5 animais com presas

· fevereiro 22, 2019
Presente até em espécies extintas da pré-história, estes dentes alongados servem em muitos casos para atacar e se defender.

Os dentes podem ser de diferentes tamanhos e espessuras, mas quando são extremamente longos e saem da boca ainda que fechada, são conhecidos por outro nome: presas. Neste artigo, vamos falar sobre as espécies atuais de animais com presas e para que são usadas.

Que animais com presas ainda existem?

Presas são dentes que são mais longos que o normal e são usados ​​principalmente para atacar e se defender. No passado, eram peças “normais” que foram ampliadas para ajudar as espécies no habitat em que se encontravam.

Nem todas as presas aparecem na mesma área da boca: há caninos superiores ou inferiores, incisivos superiores, etc.

E, além disso, não é algo “moderno”, já que na pré-história havia animais com presas, como o tigre-dente-de-sabre e o mamute. Atualmente podemos encontrar:

  1. Elefante

Quando pensamos em um animal com presas, é muito provável que imaginemos um elefante (foto que abre este artigo).

O maior animal terrestre do mundo tem dois incisivos proeminentes que se projetam da mandíbula superior e crescem curvados nos lados da tromba.

Essas presas servem para atacar e se defender, mas também para marcar árvores dentro de seu território, para derrubar obstáculos e abrir o caminho.

Elas também são a principal causa do elefante estar em perigo de extinção: o marfim com o qual elas são formadas é muito apreciado pela indústria de decoração e joias.

  1. Hipopótamo

Menores que os elefantes, mas não menos fortes ou perigosos, as presas do hipopótamo são seus caninos e incisivos, embora os primeiros sejam maiores. Ambos crescem ao longo de suas vidas, tornando-se maiores à medida em que envelhecem.

Hipopótamo presas

Graças a estes dentes, eles podem mastigar melhor a matéria vegetal da qual sua dieta é composta, mas as presas servem sobretudo para se defender no caso de serem atacados na água ou na terra.

  1. Morsa

É outro animal com presas muito famoso, um habitante das zonas árticas, pertencente à família dos pinípedes e que se divide em três subespécies: do Atlântico, do Pacífico e do mar de Laptev.

Morsa do ártico

Ambos os sexos têm dentes protuberantes, que crescem “para baixo” da boca e podem atingir mais de um metro de comprimento. 

Nos machos, eles podem ser um pouco maiores e começam a crescer quando estes atingem a idade adulta. Suas presas permitem que eles se protejam de seus predadores: o urso polar e a orca.

  1. Javali

As presas desse mamífero, consideradas uma das espécies mais invasoras do mundo, são pequenas, comparadas a outras espécies. No entanto, é uma das suas principais características.

Javali

javali tem uma cabeça grande, olhos pequenos e dentes protuberantes para cima. Com estes, bem como com seus cascos, ele obtém comida entre as árvores da floresta onde mora.

Na época de reprodução, as presas nos machos servem para lutar contra seus rivais e “conquistar” as fêmeas.

  1. Narval

O último dos animais com presas desta lista é realmente muito curioso. Em primeiro lugar, porque é o único que vive na água (é um cetáceo) e, em segundo lugar, porque tem apenas um dente alongado, que se desenvolve nos espécimes masculinos.

Narval

presa do narval se assemelha a um grande chifre, sai pelo maxilar esquerdo e atravessa a pele. Pode medir dois metros e pesar 10 quilos.

Dizem que serve para a ecolocalização, para detectar certas características no oceano, para atacar outros machos e para se destacar diante de um grupo de fêmeas antes do acasalamento.