Problemas de comportamento mais comuns no cavalo

dezembro 27, 2018
Problemas de comportamento podem estar ligados ao fato dos cavalos estarem confinados, pois são animais acostumados a viver em liberdade. A má nutrição também é uma causa de alterações físicas e mentais.

Cavalos em cativeiro podem desenvolver comportamentos que não são considerados normais.

A maioria é vítima de ações compulsivas, produto de distúrbios de hiperatividade causados pelo confinamento. A razão para um mau comportamento dos cavalos é uma alteração em seu modo de vida ou habitat.

Existem três condições básicas que mantêm o equilíbrio físico e emocional de um cavalo. Trata-se de alimentação, interação com outros equinos e liberdade de movimento.

A alteração em qualquer um deles ou em todos é a causa de um comportamento inadequado no cavalo.

Então, para minimizar os efeitos de um mau comportamento, especialistas recomendam diferentes técnicas. 

De melhorias ambientais a novos cuidados, até tratamentos farmacológicos. Porém, a aplicação de qualquer um deles dependerá de um diagnóstico prévio da saúde do equino.

Mau comportamento no cavalo

Os problemas de comportamento no cavalo podem ser causados por fatores internos ou externos. Entre os primeiros, a dor e o medo são os mais comuns, e podem ter causas antigas ou atuais.

No segundo campo, o externo, são considerados os elementos aos quais um cavalo é submetido em confinamento.

Normalmente, os cavalos são mantidos em áreas abertas de forma livre. Eles estão acostumados a pastar, a viver em grupos e a correr longas distâncias livremente.

Consequentemente, uma variação dessas rotinas, devido à sua domesticação, é causa de estresse, uma situação com a qual o animal não sabe lidar.

cavalos em estábulo

Geralmente, os problemas mais comuns resultantes de mau comportamento no cavalo são estereotipias, distúrbios alimentares e reações agressivas

As estereotipias são comportamentos repetitivos e estranhos que o cavalo desenvolve em seu confinamento (como por exemplo, andar em círculos). 

Esse tipo de comportamento aumenta a liberação de endorfinas e ajuda a minimizar seu estresse.

Causas de mau comportamento no cavalo 

  • Alimentação. Um cavalo livre costuma pastar por 18 horas, tempo que ele investe na busca de alimentos e em seu deslocamento.
  • Em confinamento, um cavalo não tem liberdade para manter sua rotina ou controlar sua ingestão de alimentos. Essa situação causa, na maioria dos casos, altos níveis de ansiedade, estresse e depressão, incluindo outras doenças.
  • Dores ou problemas de saúde. A dor é uma das principais causas pelas quais um cavalo fica agressivo. A agressividade pode ser expressa em relação a outros animais da mesma espécie ou até mesmo para com o domador. Essa reação está diretamente relacionada a seu estado de saúde mental.
  • Alteração em seu habitat. Um cavalo domesticado pode passar até 22 horas por dia dentro de seu estábulo, sem espaço suficiente para correr e isolado de outros cavalos. Esta situação produz depressão e ansiedade nos cavalos; especialmente naqueles animais selvagens ou acostumados a ambientes grandes e de savana.

cavalos comendo

Comportamentos mais comuns

  • Aerofagia ou ingestão de ar. Com a ajuda de seus incisivos, o cavalo fixa os dentes em um alvo inerte; arqueia o pescoço e move a cabeça para trás, produzindo um som rouco ao engolir ar. Esse comportamento está associado a problemas digestivos, além de tédio.
  • Rolamento do pescoço e cabeça. Constantemente, o cavalo move o pescoço e a cabeça de um lado para o outro. É um movimento contínuo, relacionado à ansiedade e angústia.
  • Outra variante do comportamento anterior é o deslocamento em círculos dentro do estábulo. O cavalo gira constantemente dentro de seu espaço e pode chutar a porta ou o chão constantemente.
  • Comer madeira (lignofagia). O cavalo morde a porta e as pranchas de madeira ao seu alcance. A principal causa desse comportamento é a falta de fibra em sua dieta. O maior risco deste hábito é ele engasgar ou apresentar uma laceração interna devido a uma lasca.

Dicas para melhorar o comportamento do cavalo

  1. Diagnóstico médico. Em um cavalo com comportamento incomum, um diagnóstico clínico completo deve ser feito; você também tem que observar seu comportamento psicológico.
  2. Mudanças na rotina. Um cavalo precisa de cerca de 10 horas de exercício livre e interação com outros equinos.
  3. Controle de sua dietaNormalmente, este animal em cativeiro come grandes porções duas vezes por dia. Seu alimento é rico em cereais e grãos que podem causar úlceras ou acidose intestinal. Recomenda-se uma dieta rica em fibras, pobre em açúcares e de grande calibre, para assim estimular a mastigação.