Quantos peixes você pode colocar no seu aquário?

O aquário é um ambiente finito e, portanto, o número de membros que ele pode abrigar também é limitado. Aqui, apresentamos algumas regras para calcular esse valor.
Quantos peixes você pode colocar no seu aquário?

Última atualização: 27 outubro, 2021

Saber exatamente quantos peixes você pode colocar em seu aquário é essencial para que ele se mantenha a longo prazo. Tanques superlotados estão fadados ao fracasso, pois é uma questão de tempo até que ocorram desajustes químicos, deposição excessiva de matéria orgânica e estresse crônico nos integrantes. No final, alguns peixes acabam morrendo como resultado.

Por motivos lógicos, a superlotação no aquário é um parâmetro a se evitar a todo custo. A seguir, mostramos com fatos e números as regras gerais relativas ao número de integrantes do tanque. Não perca!

O que devo procurar ao montar meu aquário?

Saber quantos peixes você pode colocar no seu aquário é essencial antes de habitá-lo, mas existem muitos outros parâmetros que devem ser levados em consideração. Por exemplo, é de pouca utilidade calcular um valor padronizado para o espaço que cada espécime ocupará se seu habitat não estiver ajustado às necessidades da espécie em primeira instância.

Depois de se informar sobre os requisitos de cada membro do aquário, pergunte-se o seguinte:

  1. De quanto espaço útil as espécies precisam? Alguns peixes são grandes e se movem muito pouco, enquanto outros peixes pequenos requerem uma grande área do ecossistema para realizar seu ciclo de vida. Não se restrinja apenas ao tamanho do animal, considere também suas necessidades vitais e o espaço que necessita para seguir seus instintos.
  2. Os peixes são compatíveis? Todos os membros do tanque devem ser compatíveis em termos químicos e comportamentais. Por exemplo, uma espécie que requer uma temperatura de 20° C nunca vai viver bem com outra que requer 28° C. O mesmo aconteceria com um peixe carnívoro de 10 centímetros de comprimento e um cardume de pequenos espécimes.
  3. Como é o sistema de filtragem do meu aquário? Por melhor que você calcule os espaços de cada espécime, um aquário sem sistema de filtragem está fadado ao fracasso. Informe-se sobre a potência dos seus filtros, pois isso também definirá o número de membros que o tanque pode ter.

Depois de ter tudo isso claro, comece a configurar o aquário e fazer a ciclagem por 1-2 meses antes de introduzir os primeiros peixes. O processo é lento e caro, mas no final sempre vale a pena.

Ter dúvidas sobre o aquário e seu funcionamento é muito normal.

Quantos peixes você pode colocar no seu aquário?

A resposta a essa pergunta é sempre variável. Cada espécie tem seus próprios requisitos e, dependendo do estágio de vida do espécime, o tamanho do seu ambiente pode se multiplicar por várias magnitudes em um determinado momento. No entanto, há uma série de regras gerais que podem ajudar você a fazer uma estimativa.

Geralmente, os tutores iniciantes seguem a estimativa de que cada peixe requer 1 galão por polegada de comprimento do corpo. Traduzido para outras unidades, isso significaria que cada espécime precisa de 4 litros de volume de água no tanque para cada 2,5 centímetros de seu corpo. Essa medida força os cálculos “aproximadamente”, pois leva em consideração apenas os tamanhos.

Outra medida é baseada no cálculo da superfície do aquário, já que uma troca gasosa muito importante ocorre na camada que separa o meio aquoso do ar. A consideração desse parâmetro é fundamental, pois os peixes podem respirar graças ao O2 dissolvido na água e à capacidade de liberação de CO₂ do sistema.

De acordo com as estimativas gerais, um aquário pode abrigar 1 centímetro do corpo do peixe para cada 12 centímetros quadrados de superfície. Com essa ideia em mente, os números básicos são os seguintes:

  1. Peixes tropicais: 26 centímetros quadrados para cada centímetro de peixe.
  2. Peixes de água fria: 62 centímetros quadrados para cada centímetro de peixe.

Como você pode ver, os números são sempre superiores ao padrão. Por exemplo, exemplares de água fria da espécie Carassius auratus precisam de muito mais espaço do que peixes tropicais com as mesmas medidas, pois têm um sistema digestivo mais abaulado, comem mais e, portanto, produzem mais resíduos.

Estimativas avançadas

Conforme indicado pelo portal profissional Aquarium co-op, existem estimativas químicas um pouco mais precisas do que as citadas. Nesse caso, é melhor monitorar os níveis de nitrato assim que o tanque estiver montado e certificar-se de que não excedam 40 ppm.

Se essa regra for seguida, é fácil presumir que os integrantes não produzem resíduos suficientes para colapsar o ecossistema do tanque. Embora possa haver problemas em outras frentes, o perigo de desequilíbrio químico derivado da superpopulação está descartado.

Cada espécie tem um parâmetro específico

Embora os pontos acima mencionados possam ajudar você de uma forma geral, deve-se notar que saber quantos peixes você pode colocar no seu aquário vai depender muito do número de espécies que você deseja abrigar nele. Cada peixe possui parâmetros específicos que devem ser atendidos, como você verá na lista a seguir:

  1. Os guppies requerem 5 litros adicionais para cada novo espécime no tanque. O volume basal do aquário para um grupo de 6 será de 40 litros.
  2. Os peixinhos-dourados precisam de cerca de 40 litros por peixe. Assim, o ideal é que um casal fique alojado em um tanque de 100 litros.
  3. Um peixe lutador betta ou siamês precisa de um tanque mínimo de 10-15 litros para ficar bem. Deve sempre ser mantido sozinho.

Além de tudo o que foi exposto, deve-se observar que muitos peixes pequenos não se desenvolvem bem em aquários nano, pois são espécies de cardumes e requerem um grande espaço para realizar seus comportamentos naturais. Esse é o exemplo do peixe-zebra (Danio rerio): embora um espécime adulto meça de 2 a 4 centímetros, a espécie deve ser mantida em grupos de pelo menos 6 espécimes.

Portanto, não é recomendável colocar um grupo de peixes-zebra (a partir de 6) em um aquário com um volume inferior a 60-80 litros.

Um peixe-zebra em um aquário.

Como você pode ver, a resposta à pergunta de quantos peixes você pode colocar em seu aquário nunca é exata. Embora haja uma série de parâmetros gerais a partir dos quais você pode se orientar, o mais adequado sempre será conhecer cada espécie e levar em consideração suas necessidades individuais.

Pode interessar a você...
10 dicas para manter a água do seu aquário cristalina
Meus Animais
Leia em Meus Animais
10 dicas para manter a água do seu aquário cristalina

Manter a água do seu aquário cristalina não é tão difícil quanto parece. Os parâmetros de limpeza são pontos essenciais. Confira o que fazer!