Tudo sobre o comportamento das hienas

janeiro 5, 2019
Esses catadores são considerados um dos maiores oportunistas da savana africana e se alimentam de tudo que encontram em seu caminho; eles podem até ingerir as fezes de outros animais.

Sabemos que elas riem quando pegam uma presa e que geralmente têm um cheiro muito ruim. 

Talvez também tenhamos aprendido que elas comem carne ou carniça e que são animais selvagens típicos da África.

Porém, provavelmente não estamos tão conscientes dos hábitos e comportamento das hienas. Então, neste artigo nós lhes contaremos tudo.

Ousado e perigoso: como é o comportamento das hienas?

Desde os tempos antigos, as hienas e os seres humanos têm se relacionado de diferentes formas.

Este carnívoro nativo da África foi domesticado no antigo Egito.

São famosos os casos de pessoas devoradas por elas, já que não têm medo dos humanos.

Além disso, elas apresentam comportamento canibal – podem comer membros da mesma espécie – e as fêmeas são muito semelhantes aos machos em tamanho e no que se refere aos seus órgãos genitais.

Ao contrário do que se acredita, elas não são animais hermafroditas. Porém, as fêmeas tiveram que evoluir para se tornarem mais perigosas e selvagens, e evitar que um macho tentasse comer seus filhotes.

É um animal polígamo que, para acasalar, realiza cópulas curtas. A gestação dura cerca de quatro meses e, então, depois de dar à luz, a fêmea precisa esperar por até três anos para voltar a ser fértil. 

A cada gestação, uma fêmea pode ter até quatro filhotes, que, então, por até cinco meses são alimentados com leite materno. Depois disso, já podem consumir carne.

Por fim, elas também continuam a amamentar até um ano e meio.

hiena com filhotes

Os filhotes pouco a pouco saem com suas mães em ataques de caça, mas até que sejam supridos por eles mesmos, estão sempre sob os cuidados de um adulto.

A marcação do território das hienas

As hienas vivem em pastagens, savanas, florestasmontanhas e subdesertos.

Se organizam em grupos ou famílias (já que todos os membros estão relacionados) para se defender contra outros clãs ou intrusos que chegam ao seu território.

São animais muito sociais que podem se comunicar uns com os outros com sinais, posturas ou chamados específicos.

Desta forma, apenas ao observar seus pares, eles já conhecem as intenções do outro.

Por exemplo, a cauda reta é sinônimo de ataque; entre as pernas, significa que está com medo, e, se colocada para cima e sobre as costas, é um sinal de que está com muita energia.

Além disso, também se comunicam com seus colegas através de vocalizações, como gritos, choros, uivos e as famosas gargalhadas que indicam aos outros que encontraram uma boa fonte de alimentação.

E sua risada é audível por até dois quilômetros de distância!

hienas

Geralmente, vivem em um fosso: um terreno alto com um buraco ou depressão no centro, cuja entrada é conectada por túneis subterrâneos.

Na parte externa do ‘círculo’ estão os machos que protegem as fêmeas e os jovens que vivem no interior.

Outras curiosidades

Além disso, outra peculiaridade do comportamento das hienas é que elas marcam seu território produzindo, nas suas glândulas anais, um odor muito forte, que elas espalham na grama ao redor de sua toca ou fosso.

Estes ‘banheiros’ servem para depositar os excrementos, que são brancos e muito visíveis, devido à quantidade de ossos que consomem diariamente.

Elas não levantam as patas para urinar, como os cães, mas usam suas línguas. como os gatos. Entretanto, ao contrário deles, as hienas nunca lavam seus rostos.

Sua alimentação é baseada em tudo que encontram em seu caminho: carniça, animais como gado, gnus, lebres e até mesmo excrementos de outras espécies. 

Além disso, as hienas são muito inteligentes quando se trata de caçar e conseguir comida. Por isso mesmo, são conhecidas como as maiores “oportunistas” da savana africana.

Suas mandíbulas fortes e o trato digestivo eficiente permitem processar até a pele, as vísceras e os ossos da presa. A única coisa que eles não consomem são os cascos, os pelos e os chifres.