Os grandes mamíferos que vivem em Yellowstone

· agosto 31, 2018

O Yellowstone é o parque natural mais antigo do mundo e ainda hoje é considerado um dos ecossistemas mais importantes do planeta. Graças a este lugar, espécies que estavam em perigo de extinção foram recuperadas e outras se tornaram conhecidas, como os grandes mamíferos que vivem em Yellowstone.

Os ecossistemas dos grandes mamíferos que vivem em Yellowstone

O Yellowstone Park está localizado nos Estados Unidos. Quase toda sua extensão está dentro do estado de Wyoming, mas também tem fronteiras com Montana e Idaho. No total, tem quase 900 mil hectares de área de superfície e centenas de animais e plantas de todos os tipos vivem lá.

Em uma área de terra tão grande, há muitos tipos diferentes de ecossistemasquase todo o parque é formado por floresta subalpina, mas também há zonas úmidas, lagos e prados. A atividade geotérmica nesta área é única no planeta: contém vulcões e gêiseres ainda ativos.

Este parque natural abriga espécies que na época estavam em perigo de extinção; neste grande espaço de 900.000 hectares, há espaço para diversos ecossistemas.

Como é protegido como um parque natural, a caça dentro de seus limites é proibida há mais de 150 anos. Graças a essa medida, foi possível ver como as espécies se desenvolvem e se recuperam quando não estão sendo ameaçadas, e outras que estavam em perigo de extinção foram recuperadas.

Urso pardo

Os ursos pardos (foto que encabeça este artigo) representam um dos grandes orgulhos deste parque, já que já estiveram em perigo de extinção e, graças a este parque, agora não correm mais tanto risco. Em 1975, estimou-se que sua população era inferior a 200 indivíduos e hoje acredita-se que excede 500 (ainda muito pouco, mas mostrando sinais de melhora).

urso pardo é um dos maiores mamíferos que vive em Yellowstone e é uma das maiores espécies de ursos pardos existentes. Eles podem pesar mais de 550 quilos. Quanto à altura, quando andam de quatro, chegam a um metro. No entanto, quando estão apoiados em suas patas traseiras, podem ultrapassar dois metros e meio.

Esses ursos são animais solitários, exceto na época de desova do salmão. Nessa época, muitos grupos podem se reunir nos rios para pescar. São animais onívoros, uma vez que também podem se alimentar de frutas, grama e muitos outros vegetais.

Bisonte (Bisão)

Apenas duas espécies de bisontes permanecem no mundo: o europeu, que tem sido perseguido e atualmente vive apenas em pequenas áreas da Europa Oriental, e o americano. Este último sobrevive graças à proteção concedida por este parque natural. Atualmente, tenta-se reintroduzi-lo no México.

Bisonte

Os bisões, como também são conhecidos, são realmente os grandes mamíferos que vivem em Yellowstone: têm mais de 1,5 metro de altura e quase três de comprimento. Quanto ao peso, eles variam entre 450 e 1,3 mil quilos. São marrons e a pelagem de inverno é mais escura que a do verão.

Os bisões são animais herbívoros que vivem em grupos nas planícies, prados e margens dos rios. Sua dieta é estritamente limitada à grama e aos juncos que encontram em áreas úmidas. Graças ao seu tamanho grande, têm poucos predadores.

Cervo canadense

O cervo canadense, também conhecido como uapiti, é uma das maiores espécies de cervos que existe. Apenas alces superam seu tamanho. São frequentemente confundidos com esses outros animais, embora haja várias diferenças notáveis ​​entre as duas espécies. Portanto, é também um dos grandes mamíferos que vivem em Yellowstone.

Cervo canadense

Os uapitis são animais muito altos: medem mais de um metro em cruz e pesam entre 250 e 450 quilos. Os machos são visivelmente maiores que as fêmeas. Além disso, apenas os machos têm chifres, assim como uma crina densa no pescoço.

O cervo canadense tem a cabeça, o pescoço e as pernas marrom-escuras, enquanto o corpo é de um tom mais claro. Sua pelagem no inverno é geralmente mais escura que no verão. Seu quadril apresenta um círculo branco.

Os uapitis são animais herbívoros e ruminantes. Vivem em grandes grupos separados por sexo, porque apenas formando grupos podem se defender contra predadores, como o lobo.

Lobo

Uma das mais famosas histórias de conservação da vida selvagem dos últimos anos foi a reintrodução do lobo em Yellowstone. Estes canídeos foram perseguidos e caçados até desaparecerem desta área da América do Norte, antes da região ter se tornado um parque natural.

Lobo

No final da década de 90, um plano foi colocado em prática para trazer os lobos de volta ao grupo dos grandes mamíferos que vivem em Yellowstone. Seu retorno significou uma mudança muito grande na cadeia trófica e, portanto, em todo o parque. Foi observado como os lobos chegaram até a mudar o curso dos rios e impedir a erosão do solo.

O lobo americano é maior que o lobo ibéricopesa até 70 quilos e, em termos de altura, atinge cerca de 90 centímetros em cruz. Eles são animais carnívoros muito inteligentes, que criam estratégias de grupo para caçar.

Os parques naturais são grandes ecossistemas onde os animais podem se desenvolver sem ameaças externas. O Yellowstone é um ótimo exemplo de como os animais podem viver em liberdade e de como é possível recuperar espécies ameaçadas de extinção.