Picanço real: o pássaro açougueiro

setembro 11, 2019
O comportamento do picanço real faz com que ele seja um dos pássaros mais incríveis que podemos ver na Espanha. É impossível ficar indiferente à sua biologia.

O picanço real (Lanius meridionalis) é um dos pássaros mais curiosos que podem ser encontrados na Península Ibérica. Injustamente desconhecido, o comportamento deste pássaro é único.

Quem são os picanços?

Todos os picanços são caracterizados da mesma forma: apesar de serem pequenos pássaros com membros finos, têm um bico que lembra as aves de rapina, como fossem animais caçadores.

Isso faz sentido: o picanço é um pequeno pássaro que caça insetos, mas é conhecido pelo modo como caça pequenos vertebrados. Isso porque roedores, lagartos ou outras aves podem ser presas dessas aves, também conhecidas como carrascos.

Os picanços pertencem à família Laniidae e vivem na África, Ásia e Europa. Existem espécies que se reproduzem na América do Norte, mas não na Austrália e no continente sul-americano.

Características do picanço real

Especificamente, o picanço real de maior tamanho é o da Espanha. É uma ave sedentária, comum em áreas secas e ambientes abertos, como as Ilhas Canárias ou toda a costa do Mediterrâneo.

Habitat do picanço real

Este pássaro é muito fácil de reconhecer; se você gosta de observar a vida selvagem, é um bom animal para começar. Trata-se de um pássaro pequeno, corpulento e de cauda longa.

Caracteriza-se não apenas por seu bico, mas por ter uma máscara preta na cabeça.

As asas desta espécie são pretas, com uma grande mancha branca. Grande parte do corpo, no entanto, é acinzentada, e portanto é bastante reconhecível.

Mede cerca de 25 centímetros, enquanto sua envergadura ultrapassa os 30 centímetros. Seu canto é metálico, potente e muito variado, pois esse pássaro pode imitar outras aves.

Comportamento do picanço real

A coisa mais curiosa sobre o picanço real é seu comportamento: esta ave, depois de caçar sua presa, a empala em plantas espinhosas ou mesmo em arame farpado. Ao fazer isso, consegue separá-la com puxadas. Por tudo isso, é apelidado de açougueiro.

Picanço real e sua presa

A inteligência dos pássaros é posta à prova no picanço, que geralmente caça à espreita, esperando em locais altos, como linhas de energia ou galhos. Depois disso, empala sua presa em galhos afiados de espinheiros e outras plantas.

Quanto à sua reprodução, na Espanha ela costuma começar em março, embora ocorra mais cedo na África e nas Ilhas Canárias. Faz ninhos em árvores espinhosas, onde deposita até sete ovos brancos com manchas, de onde os filhotes saem em duas semanas.

É importante observar que, embora não esteja em perigo de extinção, o picanço real é considerado “quase ameaçado” pelo Livro Vermelho de pássaros da Espanha.

Habitat do picanço real

O picanço real tem várias subespécies e é um pássaro que não é muito distribuído: na Europa, o picanço real aparece apenas no sul da França, Portugal e Espanha. As Ilhas Canárias e o norte da África também fazem parte de seu habitat, juntamente com parte da Ásia.

O picanço real vive em áreas abertas; geralmente fica empoleirado em cabos e outras estruturas. Também é observado em áreas de matagal, pastagens e plantações de amendoeiras e olivais.

Quanto ao seu habitat na Espanha, não é encontrado na região da Cantábria. No sudoeste da Europa, estima-se que existam mais de 500.000 exemplares, embora este número pareça estar diminuindo.