Tudo sobre o miado dos gatos

· agosto 28, 2018
Através desta forma de comunicação, que pode incluir entre 60 e 70 sons diferentes, os felinos, dada a sua grande inteligência e sensibilidade, tentarão obter o que querem de seus donos.

Os bichanos são seres muito inteligentes e sabem muito bem como chamar atenção de seus pares, outros animais e, acima de tudo, dos seus humanos. Hoje, nós contaremos tudo sobre o miado dos gatos, uma das muitas ferramentas de comunicação que eles têm.

O miado dos gatos: saiba como eles se comunicam

Para saber o que seus gatinhos querem ou o que acontece com seus animais quando estes miam, os seres humanos podem prestar atenção à linguagem corporal e expressões faciais, juntamente com os sons que eles emitem. É assim que você percebe, por exemplo, se os estão zangados, com medo ou se sentem à vontade.

“A voz do gato” pode soar como uma definição bastante pobre de um miado. Esta é uma forma de expressão que admite diferentes variantes de acordo com seus interlocutores ou com o que os bichanos querem expressar.

Mas, além disso, o miado é apenas uma das muitas manifestações sonoras do Felis CatusHá também os silvos, o ronronar, os grunhidos e até alguma expressão semelhante a um lamento ou choro.

Por outro lado, aqueles que conhecem bem seus amigos felinos sabem que cada indivíduo tem um modo particular de ser. Pode-se dizer que não há um bichano como outro. E isso também é evidente na maneira como eles miam.

Uma linguagem adaptável às circunstâncias

Ao contrário do que muitos acreditam, miar não é uma forma de comunicação que os gatos só usam com as pessoas. Eles também a usam com seus congêneres e com outros membros do reino animal.

gato miando

No entanto, alguns estudiosos do comportamento animal afirmam que esses animais adoráveis ​​sabem como manipular seus seres humanos através de miados. Esses espertinhos procuram o “miado” apropriado para que, mais cedo ou mais tarde, consigam o que querem das pessoas com quem compartilham a casa.

A verdade é que, com a inteligência e a sensibilidade que caracterizam os gatos que vivem com seres humanos e com outros animais de estimação, eles logo aprendem a melhor maneira de se fazer entender. Assim, eles miam em um tom diferente, volume, intensidade ou duração, de acordo com cada caso específico.

Aprenda sobre o miado dos gatos, uma das muitas maneiras que esses animais sensíveis e inteligentes usam para se comunicar com os seres humanos e com outros animais.

Razões pelas quais os gatos miam

Estima-se que os gatinhos sejam capazes de emitir entre 60 e 70 miados diferentes. Com os miados, eles expressam emoções, humores, sentimentos, necessidades e desejos. Entre as muitas situações em que eles fazem uso dos miados podemos destacar:

  • Como forma de saudação, eles podem demonstrar alegria quando veem seus humanos.
  • Para pedir comida, abrir uma porta, etc. Neste caso, eles começam com miados suaves que podem se tornar mais persistentes e até bravos, se eles não receberem atenção em tempo hábil.
  • Quando ele não quer ser incomodado. Os miados tornam-se roucos e, também, os gatos emitem ruídos, encolhendo seus corpos.
  • Se eles querem ser mimados. Nessas circunstâncias, eles emitem sons curtos e suaves e esfregam suas cabeças e bochechas contra seus donos. E, muito provavelmente, eles também ronronam.
gato nervoso

Miados entre os congêneres

Além de seu relacionamento com as pessoas, o miado de gatos também é evidente nestas situações:

  • Na comunicação entre mães e filhos. Ambos os gatos e seus filhotes usam este som para situações diferentes (se os pequenos estão perdidos, se estão com fome, etc.).
  • Quando as fêmeas entram no cio. As gatinhas miam no volume máximo e repetidamente, para que os machos venham ao encontro delas.
  • Ao ameaçar outros indivíduos antes ou durante uma briga. Aqui o timbre e a intensidade do miado são realmente intimidantes.

Mais detalhes sobre o miado dos gatos

Embora seja normal que alguns gatos sejam mais falantes do que outros, em alguns casos eles podem chegar a miar em excesso ou fazê-lo de uma maneira estranha. Se isso acontecer, você deve descobrir o motivo e corrigi-lo. E, se necessário, leve-o a um veterinário.

Entre as razões pelas quais os filhotes se expressam vocalmente, além do que é considerado normal, podemos destacar:

  • Tédio. Quando não se exercitam o suficiente ou brincam pouco, começam então a andar pela casa e miam de maneira sonora e repetitiva.
  • Medo ou estresse. Pode acontecer que algumas situações perturbem o animal: mudanças, perdas ou agressões de outros animais de estimação, entre outras, e o miado é o caminho que eles encontram para expressar o que sentem.
  • Doença. Enquanto muitos gatos não emitem sons nestas circunstâncias, alguns deles uivam de uma maneira queixosa.