Por que as cigarras cantam no verão?

Ainda hoje em dia, grande parte do ciclo de vida das cigarras permanece um mistério para os pesquisadores. Descubra o que se sabe até agora.
Por que as cigarras cantam no verão?

Última atualização: 28 Novembro, 2020

Quando chegam as longas tardes de verão, novos sons florescem na natureza, como o piar dos filhotes de pássaros que estão aprendendo a viver por conta própria. No entanto, o som mais marcante que geralmente se ouve pode ser o das cigarras.

Além disso, o canto que esses pequenos artrópodes emitem chega na hora certa para nos avisar que o calor está chegando. Não é de se surpreender que o som das cigarras no verão seja o mais típico em muitas regiões do mundo. Mas por que isso acontece?

Uma vida de mistério

Provavelmente, você já se perguntou onde as cigarras ficam no resto do ano ou, por outro lado, por que as cigarras só cantam no verão. O que muitas pessoas não sabem é que esses insetos passam a maior parte de suas vidas enterrados e só emergem durante os meses quentes.

Das centenas de espécies diferentes de cigarras ao redor do mundo, algumas só se enterram durante um inverno. Em contraste, outras espécies de cigarras norte-americanas tendem a se se enterrar durante 13 a 17 anos.

Devido a esses acontecimentos, quando as cigarras aparecem e cantam, isso é encarado como algo especial e é chamado de “ano das cigarras”.

O canto das cigarras no verão

O canto das cigarras é o som mais alto que qualquer inseto pode produzir. Além disso, algumas das espécies menores de cigarras produzem um canto em uma frequência tão alta que é inaudível para os humanos.

Para muitas pessoas, esse ruído repetitivo traz uma sensação de paz e serenidade. Pelo contrário, para outras, pode ser muito incômodo e é possível que as impeça de repousar nas horas em que o calor está mais intenso nas regiões temperadas do planeta.

Longe do que se possa pensar, as cigarras não cantam com a garganta como os outros animais, pois não possuem órgão vocal.

Para emitir seus sons, esses insetos usam uma membrana chamada membrana timpânica, localizada entre o tórax e o abdômen. Graças aos músculos, conhecidos como músculos timpânicos, as cigarras fazem vibrar a membrana que produz esse som alto.

Contudo, qual é a função do canto das cigarras no verão? Bem, esse som apenas anuncia a estação reprodutiva da cigarra. Esses insetos cantam para atrair seus congêneres e se reproduzir.

Uma vida de mistério

Ciclo reprodutivo das cigarras

O ciclo de vida das cigarras é muito particular. Na maioria das espécies, normalmente dura entre dois e cinco anos, mas, como vimos no início, algumas espécies norte-americanas têm ciclos mais longos, entre 13 e 17 anos.

Quando o calor do verão fica muito intenso, as ninfas das cigarras surgem, todas de uma vez, e sobem até as copas das árvores. Uma vez lá, o último processo de muda ou ecdise se inicia.

O animal bombeia sangue para o abdômen para expandi-lo e fazer com que a camada mais externa do tegumento se separe do corpo. Em seguida, uma linha se abre na parte superior do tórax, onde emerge uma cigarra pálida, que ainda precisa endurecer seu exoesqueleto.

Quando as cigarras estão prontas, começa o canto, que pode durar vários dias ou mesmo semanas, até que todos tenham conseguido se reproduzir. Em seguida, as fêmeas, graças ao seu dispositivo ovopositor em forma de serra, fazem um pequeno corte na madeira onde vão depositar os ovos. Mais tarde, todos os adultos morrem.

Depois de vários dias, os pequenos ovos chocam ninfas com patas dianteiras desproporcionalmente grandes, que são essenciais para a escavação. As ninfas são jogadas no chão, posicionadas perto das raízes da árvore para se alimentar durante anos necessários até que estejam prontas para ressurgir como adultas.

Longe do que se possa pensar, segundo estudos, essas ninfas não prejudicam nem retardam o crescimento das árvores, por isso não é necessário realizar nenhum tipo de eliminação de pragas.

Por que todas as cigarras surgem ao mesmo tempo?

Em geral, tudo o que envolve o ciclo de vida das cigarras permanece, em grande parte, um mistério. Por que algumas espécies demoram tantos anos para sair do solo ou qual é a razão para fazer tudo ao mesmo tempo, são questões que tem mantido muitos entomologistas na expectativa.

Até agora, uma das explicações para o motivo de todas elas deixarem o solo ao mesmo tempo pode ser devido a uma teoria ecológica chamada de predador saciado. Essa ideia explica que quanto mais presas houver em um determinado local e tempo, menor será a probabilidade de predação.

Quanto às cigarras, quando saírem todas juntas, algumas serão caçadas por pássaros, mas ainda haverá muitas outras que poderão se reproduzir.

Se um pequeno grupo de cigarras antecipa ou atrasa sua partida, é mais provável que todas virem presas. Dessa forma, essa necessidade de sincronização das cigarras é explicada.

Por que todas as cigarras surgem ao mesmo tempo?

Embora ainda haja um longo caminho a percorrer para entender completamente o modo de vida desses insetos, o que se sabe até agora é surpreendente. Da próxima vez que você ouvir as cigarras cantando no verão, lembre-se de quanto tempo elas levaram para estarem prontas para sair para o mundo exterior.

Pode interessar a você...
Weta, um dos maiores insetos do planeta
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Weta, um dos maiores insetos do planeta

O weta, um habitante noturno da Nova Zelândia, surpreende com seu grande tamanho. Saiba mais sobre esse inseto interessante aqui!



  • Cranshaw, W. S., & Kondratieff, B. (2004). Cicadas. Fact sheet (Colorado State University. Extension). Insect series; no. 5.590.
  • Moore, T. E. (1993). Acoustic signals and speciation in cicadas (Insecta: Homoptera: Cicadidae). In Evolutionary Patterns and Processes, Linnean Society Symposium (No. 14, pp. 269-284).
  • Tabak, E. G. (2001). Why do cicadas have prime life-spans.
  • Williams, K. S., & Simon, C. (1995). The ecology, behavior, and evolution of periodical cicadas. Annual review of entomology, 40(1), 269-295.