Síndrome urológica felina: sintomas e tratamento

junho 6, 2020
A síndrome urológica é uma patologia que afeta o trato digestivo dos felinos e causa uma obstrução parcial ou total por causa de cristais de sal.

A síndrome urológica felina é uma doença comum, mas não muito conhecida, que afeta predominantemente os felinos. É incorretamente chamada de FUS. O termo correto é FLUTD em inglês ou DTUIF em português. Essas siglas se referem à doença do trato urinário-intestinal felino, que é uma das patologias mais comuns nos hospitais veterinários.

O que é a síndrome urológica felina

A síndrome urológica felina é uma patologia que ocorre no trato urinário felino. A síndrome é o resultado de uma cistite – inflamação da bexiga – ou uretrite – inflamação da uretra – em felinos. É mais frequente nos machos do que nas fêmeas por causa das características morfológicas e anatômicas.

Esse distúrbio é comum apesar de ser registrada uma incidência de apenas 1%. No entanto, uma vez que tenha ocorrido, as chances de reaparecimento são altas, entre 50 e 70%. Entre as diferentes causas que podem levar a essa síndrome, a principal é a cistite idiopática felina.

A cistite idiopática felina pode ocorrer tanto em machos quanto em fêmeas. As outras duas causas mais comuns, em ordem de relevância, são a urolitíase e os tampões uretrais. É necessário diferenciar entre as variadas causas, mas isso só pode ser feito por um veterinário.

A urolitíase é causada pela presença de cálculos ou pedras nos rins ou no trato urinário (ureter ou bexiga). Os urólitos geralmente são encontrados na bexiga, embora possam estar localizados em qualquer área do trato urinário. São constituídos principalmente por fosfato de amônio magnesiano (estruvita), mas outra opção também é o oxalato de cálcio.

A produção de urólitos pode ocorrer por causa de dois fatores. Em primeiro lugar, a urina dos gatos pode não ter os inibidores necessários para impedir a formação de cálculos. A outra possibilidade é que a urina esteja saturada com os sais que os produzem.

Síndrome urológica felina

Sintomas da síndrome urológica felina

Os principais sintomas incluem os seguintes:

  • Dificuldade para urinar. O gato vai para a caixa de areia constantemente, mas não consegue urinar. Ele fica nervoso e emite miados constantes.
  • Pode haver sangue na urina.
  • Eles podem deixar gotículas de urina em locais próximos à caixa de areia.
  • Vômitos, fraqueza.
  • Hálito forte (urêmico).

Tratamento

Dependendo da gravidade de cada caso, o veterinário poderá optar por diferentes tratamentos. Em primeiro lugar, sempre consulte um veterinário: ele é o especialista e é quem pode recomendar o tratamento necessário para o animal.

Contudo, um fator que deve ser levado em consideração é a nutrição que o felino recebe. Se ele receber alimentos secos (ração), deve beber muita água para ajudar a evitar a formação de cristais. Passar da alimentação úmida para a seca é uma grande mudança para o gato.

Síndrome urológica felina

A urina do gato é naturalmente ácida, permitindo, assim, que a formação de cristais e tampões seja regulada. Uma maneira de verificar a saúde do gato é observar se sua urina está livre de germes ou não.

No caso de animais com problemas no trato urinário, se forem coletados germes na urina, tais como bactérias ou vírus, entre outros, e se a sua urina estiver alcalina, são indicações importantes de que algo não está como deveria.

Fatores que predispõem à DTUIF

Uma série de fatores pode favorecer o aparecimento da síndrome urológica felina:

  • Idade. Conforme a idade fica mais avançada, maior se torna o risco de desenvolver a doença.
  • Sexo. Pode ocorrer tanto em machos quanto em fêmeas, mas, devido à estrutura anatômica, a obstrução é mais perigosa em machos.
  • Obesidade. Essa patologia é mais frequente em gatos obesos.
  • Dieta. A formação de cristais se faz presente em gatos que consomem grandes quantidades de alimentos, mas que quase não bebem água.

Conclusão

O mais importante é ir ao veterinário. O ideal é consultá-lo se algum dos sintomas discutidos acima for percebido. O profissional poderá te informar sobre o problema do seu gato.

Portanto, sempre procure ajuda profissional antes de aplicar remédios naturais ou outros remédios encontrados online. A segurança e a saúde do seu animal de estimação são o mais importante.

Sempre que um animal de estimação, que é visto como um membro da família, fica doente, todos ficam preocupados, seja por um simples espirro ou por algo mais sério. Por esse motivo, recomenda-se que os animais de estimação sejam vacinados adequadamente, desparasitados e levados ao veterinário regularmente.

  • F.U.S.// F.L.U.T.D. (Síndrome Urológico felino). (s. f.). Recuperado 17 de marzo de 2019, de Estoril Hospital Veterinario website: http://www.estorilveterinarios.com/f-u-s-f-l-u-t-d-sindrome-urologico-felino/
  • Sindrome urologico felino – FUS – FLUTD – SUF – Mascotas Foyel. (s. f.). Recuperado 17 de marzo de 2019, de https://www.foyel.com/paginas/2009/05/527/sindrome_urologico_felino__fus__flutd__suf/
  • Martinez, A. R. (2016). SÍNDROME UROLÓGICO FELINO (FUS). REPORTE DE CASO. REVISTA CITECSA, 7(12), 15-24.
  • Rosas Martínez, Muñoz y Alberto. Síndrome Urológico Felino (FUS). Reporte de un caso. Revista CITECSA – INSTITUTO UNIVERSITARIO DE LA PAZ – Volumen 7; Número 12. Diembre-2016. Recuperado el 16 de marzo de 2019, de http://www.unipaz.edu.co/ojs/index.php/revcitecsa/article/view/122/pdf