Qual é a temperatura ideal para um aquário de água doce?

Controlar a temperatura em um aquário pode ser uma tarefa complexa para tutores iniciantes. Aqui mostramos tudo o que você precisa saber sobre o assunto.
Qual é a temperatura ideal para um aquário de água doce?

Última atualização: 01 novembro, 2021

Ter um aquário em casa exige muito, mas todo o esforço vale a pena. Ver os peixes nadando em harmonia em águas cristalinas hipnotiza qualquer um, mas chegar a esse ponto requer trabalho e conhecimento prévio. Por exemplo, saber qual é a temperatura ideal de um aquário de água doce é essencial para que os espécimes vivam nele por muito tempo.

Embora esse valor possa permanecer relativamente constante ao longo do ano, deve-se observar que algumas espécies requerem mais calor do que outras e que, dependendo do ano, alguns exemplares precisam de aumentos (ou diminuições) de temperatura para se reproduzir. Se você deseja saber mais sobre o assunto, recomendamos a leitura deste artigo.

Qual é a temperatura ideal para o meu aquário?

Antes de mais nada, é necessário destacar que aqui vamos focar nossa atenção nos aquários de água doce, já que os aquários de água salgada requerem condições muito diferentes e devem estar sempre em temperaturas mais baixas. No mundo dos aquários não marinhos, costuma-se dizer que existem peixes de água fria e peixes de água quente.

Embora esses termos não indiquem muito sobre cada espécie, servem para estabelecer uma série de generalidades. Por exemplo, todos os peixes de água quente (ou tropicais) vivem em ambientes aquáticos com temperaturas acima de 20° C. Alguns exemplos nesse grupo são guppies, platys, discos ou peixes-zebra.

Em contraste, os peixes que se desenvolvem melhor entre 10 e 20° C são considerados de água fria. Há muito poucos representantes domésticos nesse bloco, mas sem dúvida o mais famoso é o peixinho-dourado (Carassius auratus). Embora as carpas possam resistir a temperaturas bem acima das mencionadas, elas se desenvolvem melhor em ambientes temperados.

Por fim, os peixes polares são aqueles que proliferam em águas entre 0 e 10° C. Por razões logísticas, quase nenhum tutor tem exemplares desse grupo em casa. A grande maioria das espécies de água doce presentes no hobby são consideradas tropicais ou de água quente (exceto os peixinhos-dourados).

Um aquário com peixes.

Então, qual é a temperatura ideal?

Cada espécie tem uma faixa térmica específica, mas certas generalidades podem ser estabelecidas para tutores iniciantes. Conforme indicado por sites profissionais, quase todos os peixes tropicais se sentem confortáveis na temperatura exata de 25° C (que pode variar esporadicamente entre 24 e 27° C).

Para manter essa temperatura constante, você deve contar com um aquecedor específico para aquários (e com energia suficiente para o seu aquário específico). Ajuste-o no limite desejado (geralmente 25-26° C) e coloque-o na água: não se preocupe, o aparelho desliga quando a água esquenta até o ponto desejado.

Você também pode obter um termômetro que informa em que temperatura a água está o tempo todo, pois às vezes o aquecedor pode desligar, quebrar ou não controlar a faixa térmica.

A situação muda um pouco caso você tenha peixes de água fria (como peixinhos-dourados). A temperatura ideal para essa espécie varia entre 15 e 18° C. Portanto, não é necessário colocar aquecedor. Pelo contrário, em alguns meses do ano às vezes é recomendável instalar ventiladores de superfície que baixem a temperatura da água do tanque (por evaporação).

Essas regras não são seguidas se você quiser criar peixes de uma espécie específica. Por exemplo, muitos espécimes tropicais requerem um aumento esporádico da temperatura para entrar na fase reprodutiva, mas outros requerem uma pequena diminuição. Pesquise bem antes de fazer qualquer alteração em seu tanque.

Condições que podem variar a água do seu aquário

Agora você sabe que a temperatura ideal para um aquário tropical é 25° C, enquanto um aquário de água fria permanecerá ideal entre 18 e 20° C. Em qualquer caso, existem certas mudanças que desajustam esporadicamente o microclima do aquário e que podem ser prejudiciais para os seus integrantes.

Na lista a seguir, mostramos algumas alterações que fazem com que a temperatura do tanque oscile de forma perigosa:

  • Localização do aquário: um aquário localizado em frente a uma janela pode aumentar drasticamente de temperatura se os raios do sol incidirem diretamente sobre ele. Ao contrário, à noite haverá quedas intensas (principalmente no inverno).
  • Iluminação: aquários pequenos com iluminação inadequada podem aumentar drasticamente a temperatura em questão de horas.
  • Mudanças drásticas de água: a água da torneira ou de garrafa está sempre mais fria do que a de um aquário aquecido. Se você fizer mudanças muito drásticas (de 50% do volume do tanque ou mais), é provável que atrapalhe o ecossistema.
  • Aquecedor defeituoso: um aquecedor desconectado durante o mês mais frio de inverno pode ser devastador. Portanto, é essencial monitorar a temperatura do tanque com um termômetro acessório em todos os momentos.

Além desses agentes externos, é necessário enfatizar que todos os peixes requerem uma faixa térmica constante para que fiquem bem. As flutuações podem se traduzir em estresse e morte para os animais, então escolha a localização do seu aquário com cuidado antes de montá-lo.

Um peixinho-dourado no aquário.

Alcançar a temperatura ideal em seu aquário é mais fácil do que parece. O mais importante é escolher uma pequena parte tranquila da casa para montar o tanque e, a partir daí, o aquecedor fará o resto do trabalho. Claro: monitore e verifique a temperatura todos os dias. Só assim você evitará que um acidente esporádico faça grandes estragos.

Pode interessar a você...
Quantos peixes você pode colocar no seu aquário?
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Quantos peixes você pode colocar no seu aquário?

Saber quantos peixes você pode colocar no aquário é essencial para que seu tanque permaneça estável a longo prazo. Confira mais informações.