A piranha: conheça esse temido peixe

· maio 13, 2018
Este carnívoro, que habita os rios de água doce da América do Sul, tem até uma saga cinematográfica. É conhecida por seu apetite voraz por carne, e é responsável por uma infinidade de ataques a pessoas.

Com seus dentes grandes e afiados, seu corpo robusto e seu apetite insaciável, a piranha é um dos peixes mais temidos do mundo. Neste artigo iremos falar sobre o “monstro” que pode devorar uma pessoa em minutos.

Piranha: principais características

São peixes carnívoros ou onívoros que vivem em água doce, especificamente nos rios da América do Sul, como o Amazonas, o Orinoco, o Prata e o Paraguai. Elas podem medir entre 15 e 25 centímetros, embora existam espécimes com mais de 35 centímetros de comprimento.

Seus dentes afiados e sua mandíbula “para a frente” são as principais características físicas da piranha, que tem um apetite voraz por carne e pode devorar ossos em minutos.

A maioria dos ataques a humanos tem sido documentado na floresta amazônica e a espécie mais perigosa é a piranha vermelha, que tem um acurado olfato e detecta sangue a quilômetros de distância.

Espécies de piranha

Dentro da família das piranhas, encontramos o gênero Pygocentrus, das espécies mais “famosas”, e o gênero Serrasalmus, com as maiores subespécies reconhecidas até o momento. Um terceiro gênero proeminente é o do Pristobrycon. Os outros têm apenas uma espécie registrada cada. Entre as espécies de piranhas mais conhecidas estão:

  1. Piranha do Orinoco

Seu nome científico é Pygocentrus cariba – foto que abre este artigo – e é conhecida como a piranha do Orinoco, porque vive na bacia do rio homônimo na América do Sul. Este peixe de água doce e clima tropical tem um corpo cinza opaco com um ponto preto abaixo dos opérculos, e uma barriga vermelha ou laranja.

As fêmeas são maiores que os machos. Podem medir cerca de 35 centímetros e pesar um quilo. A boca desta piranha é composta de dentes muito afiados de até nove milímetros de comprimento. Sua natureza agressiva é semelhante à de outros do gênero. Se ela se sentir ameaçada ou encurralada, atacará mordendo.

Muitos são os casos de pessoas mordidas por este peixe, mas elas não o fazem para se alimentar, mas sim para se defender.

  1. Piranha de barriga vermelha

Esta espécie, cujo o nome científico é Pygocentrus nattereriprefere águas frescas e tropicais, entre 23 e 27 °C, e com um pH ácido. Por isso, ela pode ser encontrada nas bacias dos rios Amazonas, Paraná, Paraguai, Uruguai e Essequibo, na América do Sul.

Piranha de barriga vermelha

Os machos podem medir cerca de 33 centímetros e pesar mais de três quilos. São de cor prateada, com manchas pretas nas costas e, à medida que vão crescendo, sua barriga adquire a coloração vermelha. Sua mandíbula proeminente e seus dentes em posição terminal lhe dão um aspecto tenebroso, assim como o movimento que ela faz na água, como se fosse uma enguia ou cobra.

Alimenta-se de peixes, vermes e insetos e é uma das piranhas que mais mordidas graves dá em humanos, devido aos seus dentes. Eles podem atacar em tempos de seca ou épocas muito quentes.

  1. Piranha do São Francisco

Esta piranha, cujo o nome científico é Pygocentrus piraya, vive na bacia do rio São Francisco no Brasil – daí o seu nome – e prefere água doce e climas tropicais. Os machos podem atingir 40 centímetros de comprimento e três quilos de peso. Elas têm pele escura, um pouco esverdeada, com uma barriga amarela e manchas claras nas laterais do corpo.

Piranha

  1. Piranha Negra

Como o nome sugere, a piranha negra tem um corpo escuro, mas às vezes tem tons de cinza com uma barriga mais clara do que a cabeça e as barbatanas. Tem formato de losango, focinho achatado, dentes altamente desenvolvidos e a íris é de cor vermelho intenso.

Piranha morta

Ela habita os rios de águas claras, florestas inundadas, savanas e estuários da Venezuela. É um peixe muito territorial e um predador que consome larvas de insetos, crustáceos, barbatanas de outros peixes e pequenos peixes.

  1. Piranha Iridescente

Serrasalmus irritans é outra das piranhas endêmicas venezuelanas. Vive nas águas límpidas da bacia do Orinoco, principalmente em florestas alagadas, savanas e estuários.

Piranha prateada

Possui um corpo em forma de losango alongado, de cor prateado com manchas amarelas nas laterais, cabeça pequena, olhos amarelos, mandíbula proeminente e barbatana anal vermelha. Consome pequenos peixes, larvas, insetos e crustáceos.