As surpreendentes habilidades dos pombos

Os registros mais antigos de interação entre pombos e humanos datam de 3000 a.C., o que pode se dever às incríveis habilidades que essas aves demonstram ter.
As surpreendentes habilidades dos pombos
Cesar Paul Gonzalez Gonzalez

Revisado e aprovado por o biólogo Cesar Paul Gonzalez Gonzalez.

Última atualização: 16 outubro, 2022

Os pombos são aves bem conhecidas em todo o mundo, uma vez que várias espécies se adaptaram a viver em ambientes urbanos. Além disso, alguns deles têm grandes habilidades que são úteis para a humanidade, razão pela qual têm sido usados como mensageiros, como animais de estimação ou para atividades recreativas, como corridas de pombos.

Formalmente, várias espécies que estão dentro da família Columbidae são chamadas de “pombos”. Embora a maioria compartilhe uma aparência semelhante, há uma enorme variedade de formas e cores entre cada uma delas. Apesar disso, todos os pombos compartilham habilidades únicas e surpreendentes. Continue lendo e descubra do que essas aves são capazes.

Os pombos são sobreviventes incríveis

Embora os pombos sejam aves incríveis e maravilhosas, muitas pessoas os consideram como vermes ou pragas que afetam seu ambiente. Isso porque são muito abundantes nos centros urbanos, criando uma interação desagradável com a população.

No entanto, para a vida selvagem, os ambientes urbanos são bastante difíceis. Poucas espécies conseguem sobreviver neles, pois enfrentam diferentes ameaças, entre as quais se destaca o ser humano. Portanto, o simples fato de os pombos se adaptarem a viver nesses locais significa que eles têm uma grande capacidade de sobrevivência.

Além disso, alguns pombos tornaram-se espécies invasoras em vários países, à medida que sua população aumenta, e tem sido muito difícil controlá-los. Como se isso não bastasse, eles transmitem uma grande variedade de doenças tanto para humanos quanto para outras aves domésticas e selvagens. Consequentemente, têm sido considerados animais de grande risco sanitário para a população.

Você conhece o comportamento dos pombos?

Os pombos-correio

Uma das razões pelas quais os pombos se tornaram populares foi por causa de sua utilidade na comunicação de mensagens escritas. Esse tipo de mensagem, conhecido como columbograma, teve um grande impacto durante eventos militares, como guerras e cercos, o que deu mais popularidade a essas aves.

Essa grande façanha de levar mensagens para destinos determinados só foi possível graças à inteligência dessas aves. De fato, este processo se tornou  tão especializado que foi possível construir serviços de pombo-correio para a população em geral. No entanto, esse serviço começou a desaparecer com a introdução da telegrafia, o que tornou a comunicação ainda mais rápida e eficiente.

Os pombos têm um cérebro muito capaz

Os pombos são capazes de resolver vários problemas simples do dia a dia, encontrar rotas de voo, evitar perigos e criar estratégias de fuga. Embora seja verdade que a origem dessas habilidades cognitivas ainda não esteja totalmente decifrada, sabe-se que o tamanho de seu cérebro não afeta essa capacidade.

Em um estudo publicado na revista científica Brain, Behavior and Evolution, foi descoberto que o tamanho do cérebro não estava relacionado ao nível de inteligência. Além disso, algumas espécies com massas cerebrais menores demonstraram habilidades semelhantes a outras com tamanhos cerebrais maiores.

Como se isso não bastasse, os pombos são uma das poucas espécies de pássaros que conseguem passar no teste do espelho, o que significa que são autoconscientes. Além disso, eles têm incríveis habilidades de navegação. Eles usam o sol como um guia externo, o que lhes permite se orientar e seguir trajetórias de voo predeterminadas.

Alguns pombos domésticos na cidade.

Os pombos são excelentes pais

Ao contrário do que acontece em muitas espécies animais (incluindo os humanos), os pombos são aves leais que escolhem um parceiro reprodutivo para toda a vida (monogamia). Além disso, ambos os pais participam da educação e cuidado de seus filhos. De fato, sabe-se que essas espécies alimentam seus filhotes com uma secreção nutritiva chamada leite de papo, muito parecida com o leite materno dos mamíferos.

Por serem ótimos pais e cuidarem bem dos filhotes, a taxa de sobrevivência da prole é muito alta. Esta é outra razão pela qual eles se tornaram pragas em diferentes países. Apesar disso, é claro que os pombos têm habilidades incríveis que merecem destaque, embora sua capacidade invasiva tenha lhes dado uma má reputação que durará muito tempo.


Todas as fontes citadas foram minuciosamente revisadas por nossa equipe para garantir sua qualidade, confiabilidade, atualidade e validade. A bibliografia deste artigo foi considerada confiável e precisa academicamente ou cientificamente.


  • Castello, S. (1897). La Colombofilia y las palomas mensajeras. La avicultura práctica, 9 (11).
  • Gómez De Silva, H., Oliveras de Ita, A. y Medellín, R.A. (2005). Columba livia. En: Medellín, R.A. (ed.) Vertebrados superiores exóticos en México: diversidad, distribución y efectos potenciales. Instituto de Ecología, Universidad Nacional Autónoma de México. Bases de datos SNIB-CONABIO. Proyecto U020. México, D.F., México.
  • González, D., Castillo, G., López, J., Moreno, L., Donoso, S., Skewes, O., Martínez, R. y Cabello, J. (2004). Parásitos gastrointestinales y externos de la paloma doméstica (Columba livia) en la ciudad de Chillán, Chile. Agro-Ciencia. 20(2):107-112.
  • Miller, D. B., & Tallarico, R. B. (1974). On the correlation of brain size and problem-solving behavior of ring doves and pigeons. Brain, Behavior and Evolution, 10(4-5), 265-273.
  • Olalla, A., G. Ruiz, I. Ruvalcaba y R. Mendoza. (2009). Palomas, especies invasoras. CONABIO. Biodiversitas 82:7-10

Este texto é fornecido apenas para fins informativos e não substitui a consulta com um profissional. Em caso de dúvida, consulte o seu especialista.