O que é a psicobiologia?

fevereiro 7, 2020
A psicobiologia estuda a base biológica do comportamento humano.

A psicobiologia é uma ciência que estuda a base biológica do comportamento humano, ou seja, quais sistemas e processos biológicos nos permitem interagir ativamente e de forma adaptativa com o ambiente ao nosso redor.

O comportamento e os processos mentais são fatos considerados objetivos, verificáveis ​​e prováveis ​​de serem quantificáveis.

Essa visão do comportamento não leva em consideração a filosofia, religiões ou a política… em vez disso, concentra-se no método científico como uma maneira de entender o comportamento humano. Está mais próximo da etologia e psicologia humanas do que das disciplinas anteriores.

Como surgiu a psicobiologia?

Em 1914, o psicólogo K. Dunlap cunhou o termo psicobiologia com seu trabalho An outline of Psychobiology para ajudar seus alunos a entender o papel da biologia na psicologia.

A partir deste momento, várias linhas de pesquisa que conectam as funções mentais com as fisiológicas começaram e nasceram revistas científicas, com muito impacto ainda hoje, que combinam ambas as ciências, como o Journal of comparative Psychology e o Behavioral neurocience.

Como surgiu a psicobiologia?

Fatores que influenciam o comportamento humano e são estudados pela psicobiologia

O comportamento e os processos mentais são estudados na psicobiologia como um processo adaptativo da espécie, que se baseia nesses fatores:

Fatores filogenéticos

Para entender a psicobiologia, é necessário conhecer a história evolutiva da nossa espécie. As características gerais do nosso comportamento são influenciadas pela nossa filogenética.

A filogenia estuda as relações de parentesco entre espécies ao longo da história do planeta, e é baseada nas semelhanças do DNA, mas originalmente usada como caracteres taxonômicos de referência para encontrar semelhanças ou diferenças entre as espécies.

Com a filogenética, podemos descobrir ancestrais comuns entre várias espécies e quando elas começaram a se diferenciar. O estudo de árvores filogenéticas foi uma ferramenta essencial para explicar a evolução.

O comportamento do ser humano é marcado pelas conquistas evolutivas dos seus antepassados. Embora seja uma causa distante, o comportamento dos nossos predecessores foi um fator que permitiu a sobrevivência da espécie. É a explicação mais distante do nosso comportamento.

Fatores ontogênicos

A ontogenia se refere ao desenvolvimento de um organismo a partir do processo embrionário, passando por todas as fases da sua vida até a velhice.

A capacidade de desenvolver certos comportamentos começa desde que somos fetos e é enriquecida à medida que avançamos na vida com interações com o meio ambiente. Essas são as causas mais próximas que explicam o nosso modo de ser.

Fatores epigenéticos

A epigenética está ganhando terreno no campo científico e tenta explicar como fatores externos ambientais modulam a nossa expressão genética. Aparentemente, existem certos períodos na vida do ser humano em que há uma maior plasticidade neuronal.

Isso significa que os neurônios podem experimentar mudanças em sua morfologia e fisiologia, o que tem consequências em nosso comportamento ou aprendizado.

Gorila usando celular

Embora esses fatores sejam muito importantes para entender como o ser humano se comporta, há outros que também o influenciam diretamente. Um exemplo é a percepção de estímulos, graças ao nosso sistema nervoso, que nos prepara para dar uma resposta imediata.

Além de ter uma grande influência da genética, a psicobiologia inclui outros ramos científicos que tentam explicar a base biológica do comportamento humano a partir de muitas perspectivas diferentes, como a biologia molecular, endocrinologia, farmacologia, embriologia ou psicologia comparada.

Os tópicos mais importantes da psicobiologia são a evolução do cérebro, o funcionamento e o desenvolvimento do sistema nervoso, processos sensoriais, sono, emoções e os comportamentos humanos mais básicos, como sexo, fome, sede, agressão…

  • UNED. Fundamentos de Psicobiología.
  • Universidad de Jaen. Concepto de psicobiología.