Por que os gatos mordem os tornozelos?

Qualquer pessoa que já conviveu com um felino se faz a seguinte pergunta: por que os gatos mordem os tornozelos? Aqui você encontra o motivo desse comportamento.
Por que os gatos mordem os tornozelos?

Última atualização: 19 Março, 2021

Todo mundo que já conviveu com esses felinos já foi vítima de algum ataque furtivo desse tipo. Mas por que os gatos mordem os tornozelos? Nas linhas a seguir, vamos fornecer todas as informações necessárias para entender esse comportamento.

Esse comportamento pode despertar algum desconforto ou preocupação, visto que pode causar acidentes. A fim de evitar sustos e brigas, você também encontrará aqui algumas dicas para corrigir esse tipo de comportamento em felinos domésticos.

O instinto de caça

Os gatos, apesar de terem vivido com humanos por milhares de anos, ainda mantêm seus instintos de caça. Na natureza, os felinos caçadores passam boa parte do dia procurando por presas, já que a recompensa deve ser grande o suficiente para que eles possam passar vários dias sem comida se não conseguirem encontrar mais nada.

O que isso tem a ver com a questão de por que os gatos mordem os tornozelos? Bem, os gatos domésticos, na ausência desses estímulos que seu instinto busca automaticamente, acabarão encontrando algo para atacar.

Como você pode imaginar, os pés são objetos móveis bastante atraentes para um gato que não sabe o que fazer com seu instinto de caça. Portanto, na próxima seção, vamos descrever esse comportamento em detalhes e apresentar alguns outros motivos pelos quais um gato morde os tornozelos.

Um gato brincando com seu tutor.

Por que os gatos mordem os tornozelos?

Acima você leu sobre a preferência dos gatos pelos pés ao procurar algo para caçar. Isso não é um comportamento isolado, pois existem outras razões para um gato morder os tornozelos. Dentre eles, destacamos os seguintes:

  • Tédio: se o seu gato está procurando algo para caçar, ele pode não ter estímulo em seu ambiente.
  • Emoção: o felino não está necessariamente entediado. Se ele estiver muito animado com uma brincadeira, pode ser que seus pés estejam no caminho dele.
  • Chamar a atenção: se você fez algo que o incomodou, pode ser que o ato de morder os tornozelos seja a forma que o gato tem de expressar sua raiva. Também pode ser uma agressão, produto do desconforto causado por alguma doença.

Como sempre se recomenda em relação a esse tipo de assunto, quando houver a menor suspeita de doença ou problema de comportamento, o mais adequado é consultar um especialista. No entanto, abaixo você vai encontrar algumas dicas para evitar que seu gato morda os tornozelos com frequência.

Como corrigir um gato que morde os tornozelos

No caso de cachorros ou gatos não socializados, esse comportamento pode ainda não estar estabelecido e pode ser corrigido antes de se tornar um problema. Aqui estão algumas dicas para isso:

  • Adicione enriquecimento ao ambiente: a resposta mais frequente para o motivo pelo qual os gatos mordem os tornozelos é que eles ficam entediados. Passe algum tempo com seu animal de estimação, esconda sua comida para que ele a procure, deixe objetos com cheiro forte escondidos pela casa ou faça jogos de inteligência. Existem muitas opções.
  • Redirecione o foco de atenção do animal: uma maneira útil de afastar o felino dos seus pés é carregar um brinquedo consigo. Quando o animal estiver se preparando para pular, pegue o brinquedo e jogue para ele brincar com isso em vez dos seus pés.
  • Descartar doenças: se o comportamento persistir, leve o animal ao veterinário para eliminar a possibilidade de o comportamento ser resultado de alguma doença física.
  • Não reforce o comportamento: mas, cuidado, não o castigue também. Se o objetivo é chamar a atenção, o comportamento de atacar os pés se extinguirá se o animal não receber feedback por isso.
Por que os gatos mordem os tornozelos?

Notas finais sobre por que os gatos mordem os tornozelos

Muitas vezes não é possível corrigir um problema de comportamento em casa sem ajuda, enquanto muitos outros comportamentos não são um desequilíbrio psicológico em si, embora possam ser incômodos para o tutor. Por mais domesticados que sejam, os animais ainda são seres instintivos, por isso às vezes fazem coisas que nos chocam.

Antes de viver com um animal não humano, você deve se perguntar se pode dar a ele a atenção de que ele precisa, principalmente quando se trata de gatos que vêm de situações críticas de vida. Diante das dificuldades, sempre haverá um profissional para auxiliar você, então peça ajuda sem medo se o comportamento do seu animal for conflituoso.

Pode interessar a você...
Urolitíase em gatos: causas, sintomas e tratamento
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Urolitíase em gatos: causas, sintomas e tratamento

As causas da urolitíase em gatos muitas vezes não ficam claras, mas parece que a dieta tem um papel importante nisso. Saiba mais aqui!



  • Adamec, R. E., Stark-Adamec, C., & Livingston, K. E. (1980). The development of predatory aggression and defense in the domestic cat (Felis catus): II. Development of aggression and defense in the first 164 days of life. Behavioral and Neural Biology, 30(4), 410-434.
  • Magno, N. (2017). El Lenguaje del gato. Parkstone International.
  • Domjam, M. (2007). Principios de aprendizaje y conducta. Editorial Paraninfo.