O papel do esquilo-cinzento nas florestas

Esses pequenos mamíferos são um elo fundamental na regeneração das florestas norte-americanas. Manter as populações de esquilos saudáveis é crucial para o futuro dos ecossistemas.
O papel do esquilo-cinzento nas florestas

Última atualização: 24 dezembro, 2020

Já faz muito tempo que o esquilo-cinzento é considerado um dos animais mais importantes para a regeneração das florestas. De fato, o mundo científico tem mostrado que esses animais são os líderes em matéria de dispersão de sementes.

Os esquilos-cinzentos habitam as florestas dos Estados Unidos, onde encontramos três espécies: o esquilo-cinzento oriental (Sciurus carolinensis), o esquilo-cinzento do Arizona (Sciurus arizonensis) e o esquilo-cinzento da Califórnia (Sciurus griseus).

Embora sejam espécies diferentes, o seu comportamento de coleta é praticamente igual e, por isso, todas regeneram as florestas. Porém, como eles fazem isso? Vamos mostrar aqui.

Fatores que fazem do esquilo-cinzento o melhor regenerador das florestas

São vários os fatores que fazem com que os esquilos-cinzentos recebam a medalha de ouro de melhores regeneradores das florestas. Todos eles estão relacionados à sua capacidade de coletar sementes e ao que fazem com elas.

O esquilo-cinzento enterra as sementes

O principal fator que dá ao esquilo-cinzento o seu sucesso é a enorme quantidade de sementes de árvores que eles são capazes de coletar. Estudos realizados com esses animais mostram que os esquilos enterram 96,9% das sementes que coletam enquanto os 3,1% restantes são consumidos na hora.

Esses pequenos mamíferos enterram as sementes a fim de recuperá-las quando o alimento se torna escasso durante o inverno. Contudo, dessa grande quantidade de sementes que os esquilos-cinzentos enterram, 30% nunca serão recuperadas.

Portanto, as sementes enterradas e não recuperadas são, em grande parte, o início da regeneração de uma floresta. As sementes perdidas vão germinar e dar origem a uma nova árvore.

O papel do esquilo-cinzento nas florestas

Seleção das sementes mais saudáveis

O segundo fator mais importante que mostra a alta eficiência do esquilo-cinzento para a regeneração da floresta é o tipo de semente coletada. Pesquisas mostram que os esquilos preferem comer diretamente as sementes danificadas ou com parasitas e enterrar as mais saudáveis.

Essa ação tem como resultado a manutenção da diversidade genética das árvores, uma vez que são as sementes mais fortes que prevalecem. Assim, elas têm uma maior probabilidade de germinar – se forem esquecidas pelos esquilos – e de crescer rapidamente.

São controladores biológicos de pragas

Se com as informações fornecidas até agora já podemos apreciar o ótimo trabalho do esquilo-cinzento, você ainda pode se surpreender com o que vem a seguir. O esquilo-cinzento mantém possíveis pragas da floresta sob controle!

Os esquilos-cinzentos, além de se alimentarem de sementes, também são bons predadores de insetos e larvas. Isso porque esses artrópodes são fundamentais na dieta desses mamíferos, fornecendo uma boa quantidade de proteínas e ácidos graxos essenciais.

Geralmente, os esquilos atacam insetos e larvas que danificam as sementes e árvores. Dessa forma, eles mantêm a floresta mais saudável por meio do controle desses insetos.

A regeneração das florestas e o papel do esquilo-cinzento

Já está claro que o papel do esquilo-cinzento no que diz respeito à regeneração das florestas é muito importante, devido ao manejo das sementes. No entanto, nem todas as espécies de esquilo procedem da mesma maneira.

esquilo-vermelho-americano (Tamiasciurus hudsonicus), por exemplo, também coleta um grande número de sementes. A diferença é que ele armazena as sementes em buracos nas árvores e enterra apenas 11% delas.

Consequentemente, as sementes armazenadas nas árvores não vão servir para regenerar a floresta, visto que não vão germinar.

Por outro lado, os cientistas apontam que esses esquilos não selecionam as sementes saudáveis. Em conclusão, o esquilo-vermelho-americano é um predador de sementes, e não um regenerador da floresta como o esquilo-cinzento.

O papel do esquilo-cinzento nas florestas

Estado de conservação do esquilo-cinzento

Felizmente, o esquilo-cinzento não é uma espécie ameaçada. Os dados mais recentes da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) mostram que a espécie está aumentando em número.

Além disso, as suas populações não estão fragmentadas e muitas delas vivem em áreas protegidas. Ambientalistas e cientistas conservacionistas mostram que, onde há esquilos, a floresta se regenera melhor e mais rapidamente.

Pode interessar a você...
Esquilo-de-prevost: alimentação e habitat
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Esquilo-de-prevost: alimentação e habitat

A família do esquilo-de-prevost, um roedor que se destaca pela sua cor, possui 15 espécies e 300 subespécies. Saiba mais sobre ele aqui!



  • Cassola, F. 2016. Sciurus carolinensis. The IUCN Red List of Threatened Species 2016: e.T42462A22245728
  • Goheen, J. R., & Swihart, R. K. (2003). Food-hoarding behavior of gray squirrels and North American red squirrels in the central hardwoods region: implications for forest regeneration. Canadian Journal of Zoology, 81(9), 1636-1639.
  • Rosenblatt, D. L., Heske, E. J., Nelson, S. L., Barber, D. M., Miller, M. A., & MacALLISTER, B. R. U. C. E. (1999). Forest fragments in east-central Illinois: islands or habitat patches for mammals?. The American midland naturalist, 141(1), 115-123.
  • Steele, M. A., Wauters, L. A., & Larsen, K. W. (2005). Selection, predation and dispersal of seeds by tree squirrels in temperate and boreal forests: are tree squirrels keystone granivores. Seed fate: predation, dispersal and seedling establishment, 205-221.
  • Zollner, P. A. (2000). Comparing the landscape level perceptual abilities of forest sciurids in fragmented agricultural landscapes. Landscape ecology, 15(6), 523-533.