Riscos dos laticínios para o seu animal de estimação

· novembro 21, 2018
Os problemas mais comuns relacionados ao consumo desses produtos são alergias, cólicas ou diarreia, que pode causar desidratação, especialmente em cães jovens.

Dizem que os humanos são os únicos que ingerem leite de outras espécies como alimento diário. 

E muitos de nós vão além e oferecem leite de vaca para filhotes de cães ou de gatos. No entanto, há o risco de os produtos lácteos prejudicarem nossos pets.

O leite materno é exatamente do que os filhotes precisam. O fato de oferecer leite de vaca a outras espécies animais pode gerar problemas digestivos, como diarreia ou constipação, que são os desconfortos mais frequentes.

Riscos dos laticínios para o sistema digestivo do seu animal de estimação

Se falamos de filhotes, a primeira coisa que você notará é que tanto o filhote de cão como o de gato ficarão com fome depois de beber leite de vaca.

Sobretudo se não conseguiram completar o estágio de desmame no devido tempo. Na verdade, o leite materno de cadelas e gatas tem um teor muito alto de nutrientes em relação ao da vaca.

O outro fator que representa um risco dos laticínios para animais domésticos é o alto teor de lactose do leite de vaca.

A lactose é a proteína do açúcar; as enzimas lactases são necessárias para a digestão ser possível. Essas enzimas possibilitam a decomposição da proteína no trato intestinal.

Cães e gatos não produzem a quantidade necessária de lactase para digerir adequadamente a lactose.

Esta peculiaridade pode levar a diferentes problemas digestivos que são frequentemente expressos em cólica e diarreia.

Além disso, podem ser produzidos desequilíbrios alimentares que geram intolerância em relação a outros alimentos.

Filhote de cachorro comendo

Provavelmente são os filhotes que têm menos tolerância à lactose de leite de vaca.

No entanto, também em gatos há casos de alergias ou reações adversas. Esses problemas geralmente ocorrem entre 10 e 12 horas após a ingestão do leite de vaca e de seus derivados.

Cabe destacar que, especialmente em filhotes, um caso de diarreia pode apresentar complicações.

Filhotes de cães e de gatos com diarreia podem ficar desnutridos ou desidratados facilmente.

Quando em dúvida sobre como alimentar um filhote de cachorro ou de gato prematuramente desmamado, existem fórmulas infantis para animais que são vendidas em clínicas veterinárias e lojas de animais.

Eles geralmente são vendidas em pó, por isso é fácil de preparar. Outra opção possível para filhotes pequenos desmamados prematuramente é o leite de vaca sem lactose.

Nos mercados especializados, encontraremos esses produtos.

Posso dar queijo ou iogurte ao meu animal de estimação?

O risco dos produtos lácteos é menor naqueles derivados do leite de vaca, como iogurte ou queijo. Isso porque a quantidade de lactose é consideravelmente menor nesses subprodutos.

A tolerância, portanto, é muito maior, tanto em gatos quanto em cães. Mas também há animais mais delicados que podem apresentar reações negativas.

filhote pode ou não tomar leite de vaca

Por outro lado, tanto o queijo quanto o iogurte contêm níveis de cálcio que excedem as necessidades reais de seus animais de estimação. 

Lembre-se de que muito cálcio ou muita proteína para cães e gatos pode levar a distúrbios ósseos a médio ou longo prazo.

É verdade que alguns veterinários podem recomendar iogurte de forma ocasional. O Lactobacillus acidophilus é uma cultura ativa de bactérias que podem se beneficiar da flora intestinal do animal de estimação.

Com esses suplementos alimentares, você pode ajudar seu animal a se recuperar de problemas de estômago ou diarreia com iogurte, sempre oferecendo-lhe a dose certa.

Recomenda-se não mais do que uma colher de sopa de iogurte a cada 12 horas. Para reduzir o risco de contraindicações, o iogurte deve ser natural e sem açúcar. Se o animal estiver em jejum, ele poderá comer até meia xícara desse lácteo.

E quanto ao queijo?

Geralmente, os cachorros gostam muito de queijo. No entanto, ele não deixa de apresentar os riscos típicos do leite e do iogurte.

No caso de você querer compartilhar esses produtos com seu cão ou gato, sempre tente optar por queijos com baixo teor de gordura, pois eles podem ser mais facilmente digeridos.

O queijo cremoso é uma variedade leve do qual o seu animal de estimação pode desfrutar. Lembre-se de que qualquer laticínio pode causar uma reação alérgica em seu animal de estimação, por isso o ideal é evitar o consumo exagerado do leite e de seus derivados.