5 animais que vivem em pastagens

abril 11, 2019
Estas espécies vivem em pastagens próprias de climas quentes, nas quais o tempo varia no inverno e no verão.

Também conhecidos como estepes ou pradarias, pertencem a um bioma de clima ameno e semiárido repleto de pastos. Os animais que vivem nas pastagens alimentam-se principalmente de plantas e estão adaptados às mudanças de temperatura entre o inverno e o verão. Saiba mais sobre eles neste artigo.

Em escala mundial, podemos encontrar cinco áreas principais de pastagens: as savanas no sul da Austrália, as estepes da Ásia, o veld da África do Sul, os pampas da América do Sul e as grandes planícies da América do Norte. 

Conheça alguns animais que vivem em pastagens

1. Viscacha

É um roedor que pode medir até 60 centímetros de comprimento, tem uma abundância de pelos brancos e cinza, longos bigodes e orelhas pequenas. As pernas são curtas, mas as unhas são fortes e permitem que ele cave sua própria toca. Pode pesar cerca de cinco quilos e a sua cauda se solta com facilidade, de tal forma que pode escapar das armadilhas dos seus predadores.

O viscacha – foto que abre este artigo – vive em grupos de até 50 animais em túneis conhecidos como ‘viscacheiras’, que cavam em terrenos firmes. Eles se alimentam de vegetais e plantas cultivadas. Sua reprodução ocorre no outono e cada ninhada produz dois filhotes.

2. Tatu

Este mamífero placentário tem como principal característica ser dotado de uma “carapaça” que cobre até o seu rosto. Esse tipo de ‘armadura’ é formado por placas ósseas e serve como proteção.

Tem hábitos noturnos e costuma escavar a terra com suas poderosas garras. Este animal pode ser insetívoro (que se alimenta de insetos) ou onívoro (que come de tudo, tanto alimentos de origem animal quanto vegetal), dependendo do local em que vive, na América Central ou do Sul.

Características do tatu

3. Coiote

É outro animal que vive em pastagens, típico da América – entre o Canadá e Colômbia – e que, embora seja solitário, pode se reunir em grupos. O coiote tem cerca de 60 centímetros de altura e pesa no máximo 25 quilos, por isso tem mais estilo do que seu parente maior, o lobo cinzento. É mais fácil ouvi-lo do que vê-lo: seu chamado agudo como um uivo é bastante característico.

O pelo do coiote pode ser cinzento ou canela, às vezes com uma coloração avermelhada. Chamam a atenção suas longas orelhas pontudas e seu focinho alongado com o nariz preto. Quando se acasalam, os coiotes ficam juntos durante toda a vida e a cada ano a fêmea dá à luz a quatro filhotes; ambos são responsáveis pelo cuidado das crias.

Coiote americano

4. Chimango

Esta pequena ave é bem conhecida nos pampas da América do Sul, especialmente na Argentina, no Uruguai e no Chile. Vivendo uma vida tranquila e sem a necessidade de migrar, como fazem outras aves, o chimango se adapta muito bem ao ambiente urbano ou onde a vegetação não é muito alta. Alimenta-se de carniça e ossos.

Chimango

As fêmeas são maiores que os machos e também podemos diferenciá-los pela plumagem, que é pálida nas fêmeas. Eles constroem seus ninhos no mato e cada ninhada é composta de até três ovos, que são incubados por um mês. Em cinco semanas, os filhotes deixam a “casa” dos pais.

5. Ema

O último dos animais que vivem em pastagens desta lista é uma das maiores aves do mundo. Ela não tem a capacidade de voar, mas pode correr em alta velocidade graças a suas longas e poderosas patas.

Ema: um dos animais que vivem em pastagens

A ema pratica a poligamia, então o macho acasala com várias fêmeas. No entanto, ele é o responsável por chocar os ovos em ninhos criados em terrenos abertos, e cria os filhotes até que sejam capazes de se manter sozinhos.

Alimenta-se de sementes, mato, frutas, répteis, insetos e cobras. A ema é conhecida por sua grande voracidade; tem um estômago que produz enzimas muito poderosas que lhe permitem comer uma grande quantidade de comida sem qualquer problema.