A importância dos herbívoros: saiba mais aqui!

março 21, 2019
Todos os animais têm importância para o nosso ecossistema. Hoje vamos explicar a você por que os herbívoros são tão relevantes.

Muito se fala de como os carnívoros são importantes para os ecossistemas por causa da cadeia alimentar. Mas, além disso, uma experiência realizada nos Alpes demonstra a importância dos herbívoros na natureza.

Uma pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa Federal Suíço demonstrou a importância dos herbívoros através do desaparecimento seletivo dos animais no ecossistema.

O trabalho, publicado na revista Nature Communications, é baseado na instalação de cercas que excluem certos animais.

Essas cercas permitem que animais de tamanhos diferentes sejam excluídos do ambiente. Ou seja, foram usadas cercas de tamanhos diferentes para testar a importância de herbívoros de qualquer espécie.

Por isso, algumas dessas cercas permitiram a passagem de pequenos mamíferos, como coelhos. Por sua vez, outras cercas impediam até a passagem de caracóis.

A importância dos herbívoros: o que aconteceu?

Os pesquisadores perceberam que, quando grandes mamíferos estão ausentes, outras espécies de plantas predominam.

Isso poderia ter enormes consequências para todas as comunidades de espécies presentes em um ecossistema.

Além disso, os cientistas também conseguiram excluir todos os animais. Isso fez com que as plantas reduzissem ainda mais sua relação com bactérias ou outros componentes dos ecossistemas.

Elefante herbívoro

Isso significa que o ecossistema piora se não houver interações entre seres vivos. Ou seja, há menos estabilidade, menos nutrientes, menos energia, movimentos de minerais e menos espécies de plantas.

Os pesquisadores observaram que os invertebrados desempenham um papel especial no ecossistema. Algo que não foi levado em consideração em muitos estudos com a presença de grandes ungulados, como os cervos.

O que preocupa os pesquisadores agora é como a redução de invertebrados, que está ocorrendo em toda a Europa, está afetando os ecossistemas.

Esse desaparecimento está ocorrendo em áreas protegidas. Por isso, os pesquisadores alertam que a proteção dos invertebrados é vital para defender a biodiversidade.

Fertilizantes e Pastagem

Este não é o primeiro estudo que demonstra a importância dos herbívoros nos ecossistemas. Em 2014, um estudo comparou pradarias em todo o mundo.

A pesquisa revelou que, diante do abuso de fertilizantes que prejudicava algumas populações de invertebrados, havia um aumento de animais herbívoros para regular o ecossistema.

O estudo também limitou o acesso de herbívoros. Nesse caso, as pastagens reguladas por antílopes, vacas ou veados apresentou maior biodiversidade quando comparadas àquelas com excesso de nutrientes por meio de fertilizantes.

Isso ocorre porque os animais que pastam permitem que algumas plantas não cresçam tanto. Dessa forma, evita-se  o bloqueio do sol para outras plantas, o que também diminui a entrada de nutrientes.

Além disso, muitas plantas requerem poucos nutrientes. Portanto, um excesso de nutrientes causado por fertilizantes faz com que elas tenham mais competidores naturais no ambiente.

Vacas pastando: a importância dos herbívoros no ecossistema.

Nesse caso, o trabalho incluiu também a participação de herbívoros domésticos. Isso demonstra a importância da agricultura extensiva e de fenômenos cada vez mais raros, como a migração de rebanhos.

Por fim, as plantas domesticadas pelo homem tendem a ter maiores demandas de nutrientes, embora também produzam frutos maiores.

Apesar disso, muitas plantas silvestres, necessárias para manter populações de invertebrados, não crescem se tiverem que competir com outras.

Naturalmente, grandes carnívoros, como o lobo, desempenham um papel vital nos ecossistemas. Mas não podemos esquecer que todos os animais têm um papel vital na natureza, portanto, protegê-los é sempre necessário.

A.C. Risch, R. Ochoa-Hueso, W.H. van der Putten, J.K. Bump, M.D. Busse, B. Frey D.J. Gwiazdowicz, D.S. Page-Dumroese, M.L. Vandegehuchte, S. Zimmermann & M. Schütz “Size-dependent loss of aboveground animals differentially affects grassland ecosystem coupling and functions”. Nature Communications DOI: 10.1038/s41467-018-06105-4.