O que você fazer para seu cão não latir à noite?

· julho 22, 2018
Vários fatores podem influenciar esse comportamento, tais como doença, má alimentação, falta de exercícios ou de afeto, tédio ou maus hábitos dos treinadores.

Cães que latem muito à noite precisam chamar a atenção de seus donos para comunicar algo a eles. E essa necessidade urgente pode indicar alguns problemas ou déficits na rotina do seu melhor amigo.

Por que há cães que latem muito?

Embora o latido seja uma característica inerente ao organismo canino, latidos excessivos podem causar muitos problemas. Se os proprietários moram em apartamentos ou espaços residenciais compartilhados, o ruído excessivo dificulta muitas vezes o relacionamento com os vizinhos. E os latidos à noite prejudicam bastante a qualidade do sono das pessoas.

Além disso, o latido frequente pode aparecer como um sintoma de algumas doenças ou problemas comportamentais. Um cão pode começar a latir muito porque sente dor ou está com uma doença que perturba suas funções sensoriais.

Por outro lado, os cães que vivem em ambientes negativos ou experimentam uma rotina sedentária podem desenvolver inúmeros sintomas de estresse ou tédio. Entre eles, há o hábito de latir demais para, dessa forma, liberar a tensão e descarregar energia.

Juntamente com o anterior, existem também outras possíveis causas para o latido excessivo em cães. Portanto, é essencial ter o diagnóstico especializado de um veterinário para verificar o estado de saúde do seu melhor amigo. Depois de excluir causas patológicas, também será interessante procurar a ajuda de um educador canino.

Por que há cães que latem muito à noite?

Cães que latem muito à noite podem estar exigindo sua atenção, seja para brincar, comer ou simplesmente receber afeto. Cães são seres sociáveis, ativos e inteligentes que precisam exercitar seu corpo e mente para desenvolver suas habilidades físicas, emocionais, sociais e cognitivas.

Latir é uma maneira de chamar a atenção e, também, de aliviar a tensão. Se o seu melhor amigo fica sozinho por um longo tempo e não consegue encontrar os meios para descarregar sua energia, ele pode desenvolver vários problemas comportamentais.

Portanto, é importante incorporar certos bons hábitos na rotina do seu pet para evitar esses distúrbios em seu comportamento. A seguir, veremos algumas dicas úteis para evitar que seu cão chore e lata excessivamente à noite.

cão latindo

Dicas para lidar com cães que latem muito à noite

Alimentação completa e balanceada

A nutrição é um aspecto fundamental para a boa saúde de nossos animais de estimação. Uma dieta ruim pode gerar muitas doenças e prejudicar o comportamento do seu melhor amigo. A melhor prevenção é oferecer uma dieta balanceada que atenda às suas necessidades nutricionais, de acordo com tamanho, idade, estado de saúde, etc.

Exercícios físicos em uma base regular

A atividade física diária permite que os cães gastem energia, mantenham um peso saudável e um comportamento equilibrado. Além disso, os passeios são uma excelente oportunidade para exercitar suas habilidades sociais e estimular seus sentidos.

Cada cão tem sua própria necessidade de exercícios físicos, de acordo com suas condições físicas e sua energia. Mesmo assim, recomenda-se que todos os cães possam andar pelo menos duas vezes por dia, com um mínimo de 30 minutos de exercício.

Estimulação mental

A mente dos nossos cães precisa ser exercitada, assim como o corpo deles. Os cães são animais inteligentes e muito sensíveis, que precisam exercitar suas capacidades cognitivas e emocionais para não ficarem entediados.

Nesse sentido, a estimulação mental é fundamental para prevenir problemas comportamentais. Em lojas de animais, é possível encontrar inúmeros jogos interativos e brinquedos estimulantes, como o kong.

Carinho

Nossos melhores amigos são seres sociais que curtem a vida em comunidade e têm dificuldades para lidar com a solidãoPara ser feliz e manter um comportamento equilibrado, ele precisa se sentir parte de uma família, para dar e receber afeto.

Treinamento consciente

Muitos cães adotam o hábito de latir muito para conseguir o que querem. Geralmente, deriva de um treinamento inconsciente durante o estágio de filhote.

Portanto, é muito importante começar a educação do seu melhor amigo desde a sua chegada à nova casa. Se não quisermos que o cão lata muito, não devemos reforçar essa atitude com guloseimas ou acariciá-los sempre que emitirem um choro ou um latido.

Cachorro recebendo petisco

Você está procurando por um cão que late pouco?

A herança genética é também um fator chave no comportamento instintivo de nossos cães. Algumas raças são naturalmente mais expressivas e extrovertidas, enquanto outras são mais reservadas e tímidas.

Aqueles que procuram um melhor amigo silencioso podem optar por raças que latem menos, com um comportamento mais equilibrado. Por exemplo: basenji, golden retriever, pug, buldogue francês, bloodhound, labrador retriever, rottweiler, dog alemão e akita inu.

No entanto, devemos nos lembrar que o comportamento de cada animal dependerá fundamentalmente da educação e do ambiente fornecidos pelo seu tutor.