezes frequenta áreas de estradas e parques para conseguir comida. Mas ninguém se chateia com isso, pois ele alegra qualquer momento com seu canto melódico.

Cardeal-amarelo

O cardeal-amarelo cobre grandes áreas para procurar comida e vive em movimento contínuo, com uma vivacidade que o faz sofrer muito quando é capturado; este não é um pássaro que consegue tolerar com facilidade a vida em uma gaiola.

Para que a reprodução do cardeal seja realizada com sucesso, ele precisa de tranquilidade e condições ambientais adequadas.

Se tudo der certo, a fêmea colocará entre dois e quatro ovos de uma bela coloração esverdeada, listrados com manchas pretas.

Futuro do cardeal-amarelo

Os pesticidas e o aumento das áreas de cultivo nos locais onde eles costumavam acomodar seus ninhos também afetaram a população dessa espécie peculiar.

Atualmente, é uma espécie que se encontra sob proteção: protetores tentam repovoar áreas onde essas aves cantoras não são mais vistas.

Sua captura também é proibida em toda a América do Sul, mas sua recuperação será mais lenta do que o esperado, pois é uma espécie que precisa de muitos requisitos para alcançar uma reprodução bem-sucedida.

Só o tempo nos dirá se essa pequena ave passeriforme será capaz de recuperar a população que existia há apenas 30 anos, algo que todos os fãs de aves estão ansiosos para ver acontecer.

Tal é o amor que este pássaro provoca que, na cidade Entre Rios, da Argentina, foi declarado monumento natural provinciano no ano de 2002; poucos pássaros podem se orgulhar de tal honraria…