7 curiosidades sobre os esquilos

Bonitinhos e pequenos: é assim que os esquilos costumam ser definidos. Esses animais são muito populares, mas nem todas as suas curiosidades são igualmente conhecidas. Aqui vamos falar sobre alguns delas.
7 curiosidades sobre os esquilos

Última atualização: 16 Março, 2021

Entre os roedores mais conhecidos estão os esquilos, pertencentes à família Sciuridae e caracterizados por sua cauda e velocidade peculiares. Embora sejam muito diversos e alguns filmes mostrem algumas de suas curiosidades, existem vários fatos que você pode não saber sobre eles.

Os esquilos se dividem em mais de 200 espécies de 3 tipos: arborícolas, terrestres e voadores. Esses animais estão presentes em quase todos os lugares do mundo, em qualquer ecossistema com vegetação, com exceção dos continentes da Austrália e da Antártica. A seguir, você encontrará 7 curiosidades sobre os esquilos que talvez não conheça.

1. Ladrões de comida

Uma das características mais conhecidas dos esquilos é que eles são muito bons em aproveitar a comida de outras pessoas. Eles passam grande parte de sua rotina procurando comida de outros esquilos ou pássaros, comportamento conhecido como cleptoparasitismo. Sua comida favorita são grãos secos, como nozes e avelãs, embora também comam sementes e frutas.

Os esquilos arborícolas geralmente têm hábitos diurnos e algumas espécies tropicais só descem ao chão para se alimentar. Outras, por sua vez, só se movem entre as árvores para buscar comida.

No entanto, é errada a crença de que esses roedores só comem esse tipo de comida. Os esquilos são onívoros, por isso você não deve se surpreender se vir um espécime consumindo ovos de aves, caracóis ou insetos. Outra curiosidade é que – assim como outros roedores – os esquilos não podem vomitar ou arrotar.

Para procurar comida, esses mamíferos têm um poderoso sistema olfativo, que facilita a tarefa de localizar os frutos secos enterrados. Também contam com sua memória e visão para saber em quais partes do solo eles têm maior probabilidade de encontrar alimento.

As curiosidades sobre os esquilos são múltiplas.

2. Vários tamanhos

Embora a maioria dos esquilos que você já tenha visto na vida sejam pequenos, existem algumas espécies maiores do que você pode imaginar. O extremo do tamanho pequeno é o caso da espécie Myosciurus pumilio, que tem entre 7 e 13 centímetros de comprimento.

No outro extremo está a espécie Ratufa indica, que pode atingir quase 1 metro de comprimento, o que o torna o maior esquilo do planeta.

3. Dentes em crescimento

Por outro lado, em relação às partes do corpo, os 4 dentes da frente particulares dos esquilos crescem quase 15 centímetros por ano. Isso permite que seus incisivos não se desgastem pelas incessantes mordidas com que esses animais roem nozes e outros alimentos.

4. Pernas articuladas

Além disso, as patas traseiras dão ao esquilo uma articulação dupla, o que facilita o movimento entre as árvores. Independentemente da gravidade, seus tornozelos podem girar 180 graus, então suas patas traseiras ficam para trás e se agarram à casca de troncos e árvores. Esse mecanismo é o que ajuda o animal a subir ou descer rapidamente.

5. Cauda multiuso

A cauda, por sua vez, permite que esses roedores se protejam da chuva e do frio do inverno, conservando melhor a temperatura corporal. Como no caso dos cães, esse membro os ajuda a se equilibrar. Mas um fato particular é que foi demonstrado que eles também usam a cauda para alertar outros esquilos do perigo, movendo-a de certas maneiras que comunicam o alerta.

6. Inteligência superior

Outra curiosidade dos esquilos é que eles aprendem muito rapidamente em comparação com outros roedores. Vários estudos demonstraram que eles podem ajustar seu comportamento para serem mais eficientes na realização de determinada tarefa, como a busca por alimento. Além disso, foi descoberto em outra investigação que os esquilos podem mentir.

Se um esquilo sente que está sendo observado por outros, costuma cavar um buraco falso para despistá-los e finge depositar a comida nesse local. Porém, antes de cavar, o alimento é colocado na boca e, posteriormente, enterrado em outro local.

7. Nascem cegos

O período de gestação dos esquilos é de 29 a 65 dias, durante os quais a mãe amamenta e cuida dos filhotes em sua toca, que pode estar localizada em árvores ocas ou no solo – dependendo da espécie. Como a maioria dos mamíferos, com o passar do tempo os filhotes vão abrindo os olhos aos poucos para obter uma visão periférica nítida e focal.

Seu campo de visão permite que os esquilos olhem para cima e para os lados sem mover a cabeça.

Outras curiosidades sobre os esquilos

Aqui estão algumas curiosidades sobre esses amigáveis mamíferos com as quais você pode se surpreender:

  1. Quando um esquilo pequeno é abandonado ou se perde, uma fêmea adota o filhote em sua família.
  2. Alguns esquilos podem ser domesticados sem muitos problemas. Contudo, seu comportamento de roedor não vai mudar. Então, cuidado com os cabos!
  3. Esses roedores podem ser obesos por escolha durante o inverno, a fim de ganhar peso e sobreviver durante essa época.
  4. Os esquilos voadores podem planar até 48 metros, graças a uma membrana muscular localizada entre as patas e o corpo. Essa estrutura é chamada de patágio.
Um esquilo coreano.

Como você viu, existem muitas curiosidades sobre os esquilos que não são tão conhecidas. O valor ecológico desses animais é muito amplo – graças à dispersão das sementes – embora, paradoxalmente, assim como muitos outros roedores, sejam portadores de doenças.

Antes de adotar ou comprar um esquilo, a melhor recomendação é consultar um veterinário  para aprender sobre seus cuidados e sua criação. Vale lembrar que esses animais são muito ativos e requerem um quantidade enorme de enriquecimento ambiental, algo difícil de se conseguir em um apartamento sem quintal.

Pode interessar a você...
Milhares de esquilos-voadores vítimas do tráfico ilegal na Flórida
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Milhares de esquilos-voadores vítimas do tráfico ilegal na Flórida

Uma rede que traficava milhares de esquilos-voadores na Flórida pôde ser desmantelada. Como era o modus operandi? Vamos te contar tudo aqui.