4 filmes que têm animais como protagonistas

Quando se trata de desconectar, um bom filme ou um bom livro são os melhores companheiros. Qual seria uma melhor maneira de aprender sobre o mundo ao nosso redor do que uma obra divertida?
4 filmes que têm animais como protagonistas

Última atualização: 08 Junho, 2021

Há seres vivos ao nosso redor em todos os momentos de nossas vidas e, portanto, permeiam a cultura geral em todos os seus âmbitos. Dos livros ao cinema, passando pelas séries e desenhos animados, são muitas as obras informativas — ou com o único propósito de entreter — que têm animais como protagonistas.

Um dos melhores contatos que uma criança pode ter com o mundo natural é visitar o campo e observar a natureza por experiência própria. De qualquer forma, se isso não for possível, existem muitas obras audiovisuais que aproximarão todos os membros da família da biologia. Aqui estão alguns exemplos.

4 filmes que têm animais como protagonistas

Se lembrarmos dos primeiros filmes de animação que têm animais como protagonistas, não podemos negar que fizeram parte da infância de muitas pessoas. Entre essas obras que marcaram gerações estão títulos conhecidos como Dumbo, Bambi, A Dama e o Vagabundo ou Os 101 Dálmatas.

De qualquer forma, nas últimas décadas também foram lançados filmes com animais como protagonistas. No entanto, às vezes, os espécimes dos filmes nem sempre se comportam como seus semelhantes da vida real.

A maioria dos animais que protagonizam filmes ou séries é bem conhecida. Geralmente, são animais domésticos como cães, gatos, coelhos ou outros.

No entanto, também existem filmes com animais que não são tão comuns como protagonistas. A seguir, vamos apresentar algumas obras com seres vivos não humanos como protagonistas. Confira!

1. Mogli – O Menino Lobo (1967)

Esse filme de animação tem como protagonistas diferentes animais, que cuidam de um pequeno bebê abandonado na selva, chamado Mogli. Entre eles estão Baguera, uma pantera-negra, Shere Khan, o tigre, o engraçado urso Baloo ou a manipuladora píton Kaa.

A pantera-negra Baguera protege Mogli desde bebê, levando-o a uma matilha de lobos que o cria, até a chegada do malvado tigre, Shere Khan. Embora no filme Baguera pareça ser um animal diurno, as panteras-negras são eminentemente noturnas.

A cor do pelo das panteras as ajuda a passar despercebidas à noite. Além disso, esses felinos não atacam seres humanos, assim como os tigres, os ursos ou as pítons.

As licenças cinematográficas não para por aí, já que Kaa é uma píton-indiana que quer que Mowgli seja seu aperitivo. No entanto, as pítons são cobras constritoras não venenosas que se alimentam de mamíferos, pássaros e répteis, não de humanos.

Por outro lado, não poderia faltar nesse filme o engraçado e sonolento urso Baloo. Baloo é um urso marrom que come mel e pequenos insetos, como seus semelhantes reais. Em suma, é um filme muito divertido que toda a família pode curtir junta. As músicas são extremamente cativantes e há uma segunda parte, Mogli – O Menino Lobo 2.

 

Uma pantera-negra.

2. Robin Hood (1973)

Um menestrel começa contando a história de 3 amigos e sua turma, que vivem na floresta de Sherwood. Eles lutam contra os impostos abusivos exigidos pelo xerife de Nottingham em nome do rei João I da Inglaterra.

O protagonista é Robin Hood, caracterizado como uma raposa-vermelha, que é um justiceiro extremamente audacioso e astuto. As raposas-vermelhas são animais crepusculares com grande capacidade de adaptação, pois conseguem sobreviver em diferentes ambientes.

Outros protagonistas são seus companheiros: João Pequeno, um urso de grande tamanho e coração, assim como o afável Frei Tuck, um texugo careca. Os texugos são animais muito sociáveis, que cuidam uns dos outros, como o frade faz com as pessoas.

Mais personagens aparecem no filme de animação, como a donzela Marian, o Rei Ricardo ou os capangas do xerife. A lenda de Robin Hood gerou uma grande variedade de filmes, o mais recente deles foi lançado em 2018.

 

Uma raposa adorável assustada.

3. Alvin e os Esquilos (2007)

Essa obra cinematográfica conta a história de um compositor, Dave, que conhece 3 esquilos falantes que cantam. O produtor de Dave vê uma grande oportunidade e decide lançá-los ao estrelato.

Esses esquilos pertencem à espécie Tamias striatus, nativa da América do Norte e os únicos sobreviventes do subgênero. São conhecidos em alguns locais como esquilos-listrados, por causa das listras pretas e creme intercaladas presentes em seu corpo.

Normalmente, os esquilos são mamíferos pequenos e muito resistentes, encontrados em todos os continentes. No filme, cada um deles tem sua personalidade,  o inquieto Alvin, o inteligente Simon e o mais fofinho e guloso: Theodore.

Embora adorem comer besteiras no filme, na verdade os esquilos só devem comer produtos vegetais, insetos ou vermes. Além disso, esses esquilos hibernam do outono à primavera, de modo que só poderiam fazer shows nos meses de primavera e verão.

 

Cuidar de um esquilo pode ser difícil.

4. Turbo (2013)

O filme de Turbo conta a vida de um caracol que quer disputar corridas de Fórmula 1. Sim, algo que na realidade não seria possível para esse pequeno invertebrado terrestre. Na natureza, os caracóis são classificados como um dos animais mais lentos do mundo. Isso é compreensível, porque eles carregam sua casa nas costas de um lugar para outro.

Turbo vive em uma colônia de caramujos com seu irmão, embora a maioria não acredite que ele vai conseguir realizar seu sonho. No entanto, na natureza, os caracóis são animais solitários, interagindo apenas com os outros para se alimentar ou acasalar.

 

Um caracol, um dos animais no cinema.

Qualquer um desses filmes vai proporcionar uma tarde divertida e descontraída com sua família. Além disso, você pode pesquisar sobre cada um dos animais que aparecem neles e aprender algo novo com os pequenos da casa.

Pode interessar a você...
Os 50 anos do filme Planeta dos Macacos
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Os 50 anos do filme Planeta dos Macacos

O filme Planeta dos Macacos nos convida a pensar sobre a condição humana e a relação do homem com as outras espécies da Terra.