Por que as orcas atacam tubarões na África do Sul?

abril 28, 2019
É provável que o fato de que as orcas atacam os tubarões ocorra porque são eles que começam a briga, e as orcas simplesmente se defendem.

As orcas estão entre os maiores predadores do oceano. Estes cetáceos têm diversas presas e estratégias de caça, mas algo inédito foi constatado recentemente: as orcas atacam tubarões na África do Sul.

As orcas atacam tubarões na África do Sul

A África do Sul é conhecida por ser um dos melhores lugares para ver os gigantes das profundezas: observar animais selvagens, tais como orcas, tubarões-brancos ou algumas baleias é algo fácil de ser feito nas suas águas.

Durante vários meses do ano passado, corpos de tubarões-brancos começaram a aparecer nas praias de Gansbaai com marcas bastante estranhas: as mordidas de um grande animal tinham seccionado o fígado dos tubarões.

Assim, foi descoberto que as orcas estão atacando os tubarões na região. As vítimas eram tubarões-brancos, predadores com mais de cinco metros de comprimento que geralmente não são presas de nenhuma espécie.

As orcas atacam os tubarões na África do Sul

Por que as orcas atacam tubarões?

Os ataques parecem ocorrer devido à presença de esqualeno no fígado dos tubarões. Todos os organismos produzem esse nutriente, mas os tubarões e as raias produzem grandes quantidades dele em seus fígados.

Embora as orcas possam comer quase qualquer coisa e sejam grandes caçadoras quando agem em grupo, a verdade é que foi muito surpreendente que atacassem esses tubarões e seccionassem um órgão com tanta precisão.

As orcas são um ótimo exemplo de cultura entre os animais, por isso é relativamente comum que diversas populações cacem espécies específicas. Na Argentina, por exemplo, as orcas caçam bastante os leões-marinhos, enquanto em Gibraltar elas se alimentam de atum.

Não é a primeira vez que há registro de conflitos entre orcas e tubarões: em 2016, um drone capturou imagens chocantes nas quais uma orca arrastava o corpo de um tubarão nas suas mandíbulas.

Mesmo assim, a hipótese do esqualeno ainda não foi totalmente esclarecida, já que o fígado é um órgão com alta toxicidade. Algumas pessoas acreditam que essas lesões são simplesmente o ponto no qual as orcas atacam os tubarões para derrotá-los, algo como um ponto fraco. De fato, há muitos tubarões-brancos que mostram ferimentos nessa área.

Tubarão no mar

Também há quem acredite que as orcas poderiam realizar esses ataques apenas por diversão, embora pareça provável que muitos desses ataques tenham sido iniciados pelos tubarões, que não estão acostumados a ser derrotados.

O que está claro é que tanto os tubarões brancos quanto as orcas são espécies protegidas na África do Sul. Provavelmente, o aumento das suas populações fez com que estes fenômenos ocorressem com maior frequência.

Conheça as orcas

As orcas não são conhecidas apenas por tais ataques. Elas são animais extremamente inteligentes, cuja vida familiar é especialmente rica e cujas estratégias de caça são lendárias.

Sua inteligência permite que elas aprendam umas com as outras como se lançar à costa buscando presas, ou até mesmo usar iscas para atrair pássaros e outros animais terrestres para devorá-los em seguida.

Embora atualmente se considere que há apenas uma espécie de orca, os diferentes grupos não se reproduzem entre si e têm culturas totalmente diferentes, por isso há a suspeita de que poderíamos falar sobre espécies diferenciadas.

Pyle, P., Schramm, M. J., Keiper, C., & Anderson, S. D. (1999). Predation on a white shark (Carcharodon carcharias) by a killer whale (Orcinus orca) and a possible case of competitive displacement. Marine Mammal Science15(2), 563-568.