Cuidados exigidos por uma tartaruga aquática

setembro 18, 2019
É essencial fornecer uma alimentação completa e equilibrada às tartarugas aquáticas, para evitar déficits nutricionais que favorecem o desenvolvimento de inúmeras patologias.

A tartaruga aquática se tornou um animal de estimação bastante popular, principalmente entre as crianças. Embora exijam uma manutenção relativamente simples, esses répteis também precisam de certos cuidados básicos para manter uma saúde ideal.

A seguir, falaremos sobre como cuidar de uma tartaruga aquática.

Cuidados essenciais exigidos por uma tartaruga aquática

1. Escolhendo a piscina ideal para a sua tartaruga

Uma tartaruga aquática doméstica passará toda a sua vida dentro do seu terrário. Portanto, um dos cuidados essenciais é escolher com cuidado e consciência a piscina onde seu animal de estimação deve encontrar as condições ideais para o seu desenvolvimento.

Nesse sentido, é essencial lembrar que as tartarugas aquáticas podem crescer bastante desde a sua chegada ao novo lar. Em geral, os cuidadores adquirem filhotes que têm apenas algumas semanas de vida e que podem quadruplicar de tamanho na idade adulta.

Portanto, é essencial conhecer as espécies antes de adotá-las para escolher um aquário de dimensões adequadas. As tartarugas aquáticas são ativas e gostam de nadar livremente para se exercitar e se expressar.

Tartarugas aquáticas nadando

Na prática, o terrário desses répteis deve ser grande o suficiente para permitir que a tartaruga nade e se mova confortavelmente. Em geral, recomenda-se que as dimensões da piscina sejam três ou quatro vezes maiores do que a tartaruga.

2. Preparando o aquário para a sua tartaruga

As tartarugas aquáticas são espécies de sangue frio, ou seja, elas dependem das condições ambientais para regular sua própria temperatura corporal.

Esse mecanismo de termorregulação – de fatores externos ao organismo – é chamado de poiquilotermia, e é observado em inúmeras espécies de répteis.

Isso significa que, embora sua tartaruga passe muitas horas sob a água, ela também precisará de um espaço seco onde possa tomar sol, secar seu corpo e regular sua temperatura corporal.

Para garantir a disponibilidade de luz, principalmente no inverno, uma lâmpada pode ser instalada em algum canto estratégico do aquário.

Como cuidar de tartarugas aquáticas

A temperatura ideal da água no terrário da sua tartaruga deve estar entre 24 ºC e 26 ºC. Para manter essa temperatura durante todo o ano, você pode utilizar um sistema de aquecimento comum em tanques de peixes e aquários.

3. Alimentação equilibrada das tartarugas aquáticas

A nutrição é um dos cuidados mais importantes de uma tartaruga aquática, pois é essencial para o desenvolvimento de habilidades físicas e cognitivas. O tipo de dieta da sua tartaruga vai depender da idade, espécie e estado de saúde do animal.

Em geral, as tartarugas precisam consumir uma quantidade maior de proteína durante o período de maturação, que se estende até o terceiro ano de vida.

Nesta primeira fase de desenvolvimento, o réptil tem um crescimento acelerado e sua nutrição deve conter boas fontes de proteínas animais, como vermes, grilos, peixes pequenos e crustáceos.

A partir do terceiro ano de vida, a tartaruga reduzirá gradualmente o consumo de proteínas animais até se tornar majoritariamente herbívora.

Recomenda-se incorporar algas comestíveis, folhas verdes e alface em sua dieta para evitar episódios de constipação, que são comuns nessas espécies.

Alimentação da tartaruga

Em lojas especializadas, é possível encontrar ração para tartarugas aquáticas. Esses alimentos são interessantes pois contêm proporções equilibradas de acordo com as necessidades nutricionais desses répteis.

No entanto, também é altamente recomendável incorporar alimentos frescos e naturais para complementar a nutrição da sua tartaruga.

4. Alimentos proibidos para a tartaruga aquática

A seguir, listaremos os alimentos que não devem ser incorporados à alimentação de uma tartaruga d’água, pois podem ser tóxicos.

  • Vegetais: evite oferecer pimentão, feijão, cogumelos, aspargos, batata-doce e abóbora à sua tartaruga.
  • Carnes: não é recomendado dar carnes vermelhas ou brancas com alto teor de gordura para as tartarugas aquáticas. As melhores fontes de proteínas animais são os peixes, vermes, crustáceos e pequenos insetos.
  • Frutas: as melhores frutas para as tartarugas são maçã, pera, melancia e melão. Você não deve oferecer frutas cítricas ou banana.

5. Medicina preventiva 

Como animais de estimação mais “tradicionais”, as tartarugas também podem adoecer facilmente se não receberem uma medicina preventiva adequada.

A falta de higiene nas piscinas costuma ser a principal causa de doenças nas tartarugas aquáticas, pois favorece a proliferação de micro-organismos e patógenos prejudiciais.

Um dos cuidados essenciais para preservar sua boa saúde é manter uma ótima higiene na piscina e fazer uma troca semanal da água. Uma limpeza profunda deve ser feita pelo menos uma vez a cada dois meses, com sabão neutro e água morna.

Por último, mas não menos importante, é necessário fazer visitas preventivas a cada seis meses a um veterinário especializado, para verificar o estado de saúde da sua tartaruga d’água.

  • Tetra.net. Iniciación al cuidado de tortugas de agua. Extraído de: https://www.tetra.net/~/media/downloads/brochures_spain/t064747-turtle_es-brochure.pdf
  • petco.com. Tortuga acuática. Extraído de: https://www.petco.com.mx/pdf/Tortuga%20Acuatica%20ok.pdf