Animais com as mais numerosas ninhadas

· agosto 4, 2018
Existem espécies selvagens que são capazes de colocar milhões de ovos para preservar a continuidade de suas espécies ante todos os perigos que os aguardam, como os predadores e a pesca intensiva. Infelizmente, a maioria dos nascidos não consegue sobreviver antes de atingir a idade adulta.

Acreditamos que os coelhos são os animais com as mais numerosas ninhadas, mas não são as espécies mais férteis do mundo. Você gostaria de saber quais são os que têm mais filhotes a cada vez? Neste artigo nós lhe diremos.

Quais são os animais com as mais numerosas ninhadas

Nesta lista encontraremos os animais mais fecundos do reino animal … Você ficará surpreso ao saber quem são os animais com as mais numerosas ninhadas!

  1. Formiga guerreira africana

Como as abelhas, a formiga-rainha (imagem que abre este artigo) pode colocar entre três e quatro milhões de ovos em um único mês. Na colônia, ela é a única fêmea que tem a capacidade de se reproduzir, já que as outras são usadas para defender ou construir a toca.

A rainha foi fertilizada por vários machos, os quais ela mesma trouxe ao mundo. Ela é a responsável por decidir o sexo de seus bebês, de acordo com as necessidades específicas do formigueiro. Mesmo em algumas enormes colônias vivem várias rainhas e… bilhões de ovos!

  1. Peixe-lua

Sua forma circular e tamanho grande – pesando mais de 2.000 quilos – fazem do peixe-lua um dos animais mais fantásticos que existem nos mares de águas temperadas e tropicais. E especialmente quando se trata de reprodução.

Peixe-lua

Em cada época de desova as fêmeas podem jogar no oceano nada mais e nada menos que… 300 milhões de ovos! Na verdade, o número é impressionante, mas o principal problema é que a maioria deles não sobrevive.

Nesse sentido, estima-se que, desses milhões de ovos, apenas dois atingem a idade adulta: isso se deve a vários fatores, como alimentação de predadores e captura por barcos de pesca de outras espécies, como o atum.

E como falamos de atum, eles também são bastante férteis: todos os anos as fêmeas podem depositar até 10 milhões de ovos. Outro dos animais com as mais numerosas ninhadas no fundo do mar é o esturjão: 2,5 milhões por ano.

  1. Coral

Continuamos com as espécies marinhas, neste caso, uma que leva à desova mais impressionante do mundo: a grande barreira de corais encontrada na Austrália.

Barreira de corais

A cada primavera, a água se torna rosa pela quantidade de óvulos fertilizados. O processo é o seguinte: o coral libera espermatozoides e óvulos para produzir gametas fora de seus corpos. Isso acontece apenas dois dias por ano e, uma vez que os ovos são formados, a taxa de mortalidade é bastante alta. Se acrescentarmos a isso a mudança climática e a navegação, podemos entender o motivo dos recifes estarem em claro declínio.

  1. Polvo

As mamães polvo estão entre as que mais se sacrificam pelos filhotes no reino animal e, também, são uma das mais fecundas. Em uma única desova, elas podem colocar entre 50 mil e 200 mil ovos, que são tratados com muito “amor” e dedicação por 40 dias.

Polvo

Durante todo esse tempo, a fêmea não se afasta nem um centímetro de seus bebês, para evitar que os predadores os comam. Além disso, este “monstro das profundezas” move seus tentáculos para gerar correntes de água e assim oxigená-las, algo essencial para mantê-las vivas.

Como a mãe não pode deixá-los sozinhos, ela não vai caçar para se alimentar, então pode comer seus próprios tentáculos para continuar sua tarefa com energia. Na maioria dos casos, isso é fatal para a progenitora: elas não resistem depois que os ovos eclodem e, então, morrem.

  1. Perdiz cinzenta

Embora não coloque milhares de ovos como outros animais com ninhadas mais numerosas, esta ave é digna de nota: é a mais fértil de toda sua espécie. Com apenas 30 centímetros de altura, a perdiz cinzenta (monogâmica) pode depositar até 22 ovos por estação, embora a média seja de 18.

Perdiz-cinzenta

A nidificação ocorre entre março e maio, e macho e fêmea chocam juntos. Logo após o nascimento, os filhotes podem seguir seus pais e obter sua própria comida, basicamente insetos.