Raças nativas da Comunidade Valenciana

· março 6, 2019
As raças nativas da Comunidade Valenciana são capazes de suportar condições de vida muito difíceis, dada sua localização geográfica.

Entre as raças de gado que vivem na Península Ibérica, as raças nativas da Comunidade Valenciana são de especial interesse, devido à situação geográfica em que se encontram, muito diferenciada do resto da Espanha.

Raças autênticas da Comunidade Valenciana: aves

Se alguma coisa destaca as raças nativas de Valencia é sua produção aviária, e especificamente a de pombos.

A “figurita valenciana” é um bom exemplo; prestes a desaparecer, é considerada a primeira raça autóctone peninsular. Por outro lado, o novo “buchón valenciano” é outro dos populares pombos da comunidade.

Entre as raças nativas de Valencia, está também a galinha de chulilla. Uma raça de bico poderoso e crista forte, com uma cor preta em grande parte de seu corpo.

Esta galinha, originária da região de Los Serranos, é uma galinha poedeira tradicional da área que sobreviveu até hoje.

Pequenos ruminantes

Embora a origem desta raça de cabra não seja a Comunidade Valenciana, como tal, é verdade que ela é uma das raças de caprinos mais comuns da região.

Falamos da cabra murcia-granada, que também é relativamente popular fora da União Europeia. Esta raça leiteira de pele escura é resistente e tem uma grande capacidade de pastoreio.

É amplamente utilizada para a produção de queijo e, além disso, sua ampla produção equipara-se a sua robustez: é um animal que pode suportar intempéries, tornando-o ideal para a pecuária.

Mas se há é uma raça de Valência com importância é a ovelha Guirra. Esta ovelha aproveita áreas de pasto muito pobres e, além disso, é capaz de se alimentar de subprodutos agrícolas.

Entre eles, podemos citar folhas de videira, ramos de oliveira e citrinos e cascas de amendoeiras, que são alguns dos produtos mais característicos área de Valencia.

Criação de caprinos

A raça guirra foi usada na cidade de Valência até mesmo para manter os canais do rio em boas condições; algo que nos lembra a utilidade desses animais fora do ambiente rural.

Raças nativas da Comunidade Valenciana: gado

Outra raça nativa de Valencia, e de grande importância, é a vaca murciano-levantina; cujo nome vem de sua distribuição, que está limitada a Andaluzia (Almeria), Murcia e Valência (Alicante).

Vacas comendo grama

É uma raça bastante diferente das outras raças bovinas da Península Ibérica, mas podemos caracterizá-la como uma raça autóctone em perigo de extinção e selecionada para produzir carne.

A maior parte do gado é encontrada em áreas montanhosas e no clima mediterrâneo. É uma raça castanha de temperamento calmo e que excede os 500 quilos.

Raças nativas da Comunidade Valenciana: chato murciano

Este porco preto está distribuído por poucos núcleos do sul da Comunidade Valenciana e Múrcia. 

É uma raça em fase de recuperação, porque estava à beira da extinção, em meados do século 20, por causa da introdução de raças europeias. É uma das raças que tem sido estudada para compreender a domesticação dos porcos.

Porco chato murciano

No entanto, esta raça de porco tem sido de grande importância nesta área da península, pois constitui uma das principais fontes de energia para os donos de hortas da região. Além disso, se alimenta de resíduos vegetais das hortas.

Mais uma vez, as raças nativas da Comunidade Valenciana nos mostram como é interessante conhecê-las para entender o desenvolvimento e a história das diferentes regiões da Espanha.

  • Robledo, M. J. A. (2009). Panorama de las razas autoctonas. XIX Curso Internacional de Mejora Genética Animal.
  • Poto, A., Lobera, J. B., & Peinado, B. (2000). Razas autóctonas de Murcia: Estimación del censo y aptitudes. Archivos de Zootecnia, ISSN 0004-0592, Vol. 49, No 185-186, 2000, Págs. 107-114.